As pautas das populações LGBT+ nas políticas públicas de lazer do estado de Minas Gerais

Autores

Palavras-chave:

Lazer, LGBT, Políticas Públicas, Políticas Transversais, Políticas Intersetoriais

Resumo

O estudo teve como objetivo identificar e analisar como as secretarias estaduais envolvidas na elaboração e execução de políticas públicas de lazer do estado de Minas Gerais abordam, no processo de implementação das suas políticas, as pautas LGBT+. Para isso, foram realizados três processos: a pesquisa bibliográfica, uma análise documental e um estudo de campo. Os resultados obtidos possibilitaram perceber a escassa menção do público estudado nas normativas investigadas. Durante a pesquisa de campo, foi possível identificar que há questionamentos, por parte dos/as entrevistados/as, em relação à inserção da temática LGBT+ no desenvolvimento das políticas públicas de lazer. No tocante ao lazer, parte dos/das gestores/as relataram a falta de recursos do governo, indicando que outras políticas para garantia de direitos sociais têm prioridade, em detrimento deste.  Tratando-se das abordagens das pautas das populações LGBT+ nas políticas de lazer, percebemos que não há olhar específico para essa temática, apesar de algumas ações pontuais. Além disso, as etapas para o desenvolvimento das políticas investigadas não são definidas e há carência, principalmente, na etapa de avaliação dessas ações. Esses aspectos dificultam a intersetorialidade e a transversalidade, desejáveis para que a população LGBT+ fosse público com direito ao lazer em Minas Gerais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiza Cupertino Xavier da Silva, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Graduada em Educação Física pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Mestra em Estudos do Lazer pelo Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Estudos do Lazer da UFMG. Membro do grupo de pesquisa Oricolé - Laboratório sobre Formação e Atuação Profissional em Lazer da UFMG. Atualmente Analista de Políticas Públicas Esportivas pelo Observatório do Esporte de Minas Gerais da Subsecretaria de Esportes da SEDESE-MG.

Cláudia Regina Bonalume, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Doutora em Estudos do Lazer pela UFMG, Mestre em Educação Física pela UNB. Membro do grupo de pesquisa Oricolé - Laboratório sobre Formação e Atuação Profissional em Lazer da UFMG. Foi Diretora de Cooperação Internacional da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e Atuou como Diretora de Logística da Presidência da República, Secretária Executiva Adjunta no Ministério do Desenvolvimento Agrário. Foi Diretora de Ações de Desenvolvimento Territorial e trabalhou no Ministério do Esporte, como coordenadora geral, diretora do Departamento de Políticas Sociais, membro suplente do Conselho Nacional do Esporte e Chefe de Gabinete da Secretaria Nacional de Desenvolvimento de Esporte e de Lazer.

Hélder Ferreira Isayama, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Doutor em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas. Professor Titular da Universidade Federal de Minas Gerais e realizou Estágio Pós Doutoral em Educação na Facudalde de Educação da UFRJ (2012-2013) e na Estudos Culturais na Universidade de Aveiro (2021). Atualmente realiza Estágio de Pós-Doutorado em Turismo pela Universidade de São Paulo. Docente do Programa de Pós Graduação Interdisciplinar em Estudos do Lazer da UFMG (área Interdisciplinar - Câmara de Ciências Humanas e Sociais) e Líder do grupo de pesquisa Oricolé - Laboratório de Pesquisas sobre Formação e Atuação Profissional em Lazer da UFMG.

Downloads

Publicado

2022-05-13

Como Citar

Silva, L. C. X. da, Bonalume, C. R., & Isayama, H. F. (2022). As pautas das populações LGBT+ nas políticas públicas de lazer do estado de Minas Gerais. Cadernos De Gênero E Diversidade, 8(1), 128–156. Recuperado de https://periodicos.ufba.br/index.php/cadgendiv/article/view/48199

Edição

Seção

Artigos