PARÁFRASE E POLISSEMIA EM TÍTULOS DE OBRAS LITERÁRIAS INFANTOJUVENIS E OS SENTIDOS EM TORNO DA PANDEMIA COVID-19

Autores

DOI:

https://doi.org/10.9771/ell.v0i77.55624

Palavras-chave:

Paráfrase; Polissemia; Literatura infantojuvenil; Pandemia.

Resumo

Este trabalho aborda a construção de sentidos acerca da pandemia covid-19 em de títulos de obras literárias infantojuvenis brasileiras. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica de caráter qualitativo e interpretativo amparada pelos pressupostos teórico-metodológicos da Análise de Discurso de orientação francesa a partir dos estudos de Pêcheux reteorizados por Orlandi. Buscamos investigar as construções parafrásticas e polissêmicas nos títulos das obras a fim de identificarmos as regularidades discursivas, os deslocamentos de sentido e os efeitos metafóricos em torno da temática pandemia. O corpus da pesquisa foi constituído por 17 títulos. Entendemos que o título é matéria constituinte da obra literária, aciona discursos, descortina a memória e, como tal, é historicamente construído. Constatamos a presença da paráfrase tanto em retomadas de termos recorrentes no contexto da pandemia, como na retomada de discursos de combate ao vírus. Quanto à polissemia, evidenciamos sua presença em obras que propõem não só a abordagem do tema a partir de uma narrativa ficcional, mas também a reflexão que se ancora na observância dos sentimentos ocasionados pela pandemia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CORACINI, M.J.R.F. O título: uma unidade subjetiva (caracterização e aprendizagem). Trabalhos em Linguística Aplicada, v. 13, p. 235-54, 1989.

CHEVALIER, Jean; GHEERBRANT, Alain. Dicionário de Símbolos. 16. ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2001.

DOMINGOS, Ana Cláudia Munari e HOHLFELDT, Antônio. Seduzindo o leitor: os títulos das obras de Lygia Fagundes Telles. Passages de Paris: APEB-FR, 2017.

FERGUSON, Niall. Civilização: Oriente x Ocidente. Trad. Janaína Marcoantonio. 3ª ed. São Paulo: Planeta do Brasil, 2021.

GAILLE, Marie; TERRAL, Philippe. Uma Contribuição da Pesquisa Francesa em Ciências Humanas e Sociais para a Análise Internacional da Pandemia de Covid-19. In: Matta, Gustavo Correia et al (orgs.). Os impactos sociais da Covid-19 no Brasil: populações vulnerabilizadas e respostas à pandemia. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2021.

GALINARI, Melliandro Mendes. A autoridade do discurso literário. In: MELLO, Renato de. (org). Análise do Discurso & Literatura. Faculdade de Letras da UFMG, 2005.

HUNT, Peter. Crítica, teoria e literatura infantil. Trad. Cid Knipel. São Paulo: Cosac Naify, 2010.

MAINGUENEAU, Dominique. Discurso literário. Trad. Adail Sobral. São Paulo: Contexto, 2018.

MAINGUENEAU, Dominique. O contexto da obra literária. Campinas: Martins Fontes, 2001.

OLIVEIRA, Ieda de. O contrato de Comunicação da literatura infantil e juvenil. Rio de Janeiro: Lucerna, 2003.

ORLANDI, Eni Pulcinelli. Discurso e leitura. São Paulo: Cortez, 2008.

_____. Análise do discurso: Princípios e procedimentos. Campinas: Pontes, 4ª edição, 2002.

_____. Paráfrase e polissemia: a fluidez nos limites do simbólico. Rua – Revista do núcleo de desenvolvimento da criatividade da Unicamp NUDECRI, n. 4, p. 9-19, 1998.

PÊCHEUX, Michel. Papel da memória. In: ACHARD, P. et al. (org.) Papel da memória. Tradução e introdução José Horta Nunes. Campinas: Pontes, 1999.

_____. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. Trad. Eni Pulcinelli Orlandi et al. 2ª ed. Campinas: Editora da UNICAMP, 1995.

_____. Análise Automática do Discurso (AAD-69). In: GADET, F.; HAK, T. (org.). Por uma Análise Automática do Discurso: uma introdução à 264 THIAGO HENRIQUE BRAGATO BARROS obra de Michel Pêcheux. Campinas: Editora da Unicamp, 1997, p. 61- 151.

_____. Metáfora e Interdiscurso. In: PÊCHEUX M. Análise de Discurso: Michel Pêcheux. Textos selecionados por Eni Puccinelli Orlandi. 4. ed. Campinas: Pontes, 2014. p. 151-161.

PAIVA, Lucélia Elizabeth. A arte de falar da morte para crianças: A literatura infantil como recurso para abordar a morte com crianças e educadores. São Paulo: Ideias & Letras, 2011.

PINTO, G. K. Era uma vez: a história da concepção do título associado à obra de arte. Porto Alegre: UFRGS, 2013.

