Prospecções Científica e Tecnológica Aplicadas a Queijos Caprinos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.9771/cp.v14i4.36677

Palavras-chave:

Derivados lácteos, Leite de cabra, Propriedade intelectual

Resumo

Este estudo prospectou as tecnologias de queijos caprinos, a fim de potencializar os laticínios quanto às perspectivas de inovação científica e a obtenção de propriedades intelectuais. As técnicas de prospecção foram empregadas nos bancos de patentes do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), do European Pantent Office (Espacenet), do United States Patent and Trademark Office (USPTO) e do World Intellectual Property Organization (WIPO). As bases de periódicos definidas foram Scientific Eletronic Library Online (SciELO) e Science Direct. Observou-se que o INPI apresentou o menor número de patentes publicadas, com nenhuma concessão no Brasil e 57,14% dos pedidos de depósitos realizados por universidades/institutos federais. Desde 2011, a quantidade de publicações de artigos científicos tem aumentado no Brasil. O crescente interesse científico evidencia o destaque nas citações da Subclasse A23C, relacionando-se diretamente com a área da maioria das publicações em periódicos, fator em ascensão para o queijo caprino.


Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruno Fonsêca Feitosa, Universidade Federal de Campina Grande, Pombal, PB, Brasil

Técnico em Alimentos pelo IFRN, campus Pau dos Ferros-RN (2016). Graduando no curso de Engenharia de Alimentos pela UATA/CCTA/UFCG, campus Pombal-PB (2017.1). Foi bolsista pelo Parque Tecnológico da Paraíba (PaqTcPB) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Atuou como membro da CONSUALI Empresa Júnior de Alimentos e estagiário voluntário do Laboratório de Tecnologia de Grãos e Cereais (LTGC). Pesquisa na área de Ciência e Tecnologia de Alimentos, portando experiência em análises e controle de qualidade de alimentos, tecnologia e processamento de frutas, desenvolvimento de novos produtos e aproveitamento de resíduos agroindustriais.

João Vitor Fonseca Feitoza, Universidade Federal da Paraíba, Bananeiras, PB, Brasil

Engenheiro de Alimentos, Especialista em Qualidade e Segurança dos Alimentos, em Ciência e Tecnologia dos Alimentos e Mestre em Tecnologia Agroalimentar. Professor substituto no IFRN, Campus Apodi, ministrando disciplinas nos cursos técnicos, de graduação e pós-graduação. Também atua como colaborador na Especialização em Ciência e Tecnologia dos Alimentos, no IFRN Campus Currais Novos. É membro do Núcleo de Pesquisa em Agropecuária (IFRN/Apodi). Professor substituto na UEMA, Campus São Bento, no curso superior em Tecnologia de Alimentos. Tem experiência em docência (tanto no Ensino Presencial quanto no Ensino à Distância), pesquisa, extensão e orientações com desenvolvimento de novos produtos alimentícios, aproveitamento de coprodutos, rotulagem de alimentos, prospecções tecnológicas, análises físico-químicas, microbiológicas e sensoriais.

Jayuri Susy Fernandes de Araújo, Universidade Federal de Campina Grande, Pombal, PB, Brasil

Possui graduação em Engenharia de alimentos pela Universidade Federal de Campina Grande (2016), especialização em Qualidade e Segurança dos Alimentos pela Faculdade do SENAI da Paraíba (2018) e é mestra em Sistemas Agroindustriais (2019) pela UFCG, Campus de Pombal - PB. Participou de projetos de Pesquisa e Extensão, atuando principalmente em capacitações e desenvolvimento de tecnologias para agricultores familiares e sistemas agroindustriais do semiárido paraibano. Atua no estudo de alternativas para o aumento de vida de prateleira de produtos alimentícios, utilizando óleos essenciais, bem como na estabilidade destes compostos. Foi monitora das disciplinas de Introdução à Informática (2012.1) e Química Analítica nos períodos 2013.1 e 2013.2. Tem experiência em análises microbiológicas, físico-químicas e sensoriais de alimentos. Gerenciou as incubadoras da Fundação Parque Tecnológico da Paraíba (PaqTcPB), atuando na implementação e obtenção das certificações CERNE 1 da Incubadora de Agronegócios das Cooperativas, Organizações Comunitárias, Associações e Assentamentos Rurais do Semiárido da Paraíba (IACOC) e CERNE 2 da Incubadora Tecnológica de Empreendimentos Criativos e Inovadores (ITCG).

