O(S) ESPAÇO(S) PÚBLICO(S) NUMA CIDADE DESIGUAL E SEGREGADA

Autores

  • Rafael de Aguiar Arantes Universidade Federal da Bahia (UFBA). Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas (FFCH) http://orcid.org/0000-0002-3953-9340

DOI:

https://doi.org/10.9771/ccrh.v34i0.27018

Palavras-chave:

Espaço público. Sociabilidade Urbana. Privatização. Segregação. Salvador.

Resumo

Este artigo analisa os usos do(s) espaço(s) público(s) na vida urbana contemporânea, discutindo sua relevância e sua capacidade de expressar diversidade e engendrar intersubjetividades. Para isso, busca-se discutir a validade das teses que indicam a existência de um processo de diluição/restrição dos espaços públicos, analisando sua dinâmica na cidade do Salvador, Bahia, Brasil, e considerando as transformações urbanas recentes, através de revisão da literatura, coleta de dados secundários e realização de entrevistas com diversos citadinos. O artigo conclui que as transformações contemporâneas vêm favorecendo o avanço de formas de privatização e autossegregação, restringindo os usos dos espaços públicos. Porém, não se pode falar da morte desses espaços em Salvador, uma vez que seus usos sobrevivem, ainda que sejam premidos por seu caráter heterogêneo, desigual, segregado e fragmentado, situação ensejada por processos de privatização e mercantilização, violência e medo,
além de diferentes formas de disputas, distinções e competições.

THE PUBLIC SPACE(S) IN AN UNEQUAL AND SEGREGATED CITY

This article analyzes the uses of the public spaces in the contemporary urban life, discussing their relevance and ability to express diversity and produce intersubjectivities. For that, it discusses the validity of the thesis indicating the existence of a dilution/restriction process of public spaces. Through literary review, secondary data collection, and interviews with city residents, this work sought to analyze the dynamics of public spaces in Salvador before the recent urban transformations in the city. The findings indicate that the contemporary ransformations favored privatization and selfsegregation, restricting the use of public spaces. However, one cannot speak of the “death” of public spaces in Salvador, for their uses survives – although pressed by several factors such as their heterogeneity and inequality, their segregated and fragmented character, and by privatization and commodification processes, violence and fear, forms of disputes, distinctions and competitions.

Keywords: Public space. Urban Sociability. Privatization. Segregation. Salvador.

LE(S) SPACE(S) PUBLIC(S) DANS UNE VILLE INÉGALE ET SÉGRÉGÉE

Cet article analyse l’utilisation des espaces publics dans la vie urbaine  contemporaine, en discutant sa pertinence actuelle et sa capacité d’exprimer la
diversité et créer d’intersubjectivités. Cela implique discuter la validité des thèses qui indiquent l’existence d’un processus de dilution/restriction des espaces publics, en analysant sa dynamique dans la ville de Salvador, et en considérant les récentes transformations urbaines, par l’examen de la littérature, la collecte des données secondaires et des entretiens avec plusieurs habitants. On conclut que les transformations contemporaines ont favorisé l’avancée des formes de privatisation et d’auto-ségrégation, restreignant les usages des
espaces publics. Cependant, ces espaces publics à Salvador ne sont pas mort ; leurs usages survivent, même s’ils sont pressé par leur caractère hétérogène,
inégal, ségrégé et fragmenté, situation causée par les processus de privatisation et de marchandisation, la violence et la peur, en plus de différentes formes de disputes, distinctions et compétitions.

Mots-clés: Espace public. Sociabilité urbaine. Privatisation. Ségrégation.  Salvador.

Biografia do Autor

Rafael de Aguiar Arantes, Universidade Federal da Bahia (UFBA). Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas (FFCH)

Mestre e Doutor em Ciências Sociais pela mesma Universidade, com estágio de doutoramento no Instituto de Estudios Urbanos y Territoriales da Pontificia Universidad Católica de Chile. Atualmente é professor adjunto do Departamento de Sociologia, do Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais e do Mestrado Profissional em Segurança Pública, Justiça e Cidadania da UFBA. É pesquisador associado ao Centro de Estudos e Pesquisas em Humanidades - CRH/UFBA e ao núcleo Salvador do INCT/Observatório das Metrópoles. Tem experiência de pesquisa, com ênfase em Sociologia Urbana, atuando principalmente nos seguintes temas: metrópoles latino-americanas, segregação e desigualdades sócio-espaciais, espaço público e sociabilidade urbana.

Downloads

Publicado

2021-06-25

Como Citar

de Aguiar Arantes, R. (2021). O(S) ESPAÇO(S) PÚBLICO(S) NUMA CIDADE DESIGUAL E SEGREGADA. Caderno CRH, 34, e021010. https://doi.org/10.9771/ccrh.v34i0.27018