Prospecção Científica e Tecnológica do Uso do Óleo de Coco (Cocos nucifera. L) na Indústria Alimentícia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.9771/cp.v13i2.31074

Palavras-chave:

Nutrição, Alimento funcional, Inovação.

Resumo

O óleo de coco tem se mostrado como um potencial alimento com benefícios nutricionais e funcionais. Este estudo tem como objetivo averiguar o estado da arte, realizando uma prospecção científica e tecnológica em relação ao uso do óleo de coco (CocosnuciferaL.) na indústria de alimentos. Para alcançar os objetivos foi realizado um levantamento das produções científicas da última década, bem como seu desenvolvimento tecnológico a partir da pesquisa realizada em bases de dados. Verificaram-se 1964 patentes com o óleo de coco, porém apenas três contemplaram os requisitos da pesquisa. Apesar de todos os aspectos positivos que o óleo apresenta, sua utilização para a produção de alimentos na indústria alimentícia se encontra escassa. Diante de todas as evidencias apresentadas sobre os benefícios do óleo de coco, sugere-se que pesquisas com esse alimento sejam desenvolvidas a fim de trazer novos estudos que promovam sua inovação tecnológica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Talysie Freire Araújo, Centro Universitário Inta - UNINTA

Bacharel em Nutrição

Luis Felipe Alves Sousa, Centro Universitário Inta - UNINTA

Acadêmico de enfermagem, monitor de seminário de monografia.

Denis Frota Guimarães, Faculdade Alencarina de Sobral – FAL. Coordenador do Curso de Fisioterapia

Fisioterapia pela Universidade de Fortaleza, Pós-graduação em Terapia Manual & Postural pela Escola de Terapia Manual e Postural e em em Fisioterapia Esportiva pela Sociedade Nacional de Fisioterapia Esportiva.  Mestre em Biotecnologia. 

Mauro Vinicius Dutra Girão, Centro Universitário Inta - UNINTA

Graduado em Licenciatura em Biologia pela Universidade Estadual Vale do Acaraú - Sobral (2004). Possui Mestrado em Engenharia de Pesca na área de concentração Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca na Universidade Federal do Ceará - UFC (2007), onde desenvolveu estudos sobre Ecologia, Manejo e Biologia Molecular do Pirarucu (Arapaima gigas). Atualmente é docente do Centro de Ciências da Saúde do Centro Universitário Inta - UNINTA.

Referências

AMPARO, K. K. S.; RIBEIRO, M. C. O.; GUARIERO, L. L. N. Estudo de caso utilizando mapeamento de prospecção tecnológica como principal ferramenta de busca científica. Revista Perspectivas em Ciência da Informação, [S.l.], v. 17, n. 4, p. 195-209, out.-dez. 2012. Disponível em: http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/1533. Acesso em: 6 set. 2017.

BARBOSA, K. B. F.et al. Estresse oxidativo: conceito, implicações e fatores modulatórios.Rev. Nutr., Campinas, v. 23, n. 4, p. 629-643, jul.-ago., 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-52732010000400013. Acesso em: 18 out. 2017.

BIAGGI, D. E.et al. Estratégia de difusão da informação tecnológica existente nas bases de patentes como conteúdo educacional para a formação de estudantes do nível técnico e tecnológico.Cadernos de Prospecção, Salvador, v. 7, n. 2, p. 237-246, abr.-jun. 2014. Disponível em: https://portalseer.ufba.br/index.php/nit/article/view/11352. Acesso em: 20 nov. 2017.

BRASIL. Lei n. 13.243, de 11 de janeiro de 2016. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Brasília, DF, 14 jan. 2016. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2016/lei/l13243.htm. Acesso em: 5 set. 2017.

CHE MAN, Y. B.; MANAF, M. A. Medium chain triacylglycerol. In: SHAHIDI, F. (ed.).Nutraceutical and specialty lipids and their co-products.Boca Roton: Taylor & Francis, 2006. p. 27-46. Disponível em: s1.downloadmienphi.net/file/downloadfile3/206/1396380.pdf. Acesso em: 5 set. 2017.

COSTA; H. K. S.; LIMA; L. C. P. Fibra de coco: estudo exploratório sobre registro de patentes Cadernos de Prospecção, Salvador, v. 11, Edição Especial, p.387-398, abr.-jun. 2018. Disponível em: https://portalseer.ufba.br/index.php/nit/article/view/23213/FIBRA%20DE%20COCO%3A%20ESTUDO%20EXPLORAT%C3%93RIO%20SOBRE%20REGISTRO%20DE%20PATENTES. Acesso em: 3 out. 2019.

DIAS, I. C. L.et al. Prospecção científica e tecnológica sobre métodos de detecção de agrotóxicos em amostras de água. Revista GEINTEC, [S.l.], v. 6, n. 1, p. 2.874-2.884, 2016.

