MODO DE PRODUÇÃO E EDUCAÇÃO: APONTAMENTOS SOBRE A EDUCAÇÃO NA REPRODUÇÃO CAPITALISTA E NA TRANSIÇÃO AO SOCIALISMO

Autores

  • Patricia Vieira Tropia Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.9771/gmed.v1i1.9833

Palavras-chave:

Modo de produção. Educação, Economicismo, Estruturalismo.

Resumo

Elabora-se neste texto uma interpretação da relação entre modo de produção e educação, a partir das contribuições da visão althusseriana. As contribuições desta abordagem possibilitam a crítica à visão economicista e reducionista acerca do tipo de articulação existente entre a base/estrutura econômica e a superestrutura política e ideológica e suas implicações para a educação. Deste ponto de vista, a escola, a educação escolar, não só pode como é um local de contradição. Entretanto, qualquer transformação interna à escola no sentido de torná-la, de fato, uma escola a serviço das classes trabalhadoras exigiria o rompimento com o compromisso orgânico do aparelho educacional. Dos enfoques em contraponto: economicismo e estruturalismo, decorre a indagação: “embora algumas críticas às armadilhas das leituras não-economicistas sejam pertinentes, a rejeição das análises desenvolvidas pela “sociológica crítica da educação” no campo educacional não pode nos colocar em outras tantas e mais perversas armadilhas, como as do idealismo e do reformismo?”. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patricia Vieira Tropia, Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal de Uberlândia

Graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual de Campinas (1988), Mestre em Ciência Política pela Universidade Estadual de Campinas (1994). Doutora em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (2004). Atualmente é professora junto ao Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal de Uberlândia (2009). Email: tropia@uol.com.br 

Downloads

Publicado

2014-03-12

Como Citar

Tropia, P. V. (2014). MODO DE PRODUÇÃO E EDUCAÇÃO: APONTAMENTOS SOBRE A EDUCAÇÃO NA REPRODUÇÃO CAPITALISTA E NA TRANSIÇÃO AO SOCIALISMO. Germinal: Marxismo E Educação Em Debate, 1(1), 14–24. https://doi.org/10.9771/gmed.v1i1.9833