Conglomerado de aparelhos privados de hegemonia empresariais Lemann e sócios

Autores

  • Adriana Medeiros Farias Universidade Estadual de Londrina

DOI:

https://doi.org/10.9771/gmed.v13i2.44302

Palavras-chave:

conglomerado de Aparelhos Privados de Hegemonia Empresariais Lemann e sócios, educação, Fundação Lemann.

Resumo

Diante da expansão do capital, que aprofunda a extração de mais-valor sob a expropriação de direitos e que exige a conformação da classe trabalhadora para a sociabilidade burguesa, o objetivo do artigo é analisar o conglomerado de aparelhos privados de hegemonia empresariais Lemann e sócios e suas intervenções na educação pública. O artigo se vincula a uma pesquisa documental, referenciada no materialismo histórico-dialético. A análise conclui que a Fundação Estudar, o Instituto Social para Motivar, Apoiar e Reconhecer Talentos e a Fundação Lemann são o núcleo originário do conglomerado que dirige as ações de hegemonia de forma orgânica e capilarizada, com a finalidade de generalizar concepções de educação e de mundo das frações empresariais da burguesia à classe trabalhadora.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriana Medeiros Farias, Universidade Estadual de Londrina

Doutora em Educação pela UNICAMP. Professora Associada do Departamento de Educação da Universidade Estadual de Londrina. Pesquisadora-Líder do Grupo de Pesquisa Educação, Estado Ampliado e Hegemonias. Lattes: http://lattes.cnpq.br/0773390467001092. Orcid: https://orcid.org/0000-0001-7911-8711. E-mail: adrianafarias@uel.br

Referências

ABONG. Quem Somos: estatuto social, 2016. Disponível em: https://abong.org.br/quem-somos/estatuto-social/. Acesso em: 23 set. 2020.

ASSOCIAÇÃO NOVA ESCOLA. Quem somos, [2018]. Disponível em: https://novaescola.org.br/quem-somos. Acesso em: 20 out. 2020.

BIANCHI, Álvaro. O Laboratório de Gramsci: filosofia, história e política. São Paulo: Alameda, 2008.

BIANCHI, Álvaro. O ministério dos industriais: a Federação das Indústrias do estado de São Paulo na crise das décadas de 1980 e 1990. Tese de Doutorado em Ciências Sociais e Ciência Política, Campinas: Universidade Estadual de Campinas, 2004.

BRASIL. Lei 13.019, de 31 de julho de 2014. Estabelece o regime jurídico das parcerias entre a administração pública e as organizações da sociedade civil, em regime de mútua cooperação, para a consecução de finalidades de interesse público e recíproco, mediante a execução de atividades ou de projetos previamente estabelecidos em planos de trabalho inseridos em termos de colaboração, em termos de fomento ou em acordos de cooperação; define diretrizes para a política de fomento, de colaboração e de cooperação com organizações da sociedade civil; e altera as Leis nº 8.429, de 2 de junho de 1992, e 9.790, de 23 de março de 1999. (Redação dada pela Lei nº 13.204, de 2015). Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l13019.htm. Acesso em: 02 jun. 2018.

BRASIL. Lei nº 13.204, de 14 de dezembro de 2015. Altera a Lei nº 13.019, de 31 de julho de 2014, “que estabelece o regime jurídico das parcerias voluntárias, envolvendo ou não transferências de recursos financeiros, entre a administração pública e as organizações da sociedade civil, em regime de mútua cooperação, para a consecução de finalidades de interesse público; define diretrizes para a política de fomento e de colaboração com organizações da sociedade civil; institui o termo de colaboração e o termo de fomento [...] .Disponível em: 1935.http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2015/Lei/L13204.htm#art1. Acesso em: 02 jun. 2018.

BRASIL. Lei nº 9.790, de 23 de março de 1999. Dispõe sobre a qualificação de pessoas jurídicas de direito privado, sem fins lucrativos, como Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público, institui e disciplina o Termo de Parceria, e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/l9790.htm. Acesso em: 02 jun. 2018.

BRASILIANA ICONOGRÁFICA. [2018]. Disponível em: https://www.brasilianaiconografica.art.br/. Acesso em: 20 out. 2020.