Leidiana Elias Xavier, Universidade Federal de Campina Grande, Pombal, PB, Brasil

Engenheira de Alimentos, atualmente mestranda em Sistemas Agroindustriais (UFCG/PPGSA), pós-graduanda em Tecnologia de Alimentos (IFRN). Atuante na pesquisa e desenvolvimento de novos produtos com ênfase em derivados lácteos. Integrante do grupo de pesquisa orientado pelas professoras Doutoras Mônica Tejo Cavalcante e Mônica Correia Gonçalves.

Wisla Kívia de Araújo Soares, Universidade Federal de Campina Grande, Pombal, PB, Brasil

Engenheira de Alimentos pelo CCTA/UFCG, campus Pombal-PB. Estagiou na Divisão de Vigilância Sanitária do município de Caicó-RN. Servidora pública no cargo de Fiscal Sanitária da Divisão de Vigilância Sanitária de Caicó-RN. Atuou como Assessora Técnica da Secretaria de Finanças do município de Guamaré-RN. Atuou como Diretora Administrativa/Financeira e Consultora na Empresa Júnior de Consultoria de Alimentos (CONSUALI). Foi monitora bolsista das disciplinas Bioquímica Geral e Físico-Química. Possui experiência em análises físico-químicas, microbiológicas e sensoriais, controle de qualidade (Aplicação de BPF, elaboração POP?s e APPCC), elaboração de plano de higienização, consultoria de alimentos, elaboração de rótulos, pacote office.

Mônica Tejo Cavalcanti, Universidade Federal de Campina Grande, Pombal, PB, Brasil

Diretora Presidente no Instituto Nacional do Semiárido - INSA/MCTIC (2020), Bolsista Produtividade CNPq DT-2 (área Tecnologia e Inovação para Agropecuária) - Professora Associada I no Curso de Graduação em Engenharia de Alimentos (CCTA) da Universidade Federal de Campina Grande, possui graduação em Farmácia pela Universidade Federal da Paraíba (2004), Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos pela Universidade Federal da Paraíba (2007), Doutorado em Engenharia de Processos pela Universidade Federal de Campina Grande (2011) e MBA em Empreendedorismo de Alto Impacto e Inovação (2017). Foi consultora do SENAI - Sistema Nacional da Indústria na área do Programa Alimento Seguro (PAS). É professora permanente dos Programas de Pós-Graduação em Sistemas Agroindustriais (Acadêmico e profissional) na UFCG. Assessora de Transferência de Tecnologia no NIT/UFCG (desde 2017). Coordenadora da IACOC/PaqTcPB/UFCG - Incubadora de Agronegócios das Cooperativas, Organizações comunitárias, Associações e Assentamentos rurais do Semiárido da Paraíba (desde 2014). Coordenadora de Projetos no Programa de Estudos e Ações para o Semiárido - PEASA/UFCG (desde 2013). Coordenadora de diversos projetos financiados pelo CNPq, FAPESq, FINEP e SEBRAE. Foi agraciada na 4 edição do Prêmio Celso Furtado de Desenvolvimento Regional - Categoria Nordeste: Inovações e Sustentabilidade. Tem experiência na área de Ciência e Tecnologia de Alimentos, biotecnologia, Controle de Qualidade, Empreendedorismo, Inovação e Gestão.

Referências

ABADÍA-GARCÍA, L. et al. Influence of probiotic strains added to cottage cheese on generation of potentially antioxidant peptides, anti-listerial activity, and survival of probiotic microorganisms in simulated gastrointestinal conditions. International Dairy Journal, [s.l.], v. 33, p. 191-197, 2013. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.idairyj.2013.04.005. Acesso em: 11 dez. 2017.

ANAETO, M. et al. Goat products: Meeting the challenges of human health and nutrition. Agriculture and Biology Journal of North America, [s.l.], v. 1, n. 6, p. 1.231-1.236, 2010. Disponível: http://dx.doi.org/10.5251/abjna.2010.1.6.1231.1236. Acesso em: 11 dez. 2017.

ANNUNZIATA, A.; VECCHIO, R. Consumer perception of functional foods: A conjoint analysis with probiotics. Food Quality and Preference, [s.l.], v. 28, n. 1, p. 348-355, 2013. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.foodqual.2012.10.009. Acesso em: 11 dez. 2017.

ARGENTA, A. B. et al. Development of minas frescal goat cheese added with probiotic bacterium. Revista Thema, [s.l.], v. 13, n. 3, 2016. Disponível em: http://dx.doi.org/10.15536/thema.13.2016.8-16.356. Acesso em: 15 jan. 2018.

