REFLEXÕES SOBRE A FORMAÇÃO INTEGRADA NA EXPERIÊNCIA PROEJA /FIC-PRONATEC EM GOIÂNIA

Autores

  • Mad Ana Desirée Ribeiro Castro Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás
  • Sebastião Cláudio Barbosa Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.9771/gmed.v10i2.22603

Palavras-chave:

Experiência Proeja/Fic-Pronatec, trabalho, formação integrada.

Resumo

Este trabalho reflete sobre os pressupostos da formação integrada contidos no Documento Base do Proeja Fic, norteadores da experiência Proeja/Fic-Pronatec em Goiânia. Foram discutidos os fundamentos ontológico-históricos, teleológicos e expressão da práxis do trabalho, compreendendo-os como princípios da formação integrada e também como possibilidades de empreender processos educativos emancipatórios. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mad Ana Desirée Ribeiro Castro, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás

Professora efetiva do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás, Doutora em Educação. Pesquisadora na área de Educação Profissional e Tecnológica, Formação Integrada e Educação de Jovens e Adultos.

Sebastião Cláudio Barbosa, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás

Professor efetivo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás. Doutor em Educação. Pesquisador na área de Formação Integrada e Educação de Jovens e Adultos.

Downloads

Publicado

2018-09-17

Como Citar

Castro, M. A. D. R., & Barbosa, S. C. (2018). REFLEXÕES SOBRE A FORMAÇÃO INTEGRADA NA EXPERIÊNCIA PROEJA /FIC-PRONATEC EM GOIÂNIA. Germinal: Marxismo E Educação Em Debate, 10(2), 114–123. https://doi.org/10.9771/gmed.v10i2.22603