Prospecção Tecnológica de Patentes Relacionadas às Práticas Respiratórias do Yoga

Autores

  • Zizete Falcão Nogueira Universidade Federal da Bahia, Salvador, BA, Brasil.
  • Luciana Ferreira Menezes Universidade Federal da Bahia, Salvador, BA, Brasil.
  • Paulo José Lima Juiz Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.9771/cp.v11i4.27175

Palavras-chave:

Patente, Yoga, Pranayama.

Resumo

As práticas do yoga vêm cada vez mais sendo disseminadas, tanto pela sua tradição como pelos benefícios à saúde e bem-estar que acompanham a prática. O presente trabalho teve como objetivo realizar uma prospecção tecnológica de patentes referentes às práticas respiratórias do yoga, denominadas pranayamas, utilizando o softwareOrbit Intelligence, da Questel. Para a prospecção, foram utilizadas a palavra-chave “yoga” juntamente com a classificação internacional de patentes “A63B 23/18”. Os resultados mostraram um maior número de patentes depositadas nos Estados Unidos e Japão, com picos tecnológicos distribuídos nos anos de 2008 a 2010, especialmente pelas empresas Philips, Tanita e Tianjin Yihaoyong. Este estudo prospectivo contribuiu na construção de cenários futuros para o mercado, oportunidades e novas ideias e demonstrou a capacidade de desenvolvimento de tecnologias com diversas aplicações no yoga passíveis de proteção por meio da ferramenta patente.


Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Zizete Falcão Nogueira, Universidade Federal da Bahia, Salvador, BA, Brasil.

Mestranda em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação na  Universidade Federal da Bahia - UFBA. Graduada em Administração de Empresas pela Universidade Salvador; MBA em Direito Público pela Universidade Estácio de Sá, Pós-graduada em Gestão Governamental pela Universidade Estadual da Bahia e em Docência do Ensino Superior pela Universidade Cândido Mendes; MBA em Recursos Humanos pela Universidade São Camilo. Autora do livro Guia Prático de Convênios: Principais Falhas e Irregularidades Apontadas pela Controladoria Geral da União – CGU e pelo Tribunal de Contas da União – TCU. Consultora e Professora. Experiência profissional de 18 anos adquirida nas áreas Administrativa e Financeira. Atuando em órgãos estaduais, municipais e organizações da sociedade civil.

Luciana Ferreira Menezes, Universidade Federal da Bahia, Salvador, BA, Brasil.

Mestranda em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação na Universidade Federal da Bahia. Graduada em Ciências Econômicas pela Universidade Federal da Bahia (2008), especialista em em Gestão Empresarial pela Faculdade Visconde de Cairu (2010), com experiência em elaboração e gestão de projetos. Desde maio/2014 atuando no SESI/BA como analista de projetos do Instituto SESI de Inovação em Gestão do Absenteísmo e Retorno ao Trabalho.

Paulo José Lima Juiz, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Pós-doutorado em Farmácia -UFBA . Doutorado em biotecnologia (UEFS/FIOCRUZ-BA). Doutorado sanduíche pela Università Degli Studi di Ferrara - Itália.Possui mestrado em Imunologia pela Universidade Federal da Bahia. Especialização em Biologia molecular aplicada a medicina forense (UNEB), Especialização em microbiologia (UFBA). Atualmente é docente da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Professor do corpo permanente do Programa de Pós-Graduação em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação. Membro da Sociedade Brasileira de Microbiologia. Membro da Sociedade Brasileira de Farmacognosia. Coordenador do Comitê de Ética em Pesquisa com Seres humanos da UFRB. Gestor da Coordenação de Criação e Inovação da UFRB. Representante Legal da UFRB na Associação Fórum Nacional de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia (FORTEC)

Referências

ABRADILAN - Associação Brasileira de Distribuição e Logística de Produtos Farmacêuticos. Disponível em: < http://abradilan.com.br/index.php?m=noticiaFE&id_noticia=592>. Acesso em: jun. 2018.

ASHUTOSH Chauhan; SEMWAL, Deepak Kumar; MISHRA, Satyendra Prasad; SEMWAL, Ruchi Badoni. Yoga Practice Improves the Body Mass Index and Blood Pressure: A Randomized Controlled Trial. Disponível em: < https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5433109/>. Acesso em: 25 jun. 2018.

AWEBIC. Yoga: tudo o que iniciantes precisam saber para seguir a prática milenar. Disponível em: <https://awebic.com/cultura/yoga/ >. Acesso em: 17 jun. 2018.

AXONAL Consultoria Tecnológica. Uso Estratégico de Patentes em Negócios - Palestras, Apostilas e Materiais Didáticos. Disponível em: < http://www.axonal.com.br/capacitacao_info.php?id=115>. Acesso em: jun. 2018.

