Reflexões autobiográficas sobre a representação de corpos intersex e ativismo cultural

Autores

  • Macarena Murugarren Universidad Nacional de Córdoba

Resumo

Neste texto, faço uma reconstrução de alguns momentos que marcaram minha experiência em um corpo intersexo. A partir da reflexão sobre minha autobiografia erótica, sexual, médica e ativista, questiono-me sobre a representação dos corpos intersexo nas práticas estéticas e sobre as diferentes formas de fazer ativismo dentro do movimento intersexo. Essas reflexões permitem refletir sobre a subrepresentação que os sujeitos intersexuais têm como objetos e sujeitos do desejo sexual e erótico na esfera cultural, bem como propor que o fim da mutilação genital de pessoas intersexuais seja perseguido em várias frentes, que incluem aquela da imaginação e das diversas representações de nossos corpos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Macarena Murugarren, Universidad Nacional de Córdoba

Tesista de la Licenciatura en Letras Modernas de la Universidad Nacional de Córdoba. Miembro del equipo de investigación "Emociones, temporalidades, imágenes: hacia una crítica de la sensibilidad neoliberal" del Centro de Investigaciones de la Facultad de Filosofía y Humanidades de la Universidad Nacional de Córdoba.

Publicado

2021-08-16

Como Citar

Murugarren, M. (2021). Reflexões autobiográficas sobre a representação de corpos intersex e ativismo cultural. Revista Periódicus, 1(16), 190–199. Recuperado de https://periodicos.ufba.br/index.php/revistaperiodicus/article/view/42935

Edição

Seção

DOSSIÊ 16 - Intersexualidade: desafios de gênero