DUMANCAS, G. G.et al. Health benefitsofvirgincoconut oil. In: HOLT, B. (ed.). Vegetable Oil: properties, uses, and benefits. [S.l.]: Nova Science Publishers, Inc, 2016. Disponível em: https://www.researchgate.net/profile/Gerard_Dumancas/publication/299371254_Health_benefits_of_virgin_coconut_oil/links/56f29a2608ae354d162af4da.pdf. Acesso em: 21 out. 2017.

FAO [Base de dados – Internet]. Food and Agriculture Organization of the United Nations. World Production. 2018. Disponível em: http://www.fao.org/in-action/restoring-coconut-farmerslivelihoods-in-the-philippines/en/. Acesso em: 3 out. 2018.

FREITAS, J. E. F.; OLIVEIRA, L. G. A importância da prospecção para a orientação da pesquisa científica visando a inovação. Revistas Espacios, [S.l.], v. 34, n. 2, p. 6, 2013. Disponível em:http://www.revistaespacios.com/a13v34n02/13340206.html. Acesso em: 20 nov. 2017.

GHOSH, P. K. et al. Physicochemical and Phytochemical Analyses of Copra and Oil of Cocos nucifera L. (West Coast Tall Variety). International Journal of Food Science, [S.l.], p. 1-8, 2014. Disponível em: https://www.hindawi.com/journals/ijfs/2014/310852/. Acesso em: 25 ago. 2017.

GOPALA, K. A. G.et al. Coconut oil: chemistry, production and its applications – a review. Indian Coconut J., [S.l.], n. 73, p. 15-27, 2010. Disponível em:https://www.researchgate.net/publication/235780162_Coconut_Oil_Chemistry_Production_and_Its_Applications_-_A_Review.Acesso em: 6 set. 2017.

INPI – INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL. Manual para o depositante de patentes. 2017. Disponível em: http://www.inpi.gov.br/menu-servicos/patente/arquivos/manual-para-odepositante-de-patentes.pdf. Acesso em: 12 ago. 2017.

KUMAR, P. K. P.; KRISHNA, A.G. G. Physicochemical characteristics of commercial coconut oils produced in India. 2015. Disponível em:http://grasasyaceites.revistas.csic.es/index.php/grasasyaceites/article/view/1527.Acesso em: 7 set. 2017.

MAKI, K. C.et al. Corn Oil Lowers Plasma Cholesterol Compared with Coconut Oil in Adults with Above-Desirable Levels of Cholesterol in a Randomized Crossover Trial. The Journal of Nutrition Nutrition and Disease. 2018. Disponível em:https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/30204921.Acesso em: 20 out. 2018.

MARTINS, C. R.; JESUS JÚNIOR, L. A. Evolução da produção de coco no Brasil e o comércio internacional: panorama 2010. Aracajú: Embrapa Tabuleiros Costeiros, 2011. Disponível em: https://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/bitstream/doc/897921/1/doc164.pdf. Acesso em: 15 set. 2018.

MUELER, S. P. M.; PERUCCHI, V. Universidades e a produção de patentes: tópicos de interesse para o estudioso da informação tecnológica. Perspectivas em Ciência da Informação, [S.l.], v.19, n. 2, p. 15-36, 2014. Disponível em: http://portalde periódicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/18. Acesso em: 2 set. 2017.

OLIVEIRA, D. M.; BASTOS, D. H. M. Biodisponibilidade de ácidos fenólicos. Quim. Nova, [S.l.], v. 34, n. 6, p. 1051-1056, 2011. Disponível em: http://www.producao.usp.br/bitstream/handle/BDPI/12831/art_OLIVEIRA_Biodisponibilidade_de_acidos_fenolicos_2011.pdf?sequence=1. Acesso em: 18 out. 2017.

PASCOAL, D. R. C.; SILVA, I. R. C.; DRUZIAN, J. I. Prospecção tecnológica envolvida no processamento de farinha de banana verde, através de depósitos registrados como propriedade intelectual. In: IV SIMPOSIO INTERNACIONAL DE INOVAÇÃO TECNOLOGICA, 4, Aracajú, SE – 25 a 27/09/2013.p. 787-795. Anais[...], Aracajú, SE, 2013.Disponível em: http://www.portalmites.com.br/anaissimtec/index.php/simtec/article/view/80. Acesso em: 2 set. 2017.

PHAM-HUY, L. A; HE, H.; PHAM-HUY, C. Free Radicals, Antioxidants in Disease and Health. International journal of Biomedical Science, [S.l.], v. 4, n. 2, jun. 2008. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3614697/. Acesso em: 20 out. 2017.

PRAKRUTHI, A.et al. Composition of Coconut Testa, Coconut Kernel and its Oil. Journal of the American Oil Chemists Society, [S.l.], v.91, 2014. Disponível em: https://sci-hub.cc/10.1007/s11746-014-2447-9. Acesso em: 6 nov. 2017.