CENTRO Lemann para o empreendedorismo e inovação na educação brasileira promove seminário internacional. GIFE. 03 ago. 2015. Disponível em: https://gife.org.br/centro-lemann-para-o-empreendedorismo-e-inovacao-na-educacao-brasileira-promove-seminario-internacional/. Acesso em: 21 out. 2020.

CONSED e Centro Lemann farão acordo de cooperação para estudos sobre educação. Consed. 07 ago. 2015. Disponível em: http://portal.consed.org.br/central-de-conteudos/consed-e-centro-lemann-farao-acordo-de-cooperacao-para-estudos-sobre-educacao. Acesso em: 21 out. 2020.

CORREIA, Cristiane. Sonho grande. Como Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Beto Sicupira revolucionaram o capitalismo brasileiro e conquistaram o mundo. Rio de Janeiro: Sextante, 2013.

COURSERA. [2018]. Disponível em: https://pt.coursera.org/. Acesso em: 21 out. 2020.

COUTINHO, Carlos Nelson. Gramsci: um estudo sobre seu pensamento político. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1999.

DREIFUSS, René Armand. 1964: a conquista do Estado. Ação política, poder e golpe de classe. 5. ed. Petrópolis (RJ): Vozes, 1987.

EDUCAÇÃO conectada: BNDES e MEC lançam chamada pública. Fundação Lemann, Pinheiros-SP, 27 abr. 2018. Disponível em: https://fundacaolemann.org.br/noticias/educacao-conectada-bndes-e-mec-lancam-chamada-publica. Acesso em: 21 out. 2020.

ENDEAVOR GREECE. Missão [2018]. Disponível em: https://endeavor.org.gr/mission/. Acesso em: 19 out. 2020.

FONTES, Virgínia. Capitalismo filantrópico?. Marx e o Marxismo-Revista do NIEP-Marx, v. 8, n. 14, 2020.

FONTES, Virgínia. O Brasil e o capital-imperialismo: teoria e história. Rio de Janeiro: EPSJV/UFRJ, 2010.

FOUNDATION. Propósito, [2018a]. Disponível em: https://www.fundraiso.ch/sponsor/j-p-lemann-foundation#hrnews. Acesso em: 29 set. 2020.

FREITAS, Luiz Carlos de. A reforma empresarial da educação: nova direita, velhas ideias. São Paulo: Expressão Popular, 2018.

FUNDAÇÃO ESTUDAR. Relatório anual, 2019. São Paulo: Fundação Estudar, 2019. Disponível em: Relatório de 2019. Disponível em: https://issuu.com/estudar/docs/relatorio-digital-duplas. Acesso em: 12 abr. 2021.

FUNDAÇÃO ESTUDAR. Relatório anual, 2003-2004. São Paulo: Fundação Estudar, 2004. Disponível em: Disponível em: https://issuu.com/estudar/docs/relat_rio_anual_2004/23. Acesso em: 20 out. 2020.

FUNDAÇÃO ESTUDAR. Relatório anual, 2002-2003. São Paulo: Fundação Estudar, 2003. Disponível em: https://issuu.com/estudar/docs/relatorio2003. Acesso em: 12 abr.2021.

FUNDAÇÃO LEMANN. NOTÍCIA 18 dezembro 2018 | 17h00. Por uma gestão de pessoas para pessoas. Disponível em: https://fundacaolemann.org.br/noticias/por-uma-gestao-de-pessoas-para-pessoas Assinado por: Denis Mizne, Diretor Executivo da Fundação Lemann, Eloy Machado, Presidente do Instituto República, Georgia Pessoa, Diretora Executiva do Instituto Humanize, Leticia Piccolotto, Diretora Presidente da Fundação Brava. Artigo originalmente publicado no jornal impresso Correio Braziliense em 17/12/2018. Disponível em: https://fundacaolemann.org.br/noticias/por-uma-gestao-de-pessoas-para-pessoas. Acesso em: 12 abr. 2021.

FUNDAÇÃO LEMANN. Relatório Anual, 2019. São Paulo: Fundação Lemann. Disponível em: https://fundacaolemann.org.br/materiais/relatorio-anual-2019. Acesso em: 12 abr. 2021.

