INSTITUIÇÕES PRIVADAS DE ENSINO SUPERIOR NO RIO GRANDE DO SUL: ORGANIZAÇÃO FLEXÍVEL E SITUAÇÕES ATUAIS DO TRABALHO DOCENTE

Autores

  • Ricardo Gonçalves Severo Universidade Federal de Rio Grande
  • Carolina Fleck Universidade Federal do Pampa

DOI:

https://doi.org/10.9771/gmed.v9i1.18096

Palavras-chave:

sociologia do trabalho, trabalho docente, intensificação do trabalho

Resumo

O presente trabalho é o resultado das observações realizadas sobre a docência em instituições de ensino superior privado no Rio Grande do Sul. Pretende-se descrever o atual cenário de atuação dos docentes em instituições privadas e como se relaciona com os modelos organizacionais atuais, que reconfiguram as práticas de trabalho. Constatou-se que o crescimento do setor educacional no estado está relacionado com a intensificação da carga de trabalho, levando ao adoecimento do profissional da educação. O foco das instituições de ensino superior numa lógica de produtividade tem feito com que os docentes sejam tratados como meras peças que devem fazer essa engrenagem organizacional funcionar, gerando desgastes constantes.

Biografia do Autor

Ricardo Gonçalves Severo, Universidade Federal de Rio Grande

Professor Adjunto da Universidade Federal do Rio Grande

Carolina Fleck, Universidade Federal do Pampa

Professora Adjunta da Unipampa


Downloads

Publicado

2017-05-30

Como Citar

Severo, R. G., & Fleck, C. (2017). INSTITUIÇÕES PRIVADAS DE ENSINO SUPERIOR NO RIO GRANDE DO SUL: ORGANIZAÇÃO FLEXÍVEL E SITUAÇÕES ATUAIS DO TRABALHO DOCENTE. Germinal: Marxismo E Educação Em Debate, 9(1), 96–106. https://doi.org/10.9771/gmed.v9i1.18096