JOGOS DE PALAVRAS ALUSIVOS EM CAMPANHAS PUBLICITÁRIAS BRASILEIRAS: E O OSCAR VAI PARA ...

Autores

  • Adauri Brezolin Pesquisador Independente

DOI:

https://doi.org/10.9771/ell.v0i75.50866

Palavras-chave:

Jogo de palavras; Alusão; Anúncio publicitário; Paronímia; Palavra-valise.

Resumo

Analiso aqui jogos de palavras de anúncios de três campanhas publicitárias de produtos hortifrutigranjeiros. Esses jogos aparecem em títulos de produções cinematográficas com modificações que aludem a títulos verdadeiros, lançando o holofote sobre frutas, legumes e vegetais. Discuto, assim, as características de jogos de palavras e os mecanismos para sua criação; tangencio questões relacionadas à alusão; à convencionalidade, e à sua quebra; ao humor e à criatividade.  Propus-me a detectar os mecanismos mais empregados na geração de jogos de palavras alusivos em textos do espaço propagandístico. Os resultados revelaram que substituição, com o emprego de parônimos e palavras-valise, foi o recurso mais recorrente. Saliento que os jogos de palavras resultantes representam combinações criativas e divertidas, que, certamente, atendem a uma finalidade expressiva e específica, ou seja, chamar a atenção de possíveis consumidores dos produtos em destaque.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABRAMS, Meyer Howard. A Glossary of Literary Terms. Disponível em: https://mthoyibi.files.wordpress.com/2011/05/a-glossary-of-literary-terms-7th-ed_m-h-abrams-1999.pdf. Acesso em: 6 de janeiro de 2022.

ALEXANDER, Richard. Aspects of Verbal Humour in English. Tubingen, Germany: Gunter Narr Verlag, 1997.

AL-KHARABSHEH, Alladin; BARAHMEH, Abeer. Allusive wordplay in Arabic-to-English translation: Ahmad Hasan as a case study; Asia Pacific Translation and Intercultural Studies, v. 8, n. 3, p. 236-253, 2021.

ALVES, Ieda Maria. Neologismo: criação lexical. São Paulo: Ática, 1990.

ARAÚJO, Gabriel Antunes. Morfologia não-concatenativa em português: os portmanteaux. Cadernos de Estudos Linguísticos, n. 39, p. 5-21, 2000. Disponível em https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cel/article/view/8636935/4657. Acesso em: 5 de janeiro de 2022.

AULETE DIGITAL. O dicionário da língua portuguesa na internet. Disponível em: http://www.aulete.com.br. Acesso em: 6 de janeiro de 2022.

AZEREDO, José Carlos Santos de. Fundamentos da gramática do português. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2010.

BALLARD, Michel. Wordplay and the Didactics of Translation. The Translator, v. 2, n. 2, p. 333-346, 1996.

BASILIO, Margarida. Fusão vocabular expressiva: um estudo da produtividade e da criatividade em construções lexicais. Anais do XXV Encontro Nacional da Associação Portuguesa de Linguística, Porto, 2010, p. 201-210. Disponível em: https://apl.pt/wp-content/uploads/2017/09/15-Margarida-Basilio.pdf. Acesso em: 4 de janeiro de 2022.

BREZOLIN, Adauri. Jogos de palavras no ensino de línguas: desenvolvimento e aprimoramento da consciência metalinguística. In: MENICONI, Flávia Colen; MAKIYAMA, Simone; PITOMBEIRA, Cátia Veneziano (Orgs.). Estudos linguísticos aplicados: interlocuções na contemporaneidade. Tutóia/MA: Diálogos, 2022, p. 210-224.

BREZOLIN, Adauri; BANDEIRA, Eduardo Lupinetti. The imagistic feature of wordplays: exploring lexical blends and their translation from American English into Brazilian Portuguese in the video game Enter the Gungeon. Translation Today, v. 15, p. 49-72, 2021.

BREZOLIN, Adauri; BÓVIS SPINETTI, Tatiane de Paula. Creativity and translator training: investigating wordplays in American sitcom 2 Broke Girls subtitled into Brazilian Portuguese. European Journal of Literature, Language and Linguistics Studies, , v. 5, n. 2, p. 53-66, 2021.

BREZOLIN, Adauri; DA SILVA MEDEIROS, Fernanda. Bad words in The Good Place: analyzing the euphemistic function of wordplays in subtitling and dubbing – a case of English and Portuguese language pair. European Journal of Literature, Language and Linguistics Studies, v. 5, n. 1, p. 14-31, 2021.

BREZOLIN, Adauri. Corpus Lift? The use of wordplays in translator training classes. Skopos. Revista Internacional de Traducción e Interpretación, v. 11, p. 211-236, 2020a.

BREZOLIN, Adauri. O humor está no ar: análise comparativa da tradução de jogos de palavras fraseológicos em texto literário. Revista de Estudos da Linguagem, v. 28, p. 359-389, 2020.

BREZOLIN, Adauri; OHASHI, Kamyla. Análise de jogos de palavras nas legendas de Tá chovendo hambúrguer 2. Signótica, v. 31, p. 1-22, 2019.

DELABASTITA, Dirk. Introduction, In: DELABASTITA, Dirk (ed.). Traductio: Essays on Punning and Translation, Manchester: St. Jerome Publishing, 1997, p. 1-22.