FUNDAÇÃO LEMANN. Relatório Anual, 2015. São Paulo: Fundação Lemann. Disponível em: https://fundacaolemann.org.br/storage/materials/qgV8uhX97MG5SVCJXuVSko1G9OMxAUlTJITWll0p.pdf. Acesso em: 21 out. 2020.

FUNDAÇÃO LEMANN. Relatório Anual, 2003. São Paulo: Fundação Lemann. Disponível em: https://storage.googleapis.com/site_liderancas/Livro%20Talentos%20da%20Educacao%202016.pdf. Acesso em: 21 out. 2020.

FUNDAÇÃO LEMANN. Relatório Anual, 2002. São Paulo: Fundação Lemann. Disponível em: https://fundacaolemann.org.br/materiais/relatorio-anual-2002. Acesso em: 12 abr. 2021.

GEEKIE. [2020]. Disponível em: http://www.geekie.com.br/. Acesso em: 20 jun. 2021.

GRAMSCI, Antonio. Cadernos do Cárcere. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001, vol. 1.

GRAMSCI, Antonio. Cadernos do Cárcere. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001, vol. 2.

GRAMSCI, Antonio, 1891-1937 Cadernos do cárcere, volume 2 [recurso eletrônico]: os intelectuais, o princípio educativo, jornalismo / Antonio Gramsci; tradução Carlos Nelson Coutinho. - 1. ed. - Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2017 (p.12).

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). As fundações privadas e associações sem fim lucrativo no Brasil. Estudos & Pesquisas: informação econômica, Rio de Janeiro, n. 20, 2012. Disponível em: ftp://ftp.ibge.gov.br/Fundacoes_Privadas_e_Associacoes/2010/fasfil.pdf. Acesso em: 05 mai. 2018.

INSTITUTO SOCIAL PARA MOTIVAR, APOIAR E RECONHECER TALENTOS (ISMART). Relatório de atividades 2018-2019. Rio de Janeiro, 2019. Disponível em: https://relatoriodeatividades2019.ismart.org.br/assets/RA_Completo_4outubro19.pdf. Acesso em: 21 out. 2020.

INSTITUTO SOCIAL PARA MOTIVAR, APOIAR E RECONHECER TALENTOS (ISMART). Relatório de Atividades 2017. Rio de Janeiro, 2017. Disponível em: https://www.ismart.org.br/wp-content/uploads/2017/12/Relatorio_Atividades_Ismart_2017.pdf. Acesso em: 21 out. 2020.

INSTITUTO SOCIAL PARA MOTIVAR, APOIAR E RECONHECER TALENTOS (ISMART). Relatório de atividades 2007. Rio de Janeiro, 2007. Disponível em: https://www.ismart.org.br/wp-content/uploads/2014/05/Relatorio_Anual_2007.pdf. Acesso em: 21 out. 2020.

KHAN ACADEMY BRASIL. Disponível em: https://pt.khanacademy.org/brasil. Acesso em: 21 out. 2020.

LEMANN CENTER: for educational entrepreneurship and innovation in Brazil. 2020. Disponível em: https://lemanncenter.stanford.edu/. Acesso em: 21 out. 2020.

LEMANN FOUNDATION. Propósito, [2018a]. Disponível em: https://www.fundraiso.ch/sponsor/j-p-lemann-foundation#hrnews. Acesso em: 29 set. 2020.

LEMANN FOUNDATION. Nosso Fundador, [2018b]. Disponível em: https://fundacaolemann.org.br/en/our-founder. Acesso em: 21 out. 2020.

LIGUORI, Guido; VOZA, Pasquale (Org.). Dicionário Gramsciano (1926-1937). São Paulo: Boitempo, 2017.

MARCO REGULATÓRIO DAS ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL (MROSC). Lei 13019 de 2014. Secretaria de Governo da Presidência da República, Laís de Figueiredo Lopes, Bianca dos Santos e Viviane Brochardt – Brasília: Presidência da República, 2016. 130p. Disponível em: http://portal.convenios.gov.br/images/docs/MROSC/Publicacoes_SG_PR/LIVRETO_MROSC_WEB.pdf. Acesso em: 02 jun. 2018.

