O tempo longo e a obra: exigências da história

Autores

  • Maria de Fátima Rodrigues Pereira Universidade Tuiuti do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.9771/gmed.v9i3.23830

Palavras-chave:

Revolução Russa, politica, estado, ideologia

Resumo

Resenha-se o livro de Mauri Iasi, lançado neste ano de 2017 pela Instituto Caio Prado Jr., intitulado Política, Estado e ideologia na trama conjuntural. Esta obra é composta por duas partes: a primeira de cunho teórico e a segunda com temas da conjuntura dos governos do partido dos trabalhadores (PT). Em virtude da abordagem teórica dos temas tratados esta obra pode ser incluída no conjunto daquelas que de algum modo lembram e festejam os cem anos da Revolução Russa de outubro de 1917. Por conta disso, fazem-se apontamentos sobre as contribuições da referida Revolução a todo o século XX. As relações entre a obra de Iasi e a Revolução Russa impõe considerar a categoria longa duração, um século, contribuição da Escola dos Annales (1929), na sua primeira geração, afinal, lá como cá um espectro ronda o mundo – o comunismo. A obra de Iasi trata dos temas com rigor, algumas vezes com heroína, sempre com erudição e compromisso político revolucionário. 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria de Fátima Rodrigues Pereira, Universidade Tuiuti do Paraná

Possui graduação em História pela Universidade de Coimbra (1976), mestrado em Metodologia de Educação pela Universidade Estadual do Centro-Oeste em convenio com a UNICAMP(1999) e doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas UNICAMP (2007). Atualmente é professor da Rede Pública de Ensino, professora de ensino superior da Fundação Universidade do Contestado - Campus Curitibanos e Campus Caçador. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: história, educação, ensino, pesquisa e escola.

Referências

IASI, Mauro. Política, Estado e ideologia na trama conjuntural. São Paulo: Instituto Caio Prado Junior, 2017, 144 p.

Downloads

Publicado

2017-12-16

Como Citar

Pereira, M. de F. R. (2017). O tempo longo e a obra: exigências da história. Germinal: Marxismo E Educação Em Debate, 9(3), 377–385. https://doi.org/10.9771/gmed.v9i3.23830