QUINTELLA, C. M. et al. Prospecção Tecnológica como uma Ferramenta Aplicada em Ciência e Tecnologia para se Chegar à Inovação. [2011]. Disponível em: http://rvq.sbq.org.br/imagebank/pdf/v3n5 a05.pdf. Acesso em: 20 nov. 2017.

RACETTE, S. B.et al. Natural Dietary Phytosterols. Journal of International, [S.l.], v. 98, n. 3, 2015. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26086252. Acesso em: 21 out. 2017.

SAMPAIO, I.; FERREIRA, S.; JUIZ, P.Estudo Prospectivo Relativo ao Uso do Fruto Coco como Matéria-prima para Fabricação de Cosméticos.Cadernos de Prospecção, Salvador,v. 12, n. 2, p. 314-326, jun. 2019. Disponível em: https://portalseer.ufba.br/index.php/nit/article/view/27238/17046. Acesso em: 03 out. 2019.

SANTOS, J. R. M.et al.Caracterização físico-química do óleo de coco obtido artesanalmente. [2013]. Disponível em: http://annq.org/eventos/upload/1362501330.pdf.Acesso em: 17 abr. 2017.

SANTOS; D. E.; MARTINEZ; F. C. C.; JUIZ, P. J. L.A Fibra de Coco como Matéria-Prima para o Desenvolvimento de Produtos: uma prospecção tecnológica em bancos de patentes.Cadernos de Prospecção, Salvador, v. 12, n. 1, p. 153-164, mar. 2019. Disponível em: https://portalseer.ufba.br/index.php/nit/article/view/27230/16969. Acesso em: 3 out. 2019.

SILVA, M. L. C.et al. Compostos fenólicos, carotenóides e atividade antioxidante em produtos vegetais. Semina: Ciências Agrárias, Londrina, v. 31, n. 3, p. 669-682, jul.-set. 2010. Disponível em: http://www.redalyc.org/pdf/4457/445744097017.pdf. Acesso em: 11 out. 2017.

SOUSA. P.; OLIVEIRA. J. S. S. M.; CHAVES, M. H. Prospecção científica e tecnológica do gênero Simaba Aubl. (Simaroubaceae). Revista GEINTEC, São Cristóvão, SE, v. 6, n. 3, p.3343-335, 2016. Disponível em: http://www.revistageintec.net/index.php/revista/article/view/852. Acesso em: 12 nov. 2018.

TEIXEIRA, P. R. S.et al. Biossensor do Mesocarpo do Babaçu (Orbignyaphalerata) para Detecção de Neurotransmissor: Uma prospecção Tecnológica. Revista GEINTEC, [S.l.], v. 3, n.3, p.73-82, 2013. Disponível em: http://www.revistageintec.net/index.php/revista/article/view/131. Acesso em: 12 nov. 2018.

TOLEDO, V. A. A.et al. Produção de geleia real em abelhas africanizadas considerando diferentes ácidos graxos poliinsaturados e fatores ambientais. Gl. Sci. Technol., Rio Verde, v. 5, n. 2, p. 164-175, maio-ago. 2012. Disponível em: file:///C:/Users/Luiz%20Junior/Desktop/art%20coco_abelha.pdf. Acesso em: 20 nov. 2018.

TOMMASI, A. C. et al. Prospecção tecnológica sobre a utilização de óleo de coco para produção de biodiesel. Cadernos de Prospecção, Salvador, v. 7, n. 1, p. 107-116, jan.-mar. 2014. Disponível em: https://portalseer.ufba.br/index.php/nit/article/view/11504/8311. Acesso em: 3 out. 2019.

WARWICK, D. R. N. et al. Coleção plantar. A cultura do coco. 1. ed. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2006. p. 9-96. Disponível em: https://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/bitstream/doc/122591/1/00078970.pdf. Acesso em: 26 ago. 2017.

YU. K. S.; CHO. H.; HWANG. K. T. Physicochemical properties and oxidative stability of frying oils during repeated frying of potato chips. Food Sci Biotechnol, [S.l.], v. 27, n. 3, p. 651-659, 2018. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6049663/pdf/10068_2017_Article_292.pdf. Acesso em: 21 maio 2020.

Downloads

Publicado

2020-05-29

Como Citar

Araújo, T. F., Sousa, L. F. A., Guimarães, D. F., & Girão, M. V. D. (2020). Prospecção Científica e Tecnológica do Uso do Óleo de Coco (Cocos nucifera. L) na Indústria Alimentícia. Cadernos De Prospecção, 13(3), 875. https://doi.org/10.9771/cp.v13i2.31074

Edição

Seção

Prospecções Tecnológicas de Assuntos Específicos