Sobre a Revista

Editada pelo Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal da Bahia (PPGAC/ UFBA), Cadernos do GIPE-CIT é uma revista semestral especializada em Artes Cênicas. Acolhe a colaboração livre de trabalhos inéditos, atuais e de reconhecido interesse acadêmico nas áreas de teatro, de dança, de cinema, de circo, de performance e afins, na forma de artigos, ensaios e entrevistas. A revista mantém seu foco na práxis em Artes Cênicas, privilegiando contribuições que fortaleçam as relações culturais ibero-americanas, bem como em reflexões sobre as matrizes africanas e indígenas e seus impactos na cena contemporânea.

Editoras-chefe: Ana Cláudia Cavalcante e Melina Scialom

Docentes-responsáveis: Antônia Pereira Bezerra, Ciane Fernandes  e Fabio Dal Gallo (representante do Grupo Interdisciplinar de Pesquisa e Extensão em Contemporaneidade, Imaginário e Teatralidade - GIPE-CIT)

Coordenadora do PPGAC/ UFBA: Joice Aglae Brondani

Editoração: PPGAC/ UFBA

Edição Atual

n. 45 (2020): Diálogos e Hibridismo na Cena Contemporânea
					Visualizar n. 45 (2020): Diálogos e Hibridismo na Cena Contemporânea

Nesta edição do Cadernos do GIPE-CIT apresentamos trabalhos acadêmicos que evidenciam experiências cênicas, processos criativos, composições artísticas e reflexões teóricas de pesquisadoras e pesquisadores que buscam o diálogo e/ou o hibridismo como perspectivas teórico-metodológicas. Reunimos, assim, artigos e ensaios que exaltam o impulso dialógico em contextos criativos, expondo possíveis inter-relações e potencialidades éticas e estéticas (poéticas, visuais, musicais, dramatúrgicas, performativas e pedagógicas) destas perspectivas. Com arcabouço inter, multi ou transdisciplinar, os 10 trabalhos publicados expõem como efeito a polifonia resultante da articulação consciente entre diversos campos dos saberes e as artes cênicas. Para tanto, os autores estabeleceram relações entre meios,  poéticas, matrizes culturais, gêneros artísticos, linguagens e distintos campos do conhecimento. Organização: Antônia Pereira Bezerra e Ana Cláudia Cavalcante

                                                                           SUMÁRIO

EDITORIAL. Diálogos e Hibridismo na Cena Contemporânea  - Antônia Pereira Bezerra e Ana Cláudia Cavalcante

EXPEDIENTE e FICHA CATALOGRÁFICA. Edição 45Ana Cláudia Cavalcante

ARTIGO 1. O Baile do Menino Deus em movimento criador - Referências tradicionais populares na cena contemporânea Cássia Batista Domingos  

ARTIGO 2. Um bordado a múltiplas mãos: uma análise da construção do espetáculo A primeira vista e a relação híbrida entre os profissionais envolvidos – Íris Barbosa Faria Almeida, Otávio José Correia Neto, Veridiana Andrade Neves, Eduardo Augusto da Silva Tudella, George Mascarenhas de Oliveira 

ARTIGO 3. Movimentação política: o movimento como orientador para entender um cenário político – Marcela Capitanio Trevisan

ARTIGO 4. Infância, educação, diferença e riso na encruzilhada curricular – José Carlos Ferreira Rêgo

ARTIGO 5. Lirismo e polifonia em Esperando Godot Ana Cláudia Cavalcante 

ARTIGO 6. O ator multifuncional da criação coletiva e o desenvolvimento da cenografia: possibilidades e problemáticas Amanda Lima

ARTIGO 7. Encontros e desencontros entre o cinema e o teatro – Leonardo Barbosa Cerqueira Duarte 

ARTIGO 8. Ruína de anjos: um drama para uma cidade – Luiz Antônio Pereira de Sena Júnior

ARTIGO 9. Oxigenações estético-esperançosas para sobrevoos em tempos pandêmicos César Augusto Paro, Cléo Lima

ARTIGO 10. Teatro e carnaval na pandemia: uma experiência pedagógica – Thereza de Jesus Santos Junqueira

Publicado: 2020-12-29
Ver Todas as Edições