Do epistemicídio à insurgência: o currículo decolonial da Escola Afro-Brasileira Maria Felipa (2018-2020)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.9771/cgd.v7i1.43442

Palavras-chave:

Currículo, Decolonialidade, Epistemologia, Educação Infantil

Resumo

O presente artigo busca lançar algumas reflexões sobre os fundamentos decoloniais que orientam o currículo da Escola Afro-Brasileira Maria Felipa (2018-2020). Através de uma revisão da literatura sobre a perspectiva negra decolonial brasileira e de uma análise documental do Projeto Político-Pedagógico da instituição, este artigo também discutirá como os currículos decoloniais se opõem aos epistemicídios históricos ao passo em que apresentam forte identidade epistêmica. Ao posicionar as populações amefricanas e ameríndias como sujeitos produtores de conhecimentos insurgentes, o currículo decolonial da Escola Afro-Brasileira Maria Felipa procura romper com a perpetuação das colonialidades através da educação infantil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Clara Araújo dos Passos, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Formada em Pedagogia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e cursando a Especialización y Curso Internacional en Estudios Afrolatinoamericanos y Caribeños pelo Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales (CLACSO) e pela Facultad Latinoamericana de Ciencias Sociales (FLACSO Brasil). Possui o Certificado en Estudios Afrolatinoamericanos do Instituto de Investigaciones Afrolatinoamericanas de la Universidad de Harvard. Integrante do Núcleo Inanna de Pesquisa e Investigação de Teorias de Gênero, Sexualidades e Diferenças (NIP), coordenado pela Profª Dra. Carla Cristina Garcia (PUC- SP).

Bárbara Carine Soares Pinheiro, Universidade Federal da Bahia

Mãe, mulher negra cis, nordestina, professora, escritora, empresária, formada em Química pela UFBA, mestre e doutora em Ensino de Química pela (UFBA/UEFS). Atualmente professora adjunta e vice diretora do instituto de Química da UFBA. Membro permanente do corpo docente do programa de pós-graduação em Ensino, Filosofia e História das Ciências (UFBA/UEFS). Líder do grupo de pesquisa Diversidade e Criticidade nas Ciências Naturais (DICCINA). Idealizadora, sócia e consultora pedagógica da escola Afro-brasileira Maria Felipa (@escolinhamariafelipa)

Downloads

Publicado

2021-06-28

Como Citar

Passos, M. C. A. dos, & Pinheiro, B. C. S. (2021). Do epistemicídio à insurgência: o currículo decolonial da Escola Afro-Brasileira Maria Felipa (2018-2020). Cadernos De Gênero E Diversidade, 7(1), 118–135. https://doi.org/10.9771/cgd.v7i1.43442

Edição

Seção

Dossiê