BENEVIDES, S. D. et al. Validação e transferência da tecnologia do queijo Coalho caprino maturado e defumado, 2018. 24 p. Embrapa Agroindústria Tropical (Boletim De Pesquisa e Desenvolvimento, 152). Disponível em: https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/174260/1/BPD18001.pdf. Acesso em: 3 maio 2020.

CARDOSO, M. C. C.; DANTAS, A. N. A.; FELIX, C. B. M. Sistema de produção e comercialização do leite de cabra produzido no município de Currais Novos/RN. Holos, [s.l.], v. 1, p. 31-40, 2010. Disponível em: https://www.redalyc.org/html/4815/481549219003/. Acesso em: 15 jan. 2018.

COMAN, M. M. et al. Functional foods as carriers for SYNBIO®, a probiotic bacteria combination. International Journal of Food Microbiology, [s.l.], v. 157, p. 346-352, 2012. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.ijfoodmicro.2012.06.003. Acesso em: 11 dez. 2017.

CÓRDOVA, U. A.; SCHLICKMANN, A. F. M. B. F. A contribuição do queijo artesanal serrano para o desenvolvimento regional e preservação dos campos de altitude do sul do Brasil. Cadernos de Prospecção, Salvador, v. 8, n. 1, p. 150-157, 2015. Disponível em: https://doi.org/10.9771/S.CPROSP.2015.001.017. Acesso em: 15 jan. 2018.

COSTA, G. N. et al. Atividade antimicrobiana de Lactobacillus e Bifidobacterium frente a microrganismos patogênicos “in vitro”. Semina: Ciências Agrárias, [s.l.], v. 33, p. 1.839-1.846, 2012. Disponível em: https://doi.org/10.5433/1679-0359.2012v33n5p1839. Acesso em: 11 dez. 2017.

EMBRAPA – EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA. Anuário leite 2018 - Indicadores, tendências e oportunidades para quem vive no setor leiteiro. Leite de cabra: potencial a ser explorado, p. 102-103, 2018. Disponível em: https://www.embrapa.br/busca-de-noticias/-/noticia/36560390/anuario-do-leite-2018-e-lancado-na-agroleite. Acesso em: 3 maio 2020.

ESPACENET. [Base de dados – Internet]. European Patent Office, 2017. Disponível em: https://worldwide.espacenet.com/. Acesso em: 15 jan. 2018.

FAEDO, R. Obtenção de leite com baixo teor de lactose por processos de separação por membranas associados à hidrólise enzimática. Revista CIATEC, Passo Fundo, v. 3, n. 1, p.44-54, 2013. Disponível em: http://seer.upf.br/index.php/ciatec/article/view/3222/2386. Acesso em: 15 jan. 2018.

FEITOSA, B. F. et al. Prebióticos fruto-oligossacarídeos como substituto do açúcar comercial em sobremesas aeradas de morango com matriz não láctea. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, [s.l.], v. 14, n. 4, p. 571-577, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.18378/rvads.v14i4.6566. Acesso em: 3 maio 2020.

FONTENELE, M. A. et al. Peptide profile of Coalho cheese: A contribution for Protected Designation of Origin (PDO). Food Chemistry, [s.l.], v. 219, p. 382-390, 2017. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.foodchem.2016.09.171. Acesso em: 3 maio 2020.

GARCIA, E. F. et al. Development and quality of a Brazilian semi-hard goat cheese (Coalho) with added probiotic lactic acid bactéria. International Journal of Food Sciences and Nutrition, [s.l.], v. 63, n. 8, p. 947-956, 2012. Disponível em: https://doi.org/10.3109/09637486.2012.687367. Acesso em: 15 jan. 2018.

GASPAR, P. et al. Goat systems of Villuercas-Ibores area in SW Spain: Problems and perspectives of traditional farming systems. Small Ruminant Research, [s.l.], v. 97, p. 1-11, 2011. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.smallrumres.2011.03.001. Acesso em: 11 dez. 2017.

GONZÁLEZ-MARTÍN, M. L. et al. Discrimination between cheeses made from cow's, ewe's and goat's milk from unsaturated fatty acids and use of the canonical biplot method. Journal of Food Composition and Analysis, [s.l.], v. 56, p. 34-40, 2017. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.jfca.2016.12.005. Acesso em: 3 maio 2020.

INPI – INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL. [Base de dados – Internet]. 2017. Disponível em: www.inpi.gov.br. Acesso em: 15 jan. 2018.

