A LUTA PELA TERRA E ESCOLA DO MST EM MINAS GERAIS – FRAGMENTOS DE UMA HISTÓRIA EM CONSTRUÇÃO

Autores

  • Adilene Gonçalves Quaresma Programa de Pós-graduação em Gestão Social, Educação e Desenvolvimento Local da UNA
  • Amarildo de Souza Horácio

DOI:

https://doi.org/10.9771/gmed.v8i2.16642

Palavras-chave:

Terra. Escola. Educação. MST. Minas Gerais.

Resumo

O artigo apresenta um breve histórico sobre a constituição do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra em Minas Gerais nas décadas de 1980 e 1990 e a luta pela escola. O texto constitui-se com base em pesquisa bibliográfica e de campo realizadas no Doutorado, concluído em 2011. Considera-se que o Movimento contribuiu e vem contribuindo para o avanço da discussão sobre a Questão Agrária e sobre a educação para a classe trabalhadora do campo e da cidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adilene Gonçalves Quaresma, Programa de Pós-graduação em Gestão Social, Educação e Desenvolvimento Local da UNA

Doutora em Educação (2011), pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG, Mestre em Tecnologia área de concentração: Educação Tecnológica (2004), pelo Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais CEFET-MG, especialista em Gestão Teórico-Prática (1999), pelo Centro Universitário Newton Paiva e graduada em Pedagogia (1994), pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG. Atualmente é professora no Mestrado Profissional Interdisciplinar em Gestão Social, Educação e Desenvolvimento Local, no Centro Universitário UNA, no qual orienta pesquisas de caráter interdisciplinar e desenvolve pesquisa sobre os aspectos pedagógicos da formação no mestrado profissional e nos cursos de Pedagogia do Centro Universitário Una e da Faculdade da Cidade de Santa Luzia. Tem experiência como professora e coordenadora pedagógica na Educação Básica em escolas públicas e particulares, destacando-se experiência como coordenadora pedagógica e professora na Educação Infantil, no Ensino Fundamental no Ciclo Inicial de Alfabetização e Letramento, EJA, coordenação de projetos de Educação Ambiental e assessoria de escolas na construção do Projeto Político-Pedagógico. As pesquisas no mestrado e no doutorado, tiveram como temática a relação trabalho-educação em experiências de educação para trabalhadores do campo e da cidade e os artigos em livro, revistas e congressos têm discutido a pedagogia da relação trabalho-educação; Ontologia do Trabalho; Pedagogia do Trabalho; Pedagogia Dialética; Politecnia; Formação Humana Integrada; Educação do/no Campo; Pedagogia no/do MST; Pedagogia da Práxis; Teoria da Complexidade e Pedagogia; Gestão Social, Educação e Desenvolvimento Local; Gestão Escolar; Projeto Político-Pedagógico;Alfabetização e Letramento,Interdisciplinaridade no Ensino Superior e Mestrado Profissional.

Amarildo de Souza Horácio

Graduado em Licenciatura em Educação do Campo (2010) pela Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais-FaE/UFMG com habilitação como professor multidisciplinar na área de Língua, Arte e Literatura para a docência no Ensino Fundamental e Médio.Pós Graduado Especialização Lato Sensu (2013)em Trabalho,Educação e Movimentos Sociais pela Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio EPSJV/Fiocruz -Rio de Janeiro-RJ.Integrou entre os anos de 2011 e 2012 o Grupo de Trabalho Educação do Campo da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais. Mestre em Educação (2015) na Linha de Pesquisa Estado, Educação e Sociedade do Departamento de Educação-DPE da Universidade Federal de Viçosa -UFV. Atuou na revisão e publicação das Diretrizes da Educação do Campo do Estado de Minas Gerais, no âmbito da Diretoria de Temáticas Especiais da SEE/MG (2015).Atua na formação continuada de professores do campo tendo experiências como Professor Conteudista e Professor Referência do Programa Escola da Terra no âmbito da Faculdade de Educação da UFMG. Pesquisa e escreve sobre Educação do Campo, educação rural, Formação de professores, movimentos sociais e tem experiência no âmbito de projetos de extensão.Atualmente leciona na educação básica da Rede Municipal de Betim.

Downloads

Publicado

2016-12-29

Como Citar

Quaresma, A. G., & Horácio, A. de S. (2016). A LUTA PELA TERRA E ESCOLA DO MST EM MINAS GERAIS – FRAGMENTOS DE UMA HISTÓRIA EM CONSTRUÇÃO. Germinal: Marxismo E Educação Em Debate, 8(2), 51–65. https://doi.org/10.9771/gmed.v8i2.16642