REIS, Mariana Pereira dos, et al. Infância, escola e literatura infantil: livro para criança não precisa ser educativo. Revista Psicopedagogia, 2016.

SEGATA, Jean et al. A Covid-19 no Brasil e as várias faces da pandemia. In: MATTA, Gustavo Correia et al (orgs.). Os impactos sociais da Covid-19 no Brasil: populações vulnerabilizadas e respostas à pandemia. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2021.

YUNES, E. L. M.. Análise e interpretação de obras literárias: obstáculos entre obras e leitor? Perspectiva, v. 3, n. 6, p. 69-74, 1986.

ZILBERMAN, Regina; LAJOLO, Marisa. Literatura Infantil Brasileira. São Paulo: Ática, 2007.

REFERÊNCIAS DAS OBRAS INFANTOJUVENIS

ALMEIDA JÚNIOR, José Gomes de. Eu era feliz e não sabia. Aracaju: Ed. do autor, 2020.

CAMPOS, Daniel Cavalcanti. O vírus malvadão e as crianças poderosas. 2020. Disponível em https://sindicatos.blob.core.windows.net/arq/ns72/arquivos/app/cni_sindicatos/2011/01/10/123/20200424134258284141a.pdf

CANÔNICA, Volnei. Tanta chuva no céu. Ilustração: Roger Ycaza. São Paulo: Editora do Brasil, 2020.

DRUMMOND, Regina. O mundo pela janela. Ilustradora Thais Linhares. São Paulo: Editora Duna Dueto, 2020.

FERNANDES, Paula Emmanuella. Xô, Coronavírus. Ilustrações: Sérgio Neres. Contagem, MG: Ed. do autor, 2020. Disponível em http://www.cmc.mg.gov.br/wordpress/wp-content/uploads/2020/05/Xo%CC%82-Coronav%C3%ADrus-Paula-Emmanuella.pdf

HECK, Ari. Arizinho e a pandemia. Porto Alegre: Editora Alcance, 2021.

LEITE, Pedro G. Sofia e Otto: somos heróis: os cuidados para o coronavírus ir embora. Santa Catarina: Biblioteca digital de Santo André, 2020. Disponível em http://www.santoandre.sp.gov.br/pesquisa/ebooks/411242.pdf

LISBOA, Rúbia. Um tal de Coronavírus. Ilustração: Emerson Ferreira. São Paulo: Editora Clube da Leitura, 2021.

LUBAMBO, Bruna. Dentro de Casa. Belo Horizonte: Editora Aletria, 2020.

NUNES, Ana Rapha. À espera do sol. Ilustração: Paula Kranz. São Paulo: Ciranda cultural, 2020. Disponível em https://docs.bvsalud.org/multimedia/2020/05/4143/a-espera-do-sol.pdf

OLIVEIRA, Kaliny et al. O Coronavírus não saí do meu pensamento, e agora? Câmara Municipal de Fortaleza, 2020.

OLIVEIRA, Carolina Maria X. et al. SOS, o corona chegou! Conselho Federal de Farmácia: Brasília; 2020. Disponível em https://www.researchgate.net/publication/344784680_SOS_o_Corona_chegou

PIMENTAL, Carmem Garuzzi. Alice no país da Pandemia. Rio de Janeiro: Katzen Editora, 2020.

REIS, Aparecida Fátima Camila. Corona, o quê?! PET Conexões de Saberes: “Inclusão, Diversidade e Protagonismo” e “Universidade, Saúde e Cidadania”. UFMT, 2020. Disponível em https://www.ufmt.br/campus/cuiaba/noticias/projeto-lanca-livro-infantil-sobre-covid-19-1602181154

RICCI, Nina. Casa Coração. Ilustradora: Daniela Monteiro. Cuiabá: Editora Entrelinhas, 2021.

RODRIGUES, Hellen Cris de Almeida e VASCONCELOS, Emanuella Silveira. O dia em que a estrela foi brilhar no céu. Ilustração: Breno Castilho. Roraima, 2020.

SANTOS, Dilvani Oliveira. Corona: esse vírus usa coroa, mas não é rei! Ilustração: Douglas dos Santos da Silva. São Paulo: Perse Editora, 2020. Disponível em http://www.perse.com.br/ebook/N1595961187222/ebook.pdf

Downloads

Publicado

2024-06-04

Como Citar

DE ANDRADE LINHARES, A.; DE AQUINO, L. M. PARÁFRASE E POLISSEMIA EM TÍTULOS DE OBRAS LITERÁRIAS INFANTOJUVENIS E OS SENTIDOS EM TORNO DA PANDEMIA COVID-19. Estudos Linguísticos e Literários, Salvador, n. 77, p. 233–260, 2024. DOI: 10.9771/ell.v0i77.55624. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/estudos/article/view/55624. Acesso em: 20 jul. 2024.