DA TEORIA DA HISTÓRIA A HISTÓRIA DA TEORIA: A TOTALIDADE DO TRABALHO NA DIALÉTICA MARXISTA

Autores

  • Àlcio Crisóstomo Magalhães UEG/ESEFFEGO

DOI:

https://doi.org/10.9771/gmed.v8i2.16036

Palavras-chave:

Trabalho, Materialismo dialético, Teoria.

Resumo

 

O que aparentemente pode ser confundido como um conceito entre tantos outros da vasta epistemologia marxista corresponde à categoria central do Método correto. É essa a tese que se esboça nessa reflexão acerca da categoria trabalho. Portanto, trata-se do esforço de demonstrar como a teoria da história fora fundamental para a síntese construída por Marx ao  compreender o homem como totalidade histórica, o processo produtivo como motor da vida coletiva, o modo de produção capitalista como a contradição em processo e a práxis como o fundante do materialismo dialético (teoria da sociedade). Nesse sentido busca-se no itinerário da dialética materialista elementos que permitam entender como Marx arranca da realidade a categoria trabalho.        

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Àlcio Crisóstomo Magalhães, UEG/ESEFFEGO

Doutor em educação pela Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás, docente da Universidade Estadual de Goiás, Campus ESEFFEGO. Pesquisa a organização do trabalho docente tendo as categorias trabalho, ideologia e organizações culturais por fio condutor.

Downloads

Publicado

2016-12-29

Como Citar

Magalhães, Àlcio C. (2016). DA TEORIA DA HISTÓRIA A HISTÓRIA DA TEORIA: A TOTALIDADE DO TRABALHO NA DIALÉTICA MARXISTA. Germinal: Marxismo E Educação Em Debate, 8(2), 157–172. https://doi.org/10.9771/gmed.v8i2.16036