IMAGENS DA MÍDIA, IMAGENS DO CORPO, IMAGENS DA DANÇA: TENSÕES NA PLURALIDADE DA CENA CONTEMPORÂNEA

Autores

  • Adriana Bittencourt (PPGDança-UFBA) PPGDança - UFBA

DOI:

https://doi.org/10.9771/2317-3777dança.v3i2.13599

Palavras-chave:

Imagens da mídia, Imagens do corpo, Imagens da dança

Resumo

A mídia, como dispositivo de poder, produz imagens de corpos que se estabilizam ao longo do tempo gerando padrões. Estes replicam informações como instruções universais. Esta estratégia de construção de modelos carrega a noção de corpo genérico: a ilusão deque os corpos podem ser idênticos. A dança não está alheia a esses mecanismos. Assim,esse artigo propõe uma reflexão crítica sobre estas questões, uma vez que apresenta proposições que se afastam do entendimento de que a imagem se encontra apenas sob os domínios dos meios de comunicação. Esta hipótese gera um confronto quando apresenta que o corpo, em sua natureza, opera por imagens, pensa por imagens e se comunica por imagens. Neste viés é que se pretende refletir sobre as produções estéticas de dança e discutir o seu papel na educação e formação na cena atual, ao propor que a dança contemporânea é, em sua natureza, transgressora e não atende a obrigatoriedade da sujeição dos corpos, pois não se encarrega da produção de iguais. A dança contemporânea exibe imagens de corpos que expõem seus propósitos sem vínculos estilísticos ou modelos como sinal de sua existência e temporalidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriana Bittencourt (PPGDança-UFBA), PPGDança - UFBA

Licenciatura em Dança pela UFBA, especialização em Coreografia, UFBA. Mestrado e Doutourado pela PUC/SP. Coordenadora do Programa de Pos-Graduação em Dança, UFBA.

Downloads

Publicado

2015-08-03

Como Citar

Bittencourt (PPGDança-UFBA), A. (2015). IMAGENS DA MÍDIA, IMAGENS DO CORPO, IMAGENS DA DANÇA: TENSÕES NA PLURALIDADE DA CENA CONTEMPORÂNEA. Dança: Revista Do Programa De Pós-Graduação Em Dança, 3(2). https://doi.org/10.9771/2317-3777dança.v3i2.13599

Edição

Seção

Artigos