BARBOSA, Carlos Eduardo G.. Os Yogasutras de Patanjali: Traduzidos do sânscrito e comentadas. 1. ed. São Paulo: Abril, 1999.

BHARGAVA. R., GOGATE, M. G.; MASCARENHAS, J. F. Autonomic responses to breath holding and its variations following pranayama. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/32156>. Acesso em: 26 jun. 2018.

BRASIL. Casa Civil. Lei nº 9.279, de 14 de maio de 1996. Brasília, DF. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9279.htm>. Acesso em: 30 mai. 2018.

ESPACENT. [Base de dados – Internet]. Disponível em: <https://worldwide.espacenet.com/>. Acesso em: 09 jun. 2018.

EUROPE PMC. Disponível em < http://europepmc.org/articles/PMC4307564>. Acesso em: 19 jun. 2018.

FEUERSTEIN, Georg. Uma Visão Profunda do Yoga. 1. ed. São Paulo: Pensamento, 2005.

HOSH Ashim. Yoga device WO2010140158. 09 jun. 2010. Questel Orbit.

INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Resolução n. 283. 2013. Disponível em: < http://www.inpi.gov.br/sobre/legislacao-1/normas_auditoria_final_15_3_2013_c.pdf>. Acesso em: jun. 2018.

KUPPUSAMY, Maheshkumar; DILARA, K. K.; RAVISHANKAR, P.; JULIUS, A. Effect of Bhrāmarī Prāṇāyāma Practice on Pulmonary Function in Healthy Adolescents: A Randomized Control Study. Disponível em: < https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5726186/>. Acesso em: 20 jun. 2018.

MIRCEA, Eliade. Yoga Imortalidade e Liberdade. 6. ed. São Paulo: Palas Athena, 2015.

MONDAL, S.; KUNDU, B.; SAHA, S. Yoga as a Therapeutic Intervention for the Management of Type 2 Diabetes Mellitus. Disponível em: < https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5934948/>. Acesso em: 19 jun. 2018.

ORBIT INTELLIGENCE [Base de dados – Internet]. Questel Orbit. 2018. Disponível em: . Acesso em: jun. 2018.

PHILIPS. Disponível em: <https://www.philips.com/a-w/about/company.html>. Acesso em: 19 jun. 2018.

PHILIPS Electronics. System and method for guiding breathing exercises. IPC WO2008139380US. 20 nov. 2008. Questel Orbit.

PÚBLICO. Índia quer proteger a herança milenar do ioga. Disponivel em: < https://www.publico.pt/2010/07/05/jornal/india-quer-proteger-a-heranca-milenar-do--ioga-19608977>. Acesso em: 19 jun. 2018.

REVISTA CADERNOS DE PROSPECÇÃO. Disponível em: <https://portalseer.ufba.br/index.php/nit >. Acesso em: jun. 2018.

TANITA. Disponível em:< https://www.tanita.com/en/about-us/>>. Acesso em: jun.2018.

TANITA. Respiration characteristic analysis EP2407100. 18 jan. 2009. Questel Orbit.

TIANJIN - Plastic Science & Technology Group Co. Disponível em: < http://www.tianjinplastic.com/en/jianjie/>. Acesso em: 26 jun. 2018.

UOL ECONOMIA. China desbanca Japão do segundo lugar em solicitações de patentes. Disponívelem: <https://economia.uol.com.br/noticias/efe/2018/03/21/china-desbanca-japao-do-segundo-lugar-em-solicitacoes-de-patentes.htm>. Acesso em: 21 jun. 2018.

UNITED NATIONS. Resolução n. 69/131 da Organização das Nações Unidas – ONU. Realizada em 11 de dezembro de 2014. Disponível em: <http://www.un.org/en/ga/search/view_doc.asp?symbol=A/RES/69/131 >. Acesso em: 02 jun. 2018.

WIPO - World Intellectual Property Organization. Relatório da World Intellectual Property Organization (WIPO) 2017. Disponível em: < http://www.wipo.int/edocs/pubdocs/en/wipo_pub_941_2017.pdf>. Acesso em: 15 jun. 2018.

Downloads

Publicado

2018-12-07

Como Citar

Nogueira, Z. F., Menezes, L. F., & Juiz, P. J. L. (2018). Prospecção Tecnológica de Patentes Relacionadas às Práticas Respiratórias do Yoga. Cadernos De Prospecção, 11(4), 1044. https://doi.org/10.9771/cp.v11i4.27175

Edição

Seção

Prospecções Tecnológicas de Assuntos Específicos