De VRIES Anneke; VERHEIJ, Arian. A Portion of Slippery Stones. Wordplay in Four Twentieth-Century Translations of the Hebrew Bible, In: DELABASTITA, Dirk (ed.). Traductio: Essays on Punning and Translation Manchester: St. Jerome Publishing, p. 67-94.

DICIONÁRIO PRIBERAM DA LÍNGUA PORTUGUESA [on-line], 2008-2021. Disponível em https://dicionario.priberam.org/chave. Acesso em: 6 de janeiro de 2022.

DORE, Margherita. The audiovisual translation of fixed expressions and idiom-based puns. In: VALERO-GARCÉS, C. (ed.). Dimensions of humor: explorations in linguistics, literature, cultural studies and translation, València: Universistat de València, 2010, p. 361-386.

FILLMORE, Charles John. Frame Semantics. In: LINGUISTICS SOCIETY OF KOREA (org.). Linguistics in the morning calm. Seoul: Hanshin, p. 111-138, 1982.

GIORGADZE, Meri. Linguistic features of pun, its typology and classification. European Scientific Journal, Ponta Delgada/Kocani/Buenos Aires, Special Edition. v. 2, p. 271-275, 2014.

GONÇALVES, Carlos Alexandre. Usos morfológicos: os processos marginais de formação de palavras em português. Gragoatá, n. 21, p. 219-242, 2006.

GRANGER, Sylviane.; PAQUOT, Magali. Disentangling the phraseological web. In: GRANGER, Sylvanie; MEUNIER, Fanny (eds.). Phraseology: an interdisciplinary perspective. Amsterdam/Philadelphia: John Benjamins, 2008, p. 27-49.

KJELLMER, Goran. A mint of phrases. In: AIJMER, K.; ALTENBERG, B. (eds.). English Corpus Linguistics. Studies in Honour of Jan Svartvik. London/New York: Longman, 1991, p. 111-127.

KUSSMAUL, Paul. Creativity in the Translation Process: Empirical Approaches. In: LEUVEN-ZWART, Kitty Marguerite van; NAAIJKENS, Ton (eds.). Translation Studies: The State of the Art. Proceedings of the 1st James S. Holmes Symposium in Translation Studies, Amsterdam: Rodopi, 1991, p. 91-101.

LANGLOTZ, Andreas. Idiomatic Creativity: A Cognitive-Linguistic Model of Idiom Representation and Idiom Variation in English. Amsterdam: Benjamins, 2006.

LEPPIHALME, Ritva. Culture Bumps – An Empirical Approach to the Translation of Allusions. Clevedon: Multilingual Matters Ltd, 1997.

LEPPIHALME, Ritva. Caught in the Frame. The Translator, v. 2, n. 2, p. 199-218, 1996.

MACARTHUR, Tom. The Oxford Companion to the English Language. Oxford: Oxford University Press, 1992.

MICHAELIS - Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa. São Paulo: Melhoramentos, 2015. Disponível em https://michaelis.uol.com.br> Acesso em: 6 de janeiro de 2022.

MOON, Rosamund. Fixed Expressions and Idioms in English. Corpus Lexicography. Oxford: Clarendon Press, 1998.

MORREALL, John. Taking Laughter Seriously, Albany: State University of New York Press, 1983.

SANDMANN, Antônio José. Morfologia lexical. São Paulo: Contexto, 1992.

SIMÕES NETO, Natival Almeida. Outras palavras: as palavras-valise entre revisões e sistematizações. Revista Tabuleiro de Letras, v. 10, n. 2, p. 46-64, 2016.

SOUZA, Ewerton William; DUQUE, Paulo Henrique. O processo cognitivo-discursivo de construção de sentido em notícias e piadas: uma abordagem baseada em frames. DLCV - Língua, Linguística e Literatura, v. 14, n. 2, p. 377-401, 2018. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/dclv/article/view/40582. Acesso em: 20 jan. 2022.

TAGNIN, Stella Esther Ortweiler. O jeito que a gente diz: combinações consagradas em inglês e português. Barueri, SP: Disal, 2013.

TAGNIN, Stella Esther Ortweiler. O humor como quebra da convencionalidade. Revista Brasileira de Linguística Aplicada, v. 5, n. 1, p. 247-257, 2005.

VEISBERGS, Andrejs. The contextual use of idioms, wordplay, and Translation. In: DELABASTITA, Dirk (ed.). Traductio: Essays on Punning and Translation, Manchester: St. Jerome Publishing, 1997, p. 155-176.

ZIRKER, Angelika; WINTER-FROEMEL, Esme. Wordplay and Its Interfaces in Speaker-Hearer Interaction: An Introduction. In: ZIRKER, Angelika; WINTER-FROEMEL, Esme (eds.). Wordplay and Metalinguistic/Metadiscursive Reflection: Authors, Contexts, Techniques, and Meta-Reflection, Berlin/Boston: De Gruyter, p. 1-22, 2015.

Downloads

Publicado

2023-10-30

Como Citar

BREZOLIN, A. JOGOS DE PALAVRAS ALUSIVOS EM CAMPANHAS PUBLICITÁRIAS BRASILEIRAS: E O OSCAR VAI PARA ... Estudos Linguísticos e Literários, Salvador, n. 75, p. 1–28, 2023. DOI: 10.9771/ell.v0i75.50866. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/estudos/article/view/50866. Acesso em: 29 fev. 2024.