TRABALHO E EDUCAÇÃO NA PERSPECTIVA SOCIALISTA: A EXPERIÊNCIA DE PISTRAK NA ESCOLA COMUNA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.9771/gmed.v10i2.24443

Palavras-chave:

Trabalho e Educação. Escola do Trabalho. Pistrak. Formação Integral. Prática Educativa.

Resumo

O artigo  apresenta a experiência do pedagogo russo Moisey Mikhailovich Pistrak (1888-1937), um dos líderes ativos das duas primeiras décadas de construção da escola soviética e do desenvolvimento da pedagogia marxista. O texto estrutura-se em dois eixos. O primeiro apresenta, em linhas gerais, as bases e os princípios que orientaram a Escola do Trabalho durante a Revolução Russa e o segundo apresenta a experiência de Pistrak e uma equipe de educadores na escola-comuna que dirigiu durante o período de 1918 a 1923.  Considera-se a obra de fundamental importância no que se refere aos aspectos pedagógicos da relação trabalho-educação naquilo que foi a experiência socialista e referência para a construção de processos educativos que tomam o trabalho como princípio educativo, bem como a autogestão e o coletivismo. Além de divulgar as experiências educativas desenvolvidas durante a construção do socialismo na Rússia Soviética após a Revolução de 1917.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adilene Gonçalves Quaresma, Programa de Pós-graduação em Gestão Social, Educação e Desenvolvimento Local da UNA

Doutora em Educação (2011), pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG, Mestre em Tecnologia área de concentração: Educação Tecnológica (2004), pelo Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais CEFET-MG, especialista em Gestão Teórico-Prática (1999), pelo Centro Universitário Newton Paiva e graduada em Pedagogia (1994), pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG. Atualmente é professora no Mestrado Profissional Interdisciplinar em Gestão Social, Educação e Desenvolvimento Local, no Centro Universitário UNA, no qual orienta pesquisas de caráter interdisciplinar e desenvolve pesquisa sobre os aspectos pedagógicos da formação no mestrado profissional e nos cursos de Pedagogia do Centro Universitário Una e da Faculdade da Cidade de Santa Luzia. Tem experiência como professora e coordenadora pedagógica na Educação Básica em escolas públicas e particulares, destacando-se experiência como coordenadora pedagógica e professora na Educação Infantil, no Ensino Fundamental no Ciclo Inicial de Alfabetização e Letramento, EJA, coordenação de projetos de Educação Ambiental e assessoria de escolas na construção do Projeto Político-Pedagógico. As pesquisas no mestrado e no doutorado, tiveram como temática a relação trabalho-educação em experiências de educação para trabalhadores do campo e da cidade e os artigos em livro, revistas e congressos têm discutido a pedagogia da relação trabalho-educação; Ontologia do Trabalho; Pedagogia do Trabalho; Pedagogia Dialética; Politecnia; Formação Humana Integrada; Educação do/no Campo; Pedagogia no/do MST; Pedagogia da Práxis; Teoria da Complexidade e Pedagogia; Gestão Social, Educação e Desenvolvimento Local; Gestão Escolar; Projeto Político-Pedagógico;Alfabetização e Letramento,Interdisciplinaridade no Ensino Superior e Mestrado Profissional.

Downloads

Publicado

2018-09-17

Como Citar

Quaresma, A. G. (2018). TRABALHO E EDUCAÇÃO NA PERSPECTIVA SOCIALISTA: A EXPERIÊNCIA DE PISTRAK NA ESCOLA COMUNA. Germinal: Marxismo E Educação Em Debate, 10(2), 12–25. https://doi.org/10.9771/gmed.v10i2.24443