CONTROLE OPERÁRIO E FORMAÇÃO DE TRABALHADORES NO CHÃO DA FÁBRICA

Autores

  • Jaqueline Rodrigues da Silva Universidade Federal da Bahia

Palavras-chave:

Tradição Marxista, Sociologia da Educação, Marx

Resumo

A presente pesquisa se lança no embate travado acerca do controle operário sobre a produção e seus processos educativos. Investigou-se a ocupação da fábrica da Flaskô na cidade de Sumaré - SP, no período de 2010-2011, buscando responder à seguinte pergunta: em que medida a Flaskô, fábrica ocupada sob controle operário contribui para o processo de formação de trabalhadores que, numa perspectiva gramsciana possam se tornar governantes de si, do seu trabalho e dos rumos da sociedade? Para tanto, utilizamos os fundamentos teórico-metodológicos do materialismo histórico dialético, tendo como categorias centrais do estudo a contradição e a práxis. Foram realizadas entrevistas e questionários com os trabalhadores no intuito de identificar as dimensões técnico-políticas e os processos de aprendizagem de novas relações sociais de produção, no sentido de apontar os avanços, limites e desafios do controle operário no atual estágio do modo capitalista. Chegamos a uma das conclusões que a fábrica ocupada sob Controle Operário permite, mesmo que de forma limitada, uma aproximação para uma formação omnilateral dos trabalhadores, possibilitando resgatar valores que a heterogestão capitalista foi/é capaz de expropriar dos trabalhadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jaqueline Rodrigues da Silva, Universidade Federal da Bahia

Licenciada em Educação Física  pela Universidade Estadual de Feira de Santana; Mestre  em Educação pela Universidade Federal Fluminense; Doutoranda em Educação na Universidade Federal da Bahia; Professora da Rede básica do Estado da Bahia; e-mail: jaquejrs@yahoo.com.br 

Downloads

Publicado

2016-12-29

Como Citar

Silva, J. R. da. (2016). CONTROLE OPERÁRIO E FORMAÇÃO DE TRABALHADORES NO CHÃO DA FÁBRICA. Germinal: Marxismo E Educação Em Debate, 8(2), 204–205. Recuperado de https://periodicos.ufba.br/index.php/revistagerminal/article/view/17839

Edição

Seção

Teses e Dissertaçoes: Resumos