KATILI, L. M.; BONASSI, I. A.; ROÇA, R. O. Chemicophysical and microbiological aspects of cheese made of a mixed coagulation, ripened by mould using slow or fast frozen goat's milk and slow or fast frozen curd. Food Science and Technology, [s.l.], v. 26, n. 4, 2006. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0101-20612006000400004. Acesso em: 15 jan. 2018.

LIMA, T. L. S. et al. Padronização do processamento de queijo Coalho caprino condimentado com cumaru produzido por agroindústria na Paraíba. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, [s.l.], v. 12, n. 3, p. 562-567, 2017. Disponível em: http://dx.doi.org/10.18378/rvads.v12i3.5051. Acesso em: 3 maio 2020.

LIMA, T. L. S. et al. Prospecção tecnológica de queijos de leite de cabra tipo Coalho condimentados e não condimentados. Cadernos de Prospecção, Salvador, v. 11, 2018. Disponível em: http://dx.doi.org/10.9771/cp.v12i5.23679. Acesso em: 3 maio 2020.

MAHIEDDINE, B. et al. Caractérisation du lait de chèvre produit dans la region du Nord-Est Algérien. Essai de fabrication du fromage frais. Algerian Journal of Natural Products, [s.l.], v. 5, n. 2, p. 492-506, 2017. Disponível em: https://doi.org/10.5281/zenodo.1098265. Acesso em: 15 jan. 2018.

MEDINA, R. B. et al. Sheep and goat's dairy products from South America: Microbiota and its metabolic activity. Small Ruminant Research, [s.l.], v. 101, 2011. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.smallrumres.2011.09.028. Acesso em: 11 dez. 2017.

MENEZES, R. B. et al. Prospecção tecnológica sobre queijo de Coalho. Cadernos de Prospecção, Salvador, v. 4, n. 4, p. 43-49, 2011. Disponível em: http://dx.doi.org/10.9771/S.CPROSP.2011.004.005. Acesso em: 15 jan. 2018.

MORAES, G. M. D. et al. Potentially probiotic goat cheese produced with autochthonous adjunct culture of Lactobacillus mucosae: Microbiological, physicochemical and sensory attributes. LWT – Food Science and Technology, [s.l.], v. 94, p. 57-63, 2018. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.lwt.2018.04.028. Acesso em: 3 maio 2020.

OLIVEIRA, M. E. G. et al. Technological, physicochemical and sensory characteristics of a Brazilian semi-hard goat cheese (Coalho) with added probiotic lactic acid bactéria. Scientia Agricola, [s.l.], v. 69, n. 6, p. 370-379, 2012. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-90162012000600005. Acesso em: 15 jan. 2018.

PÁDUA, F. S. et al. Qualidade físico-química e microbiológica de leite de cabra produzido no Distrito Federal. Ciência Animal Brasileira, [s.l.], v. 20, e-43357, 2019. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1089-6891v20e-43357. Acesso em: 3 maio 2020.

PEÉS, L. D. G. et al. Evaluation of hygienic sanitary and composition quality of goat milk in a Saanen breed herd. Revista del Laboratorio Tecnológico del Uruguay, [s.l.], v. 8, p. 52-59, 2013. Disponível em: http://ojs.latu.org.uy/index.php/INNOTEC/article/view/233. Acesso em: 11 dez. 2017.

QUEIROGA, R. C. R. E. et al. Nutritional, textural and sensory properties of Coalho cheese made of goats', cows' milk and their mixture. LWT – Food Science and Technology, [s.l.], v. 50, n. 2, p. 538-544, 2013. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.lwt.2012.08.011. Acesso em: 15 jan. 2018.

QUINTELLA, C. M. et al. Prospecção tecnológica como uma ferramenta aplicada em ciência e tecnologia para se chegar à inovação. Revista Virtual de Química, [s.l.], v. 3, n. 5, p. 406-415, 2011. Disponível em: http://rvq.sbq.org.br/imagebank/pdf/v3n5a05.pdf. Acesso em: 15 jan. 2018.

SAAD, N. et al. An overview of the last advances in probiotic and prebiotic field. LWT - Food Science and Technology, [s.l.], v. 50, n. 1, p. 1-16, 2013. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.lwt.2012.05.014. Acesso em: 15 jan. 2018.

SANTILLO, A. et al. Functional Pecorino cheese production by using innovative lamb rennet paste. Innovative Food Science and Emerging Technologies, [s.l.], v. 26, p. 389-396, 2014. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.ifset.2014.02.012. Acesso em: 11 dez. 2017.

