O Reconhecimento Facial como uma das Vertentes da Inteligência Artificial (IA): um estudo de prospecção tecnológica

Autores

  • Valdir Silva Conceição Universidade Federal da Bahia - UFBA
  • Edna Maria Nunes Universidade Federal da Bahia - UFBA
  • Angela Machado Rocha Universidade Federal da Bahia - UFBA

DOI:

https://doi.org/10.9771/cp.v13i2.32818

Palavras-chave:

Desenvolvimento tecnológico, Inovação, Patente

Resumo

A prospecção tecnológica é um instrumento utilizado para verificar e mapear o desenvolvimento tecnológico e científico e serve para influenciar e direcionar a inovação na indústria, na sociedade e na economia de forma que os inventores não se atenham a trabalhar em produtos que já tenham sido gerados e protegidos, também muito utilizada para melhorar o que já existe em termos tecnológicos. Este trabalho revisou a literatura referente ao reconhecimento facial, tendo como base os pedidos de patentes nos escritórios. A metodologia utilizada foi a prospecção tecnológica patentária, que teve como ferramenta de pesquisa a plataforma Orbit. Neste estudo foram encontradas 17.050 patentes, e a maior parte delas estão na classificação CPC como G – Física, com 78,92%, e, desse total, 80,20% estão no CPC G06 – Cômputo, cálculo; contagem, sendo que 53,81% se relacionam ao código CPC G06K referente à identificação de dados; apresentação de dados; suporte de dados; manipulação de transporte de dados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Valdir Silva Conceição, Universidade Federal da Bahia - UFBA

Estudante do Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação

Universidade Federal da Bahia - UFBA

Edna Maria Nunes, Universidade Federal da Bahia - UFBA

Estudante do Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação

Universidade Federal da Bahia - UFBA

Angela Machado Rocha, Universidade Federal da Bahia - UFBA

Professora do Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação - UFBA

Professora do Instituto de Ciência da Saúde - UFBA

Referências

ACQUISTI, Alessandro; GROSS, Ralph; STUTZMAN, Fred. Face Recognition and Privacy in the Age of Augmented Reality. Journal of Privacy and Confidentiality, [S.l.], v. 6, n. 2, p. 1-20, 2014. Disponível em: https://jbit.ly/3fqQm5h. Acesso em: 10 jul. 2019.

ALVES, J. B. da Mata. Inteligência artificial: Aula 2. 2000. Disponível em: https://bit.ly/2z9xkjn. Acesso em: 29 jun. 2019.

ALVES, J. B. da Mata; CARUSO, L. A. C.; TIGRE P. B. Modelo SENAI de prospecção: documento metodológico. Montevideo: OIT/Cinterfor, Capítulo 2: Prospecção Tecnológica. (Papeles de la oficina técnica, 14). 2004.

BATISTA, Gabriel Almeida et al. Sistema de identificação e autenticação biométrica. 2017. 121f. Atividade supervisionada curso Ciências da Computação – Universidade Paulista, São Paulo, 2017. Disponível em: https://bit.ly/2WxeMle. Acesso em: 26 jun. 2019.

BORINI, Guilherme. 11 formas como a inteligência artificial já faz parte do cotidiano. 2017. Disponível em: https://bit.ly/2WzXkN3. Acesso em: 26 jun. 2019.

BRASIL. Ministério da Economia. Sistema de reconhecimento facial. [2019]. Disponível em: http://bit.ly/3ba17Wi. Acesso em: 26 jun. 2019.

COSSETI, Melissa Cruz. O que é inteligência artificial? 2018. Disponível em: https://bit.ly/2xH7seo. Acesso em: 27 jun. 2019.

DAVENPORT, Thomas et al. How artificial intelligence will change the future of marketing. Journal of the Academy of Marketing Science. P. 1-19. 2019. Disponível em: https://doi.org/10.1007/s11747-019-00696-0. Acesso em: 2 nov. 2019.

ELOLA. Joseba. O reconhecimento facial abre caminho para o pesadelo de George Orwell. 2018. Disponível em: https://bit.ly/2SBJzfq. Acesso em: 10 jul. 2019.

ESPACENET. Família de patentes. [2019]. Disponível em: https://bit.ly/2SEEH9u. Acesso em: 26 jun. 2019.

FELDSTEIN, Steven. The global expansion of AI surveillance. Carnegie Endowment for International Peace. 2019. Disponível em: https://bit.ly/3b5DZIv. Acesso em: 15 nov. 2019.

