A POESIA BÍBLICA E ERÓTICA DO CÂNTICO DOS CÂNTICOS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.9771/ell.i73.48107

Palavras-chave:

Cântico dos Cânticos; Poesia bíblica; Erotismo; Literatura.

Resumo

Analisar a poesia bíblica do livro Cântico dos Cânticos destacando sua inserção na literatura sapiencial e seu conteúdo de amor erotismo no cânone sagrado. Este artigo está embasado em teóricos que tratam do tema não como objeto das ciências e da razão, mas como forças humanas indissociáveis do homem e como instrumentos valiosos para sua existência. Ancorado na afirmativa de Otávio Paz de que não há amor sem erotismo como não há erotismo sem sexualidade esta análise se apresenta por meio das ideias dos estudiosos que entendem a poesia como o resultado dos múltiplos sentimentos detalhados no poema ao trazer uma poesia emaranhada entre o amor e o erotismo percebidos a cada verso, fazendo o leitor imaginar e entender o sentido da palavra poética. De acordos com estudos empreendidos, entende-se que o amor é focalizado como um elemento socializador que beneficia tanto os deuses quanto os homens: É ele quem nos arranca do isolamento, quem aproxima os homens, princípio e liame da sociedade. Já o erotismo, é, de forma geral, infração à regra dos interditos; é uma atividade humana; o erotismo é salvação e pecado do poeta, realidade e sublimação do ser, pureza e profanação da alma, encontro e perdição do homem. A literatura, neste sentido, será o caminho para se percorrer no poema suas nuances e seus terrenos. Recorreram-se às ideias de Archer (2001), Amaral (2009), Cavalcanti (2005), Ravasi (2003), Stadelmann (1993), Mazzarolo (2000), Alberoni (1996) Paz (1999, 2012), Stendhal (1993), Amaral (2009), dentre os demais citados no texto que possibilitaram a compreensão e sentido ao que este estudo se propõe discutir.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALBERONI. Francesco. O Erotismo: fantasias e realidades do amor e da sedução. São Paulo: Circulo do Livro, 1996.

AMARAL, M. J. C. (2009). A metáfora das metáforas – Imagens de plenitude na simbologia do Cântico dos Cânticos. Mestrado (Ciências da Religião). São Paulo, PUC.

ANDERSON, Ana Flora, GORGULHO O. P, Frei Gilberto. Cântico dos Cânticos: a libertação da mulher. São Paulo: Art Color, 1995.

ARCHER, Gleason Leonard, 1916- Enciclopédia de temas bíblicos: respostas às principais dúvidas, dificuldades e "contradições" da Bíblia. Tradução Oswaldo Ramos. 2. ed. São Paulo: Vida, 2001.

BACHELARD, Gaston. A poética do devaneio. 3. ed. São Paulo: WMF. Martins Fontes, 2009.

BAKHTIN, Mikhail. Linguagem, Cultura e Mídia. São Carlos: Pedro e João Editores, 2010. p. 17.

BATAILLE, Georges. O erotismo. Tradução de Fernando Scheibe. Belo Horizonte: Autêntica, 2014.

BAUDRILLARD, J. Da sedução. Campinas, SP: Papirus, 2008.

BÍBLIA DA MULHER. Bíblia da Mulher: leitura, devocional, estudo. 2 ed. Barueri, SP: Sociedade Bíblica do Brasil, 2009.

BÍBLIA DE JERUSALÉM. Bíblia de Jerusalém. Compêndio do Vaticano II: constituições, decretos e declarações. Petrópolis: Vozes, 1998.

BÍBLIA SAGRADA. Antigo Testamento. Tradução da Vulgata e anotado pelo Pe. Matos Soares. São Paulo. Edições Paulinas, 1976.

BORRALHO, Henrique Versura: ensaios (2011 – 2017). São Luís: Ed. UEMA; Café & Lápis, 2017.

CALVANI, Carlos Eduardo (org). Bíblia e Sexualidade – abordagem teológica, pastoral e bíblica. São Paulo: Fonte Editorial, 2010.

CAVALCANTI, Geraldo Holanda. O cântico dos cânticos: um ensaio de interpretação através de suas traduções. São Paulo: Universidade de São Paulo, 2005.

COMPAGNON, Antoine. Literatura para quê? Tradução de Laura Taddei Brandini. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2009.

COUTINHO, Afrânio. Crítica Poética. 2. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1980.

MANUCCI, Valério, 1932- Sinfonia do amor esponsal: o Cântico dos Cânticos. São Paulo: Salesiana Dom Bosco, 1986.

MAZZAROLO, Isidoro. Cântico dos Cânticos: uma leitura política do amor. Porto Alegre: Mazzarolo Editor, 2000.

PAZ, Octavio. A dupla chama: amor e erotismo. São Paulo: Siciliano, 1999.

PAZ, Octavio. O arco e a lira. Tradução: Ari Roitman e Paulina Wacht. São Paulo: Cosac Naify, 2012.

PLATÃO. Banquete, Fedro. Rio de Janeiro: Ediouro, 1996.

RAVASI, Gianfranco. Cântico dos Cânticos. São Paulo: Paulinas, 2003.

REINKE, André Daniel. O Antigo Testamento. São Paulo: Hagnos, 2014.

SILVA, Reginaldo de Abreu Araujo da. Cântico dos Cânticos e o amor humano: um estudo a partir da psicologia junguiana. São Paulo: [s. n.], 2007.

STADELMANN, I. L. Cântico dos cânticos. São Paulo: Loyola, 1993.

STENDHAL, H. Do Amor. Trad. Roberto Leal Ferreira. São Paulo: Martins Fontes, 1993.

TODOROV, Tzvetan. A literatura em perigo. Trad. Caio Meira. 3. ed. Rio de Janeiro: DIFEL, 2009.

TODOROV, Tzvetan. Teorias do Símbolo. São Paulo: Editora UNESP, 2014.

Downloads

Publicado

2022-09-27

Como Citar

DA SILVA, A. R. A POESIA BÍBLICA E ERÓTICA DO CÂNTICO DOS CÂNTICOS . Estudos Linguísticos e Literários, Salvador, n. 73, p. 09–32, 2022. DOI: 10.9771/ell.i73.48107. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/estudos/article/view/48107. Acesso em: 7 dez. 2022.