MENDONÇA, Sônia Regina de. O Estado Ampliado como ferramenta metodológica. Marx e o Marxismo, v.2, n.2, jan./jul. 2014, pp. 27-43.

MENDONÇA, Sônia Regina de. O ruralismo brasileiro. São Paulo: Ed. Hucitec, 1997.

MIRANDA, Aline Barbosa. Os impasses das ações de duas organizações do terceiro setor na educação pública mineira e paulista na primeira década de 2000. 2013. Orientadora: Lisete Regina Gomes Arelaro. 412f. Tese (Doutorado em Educação)- Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013.

MONTAÑO, Carlos. Terceiro setor e questão social: crítica ao padrão emergente de intervenção social. São Paulo: Cortez, 2002.

MOTTA, Vania; ANDRADE, Maria Carolina Pires de. Empresariamento da educação de novo tipo: mercantilização, mercadorização e subsunção da educação ao empresariado. Revista Desenvolvimento e Civilização, Rio de Janeiro, v. 1, n. 1, p. 64-86, jan./jun. 2020. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/rdciv/article/view/54751. Acesso em: 05 mar. 2021.

O ESTADO DE SÃO PAULO. Coleção Brasiliana agora é da Pinacoteca. Do Portal do Governo, 2007. Disponível em: https://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/na-imprensa/colecao-brasiliana-agora-e-da-pinacoteca/. Acesso em: 24 out. 2020.

PEREIRA, Jennifer Nascimento; EVANGELISTA, Olinda. Quando o capital educa o educador: BNCC, Nova Escola e Lemann. Movimento - Revista de Educação, Niterói, n. 10, p. 65-90, jan./jun. 2019. Disponível em: https://periodicos.uff.br/revistamovimento/article/view/32664. Acesso em: 21 jan. 2020.

QEDU. Sobre o QEdu, [2018]. Disponível em: https://www.qedu.org.br/sobre. Acesso em: 21 out. 2020.

REDE DE AÇÃO POLÍTICA PELA SUSTENTABILIDADE (RAPS), [2021]. Disponível em: https://www.raps.org.br/institucional/. Acesso em: 21 mar. 2021.

REDE DE AÇÃO POLÍTICA PELA SUSTENTABILIDADE (RAPS). Rede de Lideranças, [2018]. Disponível em: https://www.raps.org.br/rede-de-liderancas/?m_estado=pr&m_quem_procura=todos#resultado-busca. Acesso em: 21 out. 2020.

SAKATA, Kelly Letícia; LIMA, Michelle Fernandes. O Programa Gestão para a Aprendizagem da Fundação Lemann em duas redes municipais de ensino do Paraná. Práxis Educativa, Ponta Grossa, v. 14, n. 2, p. 527-544, maio/ago. 2019. Disponível em: http://www.revistas2.uepg.br/index.php/praxiseducativa. Acesso em: 05 mar. 2021.

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS. Lei nº 8.167/10 de 19 de agosto de 2010. Autoriza o Poder Executivo, por intermédio da Secretaria de Educação, a celebrar Termo de Cooperação com a Lemann Foundation, para a realização do curso "Líderes em Gestão Escolar", voltado aos educadores da Rede de Ensino Municipal, e dá outras providências. São José dos Campos: Câmara Municipal, [2010]. Disponível em: Disponível em: http://servicos2.sjc.sp.gov.br/legislacao/Leis/2010/8167.pdf. Acesso em: 21 out. 2020.

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS. Lei nº 8.788 de 23 de agosto de 2012. Autoriza o poder executivo, por intermédio da secretaria de educação, a celebrar termo de cooperação com o Instituto Lemann para o desenvolvimento do projeto quadrado mágico voltado aos professores e alunos dos quintos anos de três escolas da rede municipal de ensino, e dá outras providências. São José dos Campos: Prefeitura do Município, 2012. Disponível em: https://leismunicipais.com.br/prefeitura/sp/sao-jose-dos-campos?o=&q=LEI+N%C2%BA+8788%2C+DE+23%2F08%2F2012+. Acesso em: 22 out. 2020.

YOUTUBE/EDU [S.l: s. n.], 2013. 1 vídeo (0:30s). Publicado pelo canal Youtube Edu. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=_5cvQ7K8Gbc. Acesso em: 22 out. 2020.

