Da acumulação primitiva à moderna expropriação na Amazônia paraense: reflexões à luz da teoria crítica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.9771/gmed.v13i2.45090

Palavras-chave:

Amazônia paraense, acumulação primitiva, expropriação, Teoria Crítica

Resumo

Este texto aborda os processos de expropriação que se dão, historicamente, sobre a região amazônica, em particular a Amazônia paraense, a partir da sua subordinação às relações sociais de produção capitalista o que se deu (e se dá), em função da presença nela de recursos naturais imprescindíveis ao processo produtivo capitalista. Baseado em Pesquisa Bibliográfica e Documental, o texto objetiva demonstrar como a produção de riqueza – pela via da implantação de grandes projetos econômicos/infraestruturais na região -, (re)produz a expropriação dos meios de reprodução social dos(as) amazônidas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nádia Socorro Fialho Nascimento, Universidade Federal do Pará

Doutora. Professora da Universidade Federal do Pará. Membra do Grupo de Pesquisa Política Urbana e Movimentos Sociais na Amazônia globalizada - http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/269765. Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/0757907626776627. Orcid: http://orcid.org/0000-0003-1712-6622. E-mail: nadiasfialho@gmail.com

Maria Elvira Rocha de Sá, Universidade Federal do Pará

Doutora. Professora da Universidade Federal do Pará. Membra do Grupo de Pesquisa Política Urbana e Movimentos Sociais na Amazônia globalizada - http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/269765. Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/9993934259448457. Orcid: https://orcid.org/0000-0003-1403-9347. E-mail: marel.rdsa@gmail.com.

Referências

BARCARENA LIVRE INFORMA 1: 37 anos de desastres ambientais em Barcarena. Belém: IBASE, v. 1, 2016.

BEAUD, M. História do capitalismo, de 1500 a nossos dias. São Paulo: Brasiliense, 1987.

CASTELO, R. (org.). Encruzilhadas na América Latina no Século XXI. Rio de Janeiro: Pão e Rosas, 2010.

DATASUS. Disponível em: http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/tabcgi.exe?cnes/cnv/leiintbr.def. Acesso em: 03 Jul 2021.

FIALHO NASCIMENTO, N. S. Desenvolvimento Capitalista e “Questão Social”: notas para o debate. In: Revista Praia Vermelha: estudos de política e teorias social. Rio de Janeiro: UFRJ. Nº 10, 2004.

FIALHO NASCIMENTO, N. S. Amazônia e Desenvolvimento Capitalista: Elementos para uma compreensão da “Questão Social” na região. 2006. Tese Doutorado. Programa de Pós-Graduação em Serviço Social/Escola de Serviço Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2006.

FOLADORI, G. Limites do Desenvolvimento Sustentável. Tradução de Marise Manoel. São Paulo: Editora da UNICAMP: Imprensa Oficial, 2001.

FONTES, V. O Brasil e o capital-imperialismo. Teoria e história. Brasil: EPSJV/Fiocruz e UFRJ, 2010.

FRIGOTTO, G. Crise do capital e metamorfose conceitual no campo educacional. In: Pablo Gentilli (org.). Pedagogia da exclusão: o neoliberalismo e a crise da escola pública. Petrópolis: Vozes, 1995.

GALEANO, E. As veias abertas da América Latina. Tradução de Galeano de Freitas. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1985.

GUERRA, G. Desenvolvimento territorial na Amazônia: rural e urbano como faces da mesma moeda. In: Ana Claudia Duarte Cardoso (org.). O rural e o urbano na Amazônia: diferentes olhares em perspectivas. Belém: EDUFPA, 2006.

HARVEY, D. O novo imperialismo. 6ª Ed. São Paulo: Edições Loyola, 2004.

HARVEY, D. O enigma do capital e as crises do capitalismo. São Paulo: Boitempo, 2011.

LEAL, A.L. Grandes Projeto Amazônicos: dois casos precursores. 1996. Tese (Doutorado) – PUC, São Paulo, 1996.

LENIN, V.I. Imperialismo: fase superior do capitalismo. Tradução de Olinto Beckerman. São Paulo, Global Editora, 1982.

LUXEMBURGO, R. A Acumulação do Capital: contribuição ao estudo econômico do imperialismo. Tradução de Marijane Vieira Lisboa. São Paulo: Nova Cultural, 1988.

MAGALHÃES FILHO. F. Grandes projetos ou grande projeto? In: COSTA, J.M.M. (Coord.). Os Grandes projetos da Amazônia: impactos e perspectivas. Caderno NAEA. Belém: NAEA/UFPA, n. 9, 1987.

MALHEIRO, B.C.P.; PORTO-GONÇALVES, C.W.; MICHELOTTI, F. Horizontes amazônicos: para repensar o Brasil e o mundo. 1º Ed. São Paulo: Fundação Rosa Luxemburgo; Expressão Popular, 2021.

MANDEL, E. Capitalismo Tardio. Tradução de Carlos Eduardo Silveira. São Paulo, Nova Cultural, Os Economistas, 1985.

MARQUES, G. Estado e desenvolvimento na Amazônia: a inclusão amazônica na reprodução capitalista brasileira. 2007. Tese Doutorado. Programa de Pós-Graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2007.

MARQUES, G. Amazônia: uma moderna colônia energético-mineral? Universidade e Sociedade. Ano XXI, nº 49, jan, 2012. Brasília: Andes-SN, 2012.

MARX, K. O Capital. Crítica da Economia Política. Livro I, volume IV, [s.l], Bertrand Brasil, 1989.

MARX, K. Manifesto do Partido Comunista. Porto Alegre: L&MP, 2001.

NETTO, J.P. Cinco notas a propósito da “questão social”. In: Temporalis. Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social – Ano 2, n. 3 (jan./jun. 2001). Brasília: ABEPSS, Grafline, 2001.

PANDOLFO, C. Amazônia Brasileira: ocupação, desenvolvimento e perspectivas atuais e futuras. Belém: CEJUP, 1994.

PORTO-GONÇALVES, C. W. Amazônia, Amazônias. São Paulo: Contexto, 2001.

SÁ, M.E.R; FIALHO NASCIMENTO, N.S.; CRUZ, S.H.R.; CARDOSO, W.S. Desenvolvimento e desigualdade na Amazônia brasileira. In: CASTRO, E.R.; FIGUEIREDO, S.L. (orgs.). Sociedade, Campo Social e Espaço Público. Belém: NAEA, 2014.

SWEEZY, P.M. Teoria do desenvolvimento capitalista - Princípios de economia política marxista. Tradução de Waltensir Dutra. Rio de Janeiro, Zahar, 1985.

TRATABRASIL. Disponível em https://www.painelsaneamento.org.br/localidade?id=151. Acesso em 03 Jul 2021.

Downloads

Publicado

2021-09-17

Como Citar

Nascimento, N. S. F., & de Sá, M. E. R. (2021). Da acumulação primitiva à moderna expropriação na Amazônia paraense: reflexões à luz da teoria crítica. Germinal: Marxismo E Educação Em Debate, 13(2), 381–393. https://doi.org/10.9771/gmed.v13i2.45090