História das relações de gênero, história global e escravidão atlântica

sobre capitalismo racial e reprodução social

Autores

DOI:

https://doi.org/10.9771/aa.v0i67.55621

Palavras-chave:

Gênero, História global, Escravidão atlântica

Resumo

A conexão entre os estudos sobre reprodução social e capitalismo racial mostra que a história global da escravidão atlântica é uma história de gênero; e a história de gênero da escravidão atlântica é uma história global. Abordar particularmente o trabalho reprodutivo, em todas as suas formas, e a centralidade das relações de gênero na transmissão de propriedade e status possibilita uma maior compreensão da escravidão atlântica como um aspecto extremamente importante da história global moderna. De fato, sem atentar às relações de gênero e especificamente ao trabalho reprodutivo, a história global da escravidão atlântica será inevitavel mente parcial e incompleta. O trabalho reprodutivo das mulheres na África, assim como nas Américas, deve ser entendido como parte integrante do desenvolvimento da escravidão atlântica e, portanto, do capitalismo racial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Diana Paton, Universidade de Edimburgo

Doutorado em História pela Universidade de Yale, New Haven, EUA. Professora de História na Universidade de Edimburgo, Escócia.

Caroline da Silva Mariano, Universidade de São Paulo

Mestrado em História Social pela Universidade de São Paulo, Brasil.

Caroline Passarini Sousa, Universidade de São Paulo

Mestrado em História Social pela Universidade de São Paulo.

Letícia Gregório Canelas, Univesidade de São Paulo

Doutorado em História pela Universidade Estadual de Campinas, São Paulo. Professora Colaboradora (Edital - Programa de Atração e Retenção de Talentos-PART) e Pesquisadora - Pós Doutorado da Universidade de São Paulo , Brasil.

Downloads

Publicado

2023-08-10

Como Citar

PATON, D.; MARIANO, C. da S.; SOUSA, C. P.; CANELAS, L. G. História das relações de gênero, história global e escravidão atlântica: sobre capitalismo racial e reprodução social. Afro-Ásia, Salvador, n. 67, p. 583–633, 2023. DOI: 10.9771/aa.v0i67.55621. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/afroasia/article/view/55621. Acesso em: 23 jul. 2024.

Edição

Seção

Tradução