O SUJEITO OCULTO DO CAPITAL E A METAFÍSICA DA ECONOMIA POLÍTICA SEGUNDO MARX

Autores

  • Glauber Lopes Xavier Universidade Estadual de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.9771/gmed.v9i2.21885

Palavras-chave:

Crítica da economia política. Teoria do valor-trabalho. Economia neoclássica.

Resumo

No artigo em questão é realizada breve reflexão sobre a crítica da economia política de Marx e como ela permite, enquanto teoria e método, o deslindamento da economia capitalista. Com esse propósito, num primeiro momento é realizada uma discussão acerca das principais escolas do pensamento econômico que foram alvo da crítica da economia política de Marx e, num segundo momento, os fundamentos da crítica são considerados com o fito de se desvelar a essência dos fenômenos econômicos e sociais, escamoteados pela economia neoclássica por meio de seus pressupostos teóricos e seu instrumental metodológico.

Biografia do Autor

Glauber Lopes Xavier, Universidade Estadual de Goiás

Doutor em Sociologia pela Universidade Federal de Goiás. Realizou estágio pós-doutoral em Ciências Sociais, Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (CPDA/UFRRJ). Professor efetivo da Universidade Estadual de Goiás, atuando no curso de Ciências Econômicas e no Mestrado Interdisciplinar em Territórios e Expressões Culturais no Cerrado (TECCER). Bolsista Probip, da Universidade Estadual de Goiás. Conduz pesquisas a partir das seguintes temáticas: economia política; marxismo; Estado; imperialismo; capitalismo periférico latino-americano e questão agrária.

Downloads

Publicado

2017-09-01

Como Citar

Xavier, G. L. (2017). O SUJEITO OCULTO DO CAPITAL E A METAFÍSICA DA ECONOMIA POLÍTICA SEGUNDO MARX. Germinal: Marxismo E Educação Em Debate, 9(2), 48–60. https://doi.org/10.9771/gmed.v9i2.21885