FIGLIUZZI, Renan Silva. Inteligência artificial: um novo paradigma tecnológico? 2018. 47f. Monografia (Bacharel em Economia) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2018. Disponível em: https://bit.ly/2W7pQq3. Acesso em: 26 jun. 2019.

GIL, A. C. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

INPI – INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL. Classificação de patentes. [2019]. Disponível em: http://bit.ly/3dm7B69. Acesso em: 26 jun. 2019.

KLEINA, Nilton. A história da Samsung, a gigante que veio da Coréia do Sul. 2017. Disponível em: https://bit.ly/3dk7Iz1. Acesso em: 10 jul. 2019.

KOCH, Márcio. Visão Computacional para Reconhecimento de Faces aplicado na Identificação e Autenticação de Usuários na Web. 2012. 139f. Trabalho de Conclusão do Curso (Bacharel em Ciência da Computação) – Universidade Regional de Blumenau, Blumenau, 2012.Disponível em: http:/bit.ly/2A3U8l7. Acesso em: 26 jun. 2019.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. Metodologia do trabalho científico. São Paulo: Atlas, 1991.

MAYERHOFF, Zea Duque Vieira Luna. Uma análise sobre os estudos de prospecção tecnológica. Cadernos de Prospecção, v. 1, n. 1, p. 7-9, 2008. Disponível em: https://bit.ly/2L0yZKK. Acesso em: 26 jun. 2020.

ORBIT. Plataforma Questel Orbit. Axonal. 2019. Disponível em: https://www.axonal.com.br/capacitacao_info.php?id=114. Acesso em: 26 jun. 2019.

PORFÍRIO, Alexandre. Inteligência artificial estimula criação de novos negócios e acelera indústria 4.0. 2018. Disponível em: https://bit.ly/2YBuEpq. Acesso em: 19 jun. 2019.

PRIESNITZ, Mariane Camargo et al. Prospecção da produção tecnológica da Fisioterapia. Mostra de Iniciação Científica, Pós-graduação, Pesquisa e Extensão, 15, 2015. Disponível em: http://bit.ly/3b8WGek. Acesso em: 19 jun. 2019.

RIBEIRO, Núbia Moura (org.). Prospecção tecnológica. Salvador: IFBA, 2018. Disponível em: http://bit.ly/2yuW31uf. Acesso em: 19 jun. 2019.

RUSSEL, S.; NORVIG, P. Artificial intelligence: a modern approach. [S.l.]: Prentice-Hall, 1995.

SAMSUNG. Samsung aumenta investimento para crescimento futuro e toma iniciativa para construir ecossistema de inovação. 2018. Disponível em: https://bit.ly/2W8Wvvi. Acesso em: 26 jun. 2019.

SANTOS, Givaldo Almeida dos et al. Internet of Things (IoT): um cenário guiado por patentes industriais. Gestão Org., Edição especial, p. 271-281, 2015. Disponível em: https://bit.ly/2xCeZej. Acesso em: 26 jun. 2019.

VETTORAZZO, Lucas; PITOMBO, João Pedro. Rio e Salvador terão sistema de reconhecimento facial no carnaval. Folha de São Paulo, 2019. Disponível em: https://bit.ly/2YEHtiU. Acesso em: 26 jun. 2019.

WELCHEN. Vandoir. Uso de inteligência artificial em apoio a decisão clínica: o caso do Hospital do Câncer Mãe de Deus com a ferramenta cognitiva Watson on Oncology. 2019. 218f. Dissertação (Mestrado em Administração) – Universidade de Caxias do Sul, Caxias do Sul, 2019. Disponível em: https://it.ly/2SDHcJ0. Acesso em: 21 jun. 2019.

WIPO – WORLD INTELLECTUAL PROPERTY ORGANIZATION. Classificação Internacional de Patentes. 2019. Disponível em: http://bit.ly/3diap4f. Acesso em: 19 jun. 2019.

Downloads

Publicado

2020-05-29

Como Citar

Conceição, V. S., Nunes, E. M., & Rocha, A. M. (2020). O Reconhecimento Facial como uma das Vertentes da Inteligência Artificial (IA): um estudo de prospecção tecnológica. Cadernos De Prospecção, 13(3), 745. https://doi.org/10.9771/cp.v13i2.32818

Edição

Seção

Prospecções Tecnológicas de Assuntos Específicos