SANTOS, B. M. et al. Caracterização físico-química e sensorial de queijo de Coalho produzido com mistura de leite de cabra e de leite de vaca. Revista do Instituto Adolfo Lutz, [s.l.], v. 70, n. 3, p. 302-310, 2011. Disponível em: http://periodicos.ses.sp.bvs.br/pdf/rial/v70n3/v70n3a08.pdf. Acesso em: 15 jan. 2018.

SANTOS, Y. M. G. et al. Goat milk mango yoghurts: physicochemical stability during or storage. Ciência Animal Brasileira, [s.l.], v. 19, 2018. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1809-6891v19e-50939. Acesso em: 3 maio 2020.

SARDI, S. I. et al. Ocorrência de lentivírus de pequenos ruminantes no semiárido baiano e perfil da caprino/ovinocultura na região. Ciência Animal Brasileira, [s.l.], v. 13, n. 4, p. 494-503, 2012. Disponível: http://dx.doi.org/10.5216/cab.v13i4.17429. Acesso em: 15 jan. 2018.

SCIELO [Base de dados – Internet]. Scientific Eletronic Library Online. 2018. Disponível em: www.scielo.br. Acesso em: 20 jan. 2018.

SCIENCE DIRECT [Base de dados – Internet]. Elsevier; 2018. Disponível em: www.sciencedirect.com. Acesso em: 20 jan. 2018.

SILVA, G. S. et al. Microbiological and physical-chemical profile of goat milk in the semiarid region of the San Francisco Valley. Veterinária Notícias, [s.l.], v. 19, n. 1, p. 14-22, 2013. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/vetnot/article/%20view/22826. Acesso em: 11 dez. 2017.

SILVA, V. B.; COSTA, M. P.; DELFINO, N. C. Aceitabilidade e intenção de compra do queijo de Coalho de cabra temperado com cachaça. Revista do Instituto de Laticínios Cândido Tostes, [s.l.], v. 72, n. 3, p. 121-130, 2017. Disponível em: https://doi.org/10.1007/s11274-012-1165-4. Acesso em: 3 maio 2020.

SOUZA, D. M.; FREITAS, J. A. C. Pesquisa atesta a qualidade do leite UHT de marcas comercializadas no triângulo mineiro. Revista Leite e Derivados, [s.l.], v. 144, p.46-55, 2013. Disponível em: https://issuu.com/btsinforma/docs/revista_leite___derivados_ed_144. Acesso em: 15 jan. 2018.

SOUZA, E. L. et al. Qualidade do queijo de leite de cabra tipo Coalho condimentado com cumaru (Amburana cearensis A.C. Smith). Brazilian Journal of Food Technology, [s.l.], v. 14, n. 3, p. 220-225, 2011. Disponível em: http://dx.doi.org/10.4260/BJFT2011140300026. Acesso em: 11 dez. 2017.

TENÓRIO, L. X. S. et al. Mapeamento do desenvolvimento nacional de tecnologias dentro do contexto de inundações urbanas. Cadernos de Prospecção, Salvador, v. 10, n. 4, p. 828, 2017. Disponível em: http://dx.doi.org/10.9771/cp.v10i4.23024. Acesso em: 3 mai. 2020.

USPTO [Base de dados – Internet]. United States Patent and Trademark Office. 2017. Disponível em: www.uspto.gov. Acesso em: 15 jan. 2018.

VYHMEISTER, S. et al. Influence of using different proportions of cow and goat milk on the chemical, textural and sensory properties of Chanco-style cheese with equal composition. LWT - Food Science and Technology, [s.l.], v. 112, 108226, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.lwt.2019.05.124. Acesso em: 3 mai. 2020.

WIPO [Base de dados – Internet]. World Intellectual Property Organization. 2017. Disponível em: http://www.wipo.int/about-wipo/en/. Acesso em: 15 jan. 2018.

ZHANG, L. et al. Manufacture of Cheddar cheese using probiotic Lactobacillus plantarum K25 and its cholesterol- lowering effects in a mice model. World Journal of Microbiology and Biotechnology, [s.l.], v. 29, p. 127-135, 2013. Disponível em: https://doi.org/10.1007/s11274-012-1165-4. Acesso em: 11 dez. 2017.

Downloads

Publicado

2021-04-01

Como Citar

Feitosa, B. F., Feitoza, J. V. F., Araújo, J. S. F. de, Xavier, L. E., Soares, W. K. de A., & Cavalcanti, M. T. (2021). Prospecções Científica e Tecnológica Aplicadas a Queijos Caprinos. Cadernos De Prospecção, 14(2), 573. https://doi.org/10.9771/cp.v14i4.36677

Edição

Seção

Prospecções Tecnológicas de Assuntos Específicos