Primeiras formulações do Programa Comunista para o Brasil

Autores

  • João Quartim de Moraes Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.9771/gmed.v2i2.9580

Palavras-chave:

Marxismo. Comunimo. História. Esquerda. Brasil.

Resumo

Para Marx e Engels, o comunismo não é um projeto, mas um movimento real cujo pressuposto é o desenvolvimento do capitalismo. Após a revolução de Outubro 1917, o partido de Lênin passou a se chamar comunista, bem como a III Internacional que ele fundou. Graças ao livro pioneiro de Octávio Brandão, o Partido Comunista do Brasil (PCB), já em 1924, ofereceu uma contribuição original à análise da sociedade brasileira. O encontro do positivismo e do comunismo, no final dos anos 1920, configurou a expressão mais avançada da cultura política da esquerda brasileira. Nas décadas seguintes, grandes intelectuais comunistas foram protagonistas da elaboração do programa nacional-democrático da revolução social brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Quartim de Moraes, Universidade Estadual de Campinas

Graduou-se em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade de São Paulo (1964), graduação em Filosofia pela Universidade de São Paulo (1964), licenciou-se em Filosofia pela Universidade de São Paulo (1964) e doutorou-se (Doctorat D'État en Science Politique) na Fondation Nationale de Science Politique da Academia de Paris (1982). Foi professor titular da Universidade Estadual de Campinas de 1982 a 2005. Após aposentar-se, retomou as artividades docentes na condição de professor colaborador voluntário na mesma Universidade. Desenvolveu pesquisas e publicou artigos e livros nas áreas de história da filosofia antiga, teoria política, materialismo, marxismo, instituições brasileiras etc.Graduou-se em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade de São Paulo (1964), graduação em Filosofia pela Universidade de São Paulo (1964), licenciou-se em Filosofia pela Universidade de São Paulo (1964) e doutorou-se (Doctorat D'État en Science Politique) na Fondation Nationale de Science Politique da Academia de Paris (1982). Foi professor titular da Universidade Estadual de Campinas de 1982 a 2005. Após aposentar-se, retomou as artividades docentes na condição de professor colaborador voluntário na mesma Universidade. Desenvolveu pesquisas e publicou artigos e livros nas áreas de história da filosofia antiga, teoria política, materialismo, marxismo, instituições brasileiras etc.

Downloads

Publicado

2010-12-19

Como Citar

Moraes, J. Q. de. (2010). Primeiras formulações do Programa Comunista para o Brasil. Germinal: Marxismo E Educação Em Debate, 2(2), 9–19. https://doi.org/10.9771/gmed.v2i2.9580