Apêndice I

RELATÓRIOS E SITES UTILIZADOS NA COLETA DE DADOS

AMBEV. Diretoria e Conselho de Administração, [2021]. Disponível em: http://ri.ambev.com.br/visao-geral/diretoria-e-conselho-de-administracao/. Acesso em: 20 jun. 2021.

BRASIL. Senado Federal. Relatório Legislativo de 08 de agosto de 2017. Apreciação da indicação de nome para o cargo de Presidente da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Relator: Armando Monteiro. Disponível em: https://legis.senado.leg.br/sdleg-getter/documento?dm=6356651&disposition=inline. Acesso em: 22 out. 2020.

FUNDAÇÃO FEAC. Nossa história [2018]. Disponível em: https://www.feac.org.br/nossa-historia/. Acesso em: 21 out. 2020.

FUNDAÇÃO LEMANN. Talentos da educação. São Paulo: Lemann, 2016. Disponível em: https://storage.googleapis.com/site_liderancas/Livro%20Talentos%20da%20Educacao%202016.pdf. Acesso em: 21 out. 2020.

ILONA MARIA LUSTOSA BECSKEHAZY FERRÃO DE SOUSA. Perfil do currículo Lattes. In: CURRÍCULO LATTES, [2018]. Disponível em: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4617956H6. Acesso em: 21 out. 2020.

INSTITUTO SOCIAL PARA MOTIVAR, APOIAR E RECONHECER TALENTOS (ISMART). Regulamento do processo seletivo ISMART 2020. São Paulo: ISMART, 2020. Disponível em: https://www.ismart.org.br/wp-content/uploads/2020/04/Regulamento_2020_Versao_FINAL.pdf. Acesso em: 21 out. 2020.

INSTITUTO SOCIAL PARA MOTIVAR, APOIAR E RECONHECER TALENTOS (ISMART). Disponível em: http://www.ismart.org.br/. Acesso em: 21 out. 2020.

MARCEL Herrmann Telles: o brasileiro que revolucionou a Brahma e criou a cultura “tipo exportação” com Lemann e Sicupira. InfoMoney, [2018]. Disponível em: https://www.infomoney.com.br/perfil/marcel-herrmann-telles/. Acesso em: 21 out. 2020.

PAULO RENATO COSTA SOUSA. In: Fundação Getúlio Vargas, Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil (FGV CPDOC), [2018]. Disponível em: http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/dicionarios/verbete-biografico/paulo-renato-costa-sousa. Acesso em: 21 out. 2020.

PETER NOBEL. Academic background. In: Nobel & Hug, [2018]. Disponível em: http://www.nobel-hug.ch/pt/team/nobel.html. Acesso em: 22 out. 2020.

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS. Lei nº. 8016/09 de 18 de dezembro de 2009. Autoriza o Poder Executivo, por intermédio da Secretaria de Educação, a celebrar convênio com o Instituto Social MariaTelles- ISMART, e dá outras providências. São José dos Campos: Prefeitura do Município, 2012. Disponível em: https://servicos2.sjc.sp.gov.br/legislacao/Leis/2009/8016.pdf. Acesso em 12 abr. 2021.

SOUSA, Ilona Maria Lustosa Becskehazy Ferrão. Institucionalização do direito à educação de qualidade: o caso de Sobral, CE. 443 f., 2018. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo. São Paulo, 2018. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-04122018175052/publico/ILONA_BECSKEHAZY_rev.pdf. Acesso em: 28 set. 2020.

TEIXEIRA, Alexandre. A arte de empreender, segundo Beto Sicupira. Núcleo de Varejo da ESPM, 30 nov. 2009. Disponível em: https://varejo.espm.br/412/a-arte-de-empreender-segundo-beto-sicupira. Acesso em: 22 out. 2020.

Downloads

Publicado

2021-09-17

Como Citar

Farias, A. M. (2021). Conglomerado de aparelhos privados de hegemonia empresariais Lemann e sócios. Germinal: Marxismo E Educação Em Debate, 13(2), 735–765. https://doi.org/10.9771/gmed.v13i2.44302