O ENSINO REMOTO E OS IMPACTOS DA COVID-19 NAS ESCOLAS DO CAMPO

Autores

  • Vanessa Andriani Maria OAB/RS Centro Universitário Leonardo da Vinci

Palavras-chave:

Ensino Remoto, Aprendizagem, Covid-19

Resumo

Resumo

Este trabalho aborda um tema atual que é o uso eficiente das tecnologias a favor do ensino. Avaliam-se, nesse sentido, as ações escolares, neste período de isolamento social em função da pandemia e a utilização mais apropriada dos meios digitais, métodos e metodologias, considerando as necessidades e recursos reais dos educandos das escolas do campo, em especial. Os métodos utilizados foram o dialético e o observacional, bem como através da pesquisa bibliográfica e documental. Os dados revelaram que, apesar das dificuldades em adaptar o ensino presencial para a modalidade remota e pelo uso das tecnologias digitais, o cenário pandêmico é desafiador e enriquecedor para a prática pedagógica. Generalizando, as problematizações levantadas no panorama atual exigirão ponderações sobre o lugar das Tecnologias de Informação no diagrama educativo escolar  das escolas do campo  e  na  Educação  do  Campo  como direito.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vanessa Andriani Maria, OAB/RS Centro Universitário Leonardo da Vinci

Graduada em Agronomia pela UFSM e Mestre em Ciência e Tecnologia Agroindustrial pela UFpel, graduada em Direito pela ULBRA,  Pós-Graduada Lato Sensu -Especialização em Advocacia Trabalhista e Advocacia Cível pelo Centro Universitário UNA.Graduanda em Formação Pedagógica em Geografia (UNIASSELVI). Integra a Comissão de Gênero da OAB Subseção Santa Maria - RS e o grupo de estudos em Violência Doméstica da OAB Santa Maria - RS.


Referências

BORSTEL, V.V.; FIORENTIN, M. J.; MAYER, L. Educação em Tempos de Pandemia: Constatações da Coordenadoria Regional de Educação de Itapiranga. In: Desafios da educação em tempos de pandemia. Orgs: PALÚ, J.; SCHÜTZ., J.A., MAYER, L. Cruz Alta, 2020.324 p.

BOURDIEU, P. Os excluídos do interior. In: NOGUEIRA, M. A.; CATANI, A. (orgs). Escritos da Educação. Petrópolis, RS: Vozes, 1998.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Parecer nº 5 de 28 de abril de 2020.Reorganização do calendário escolar e da possibilidade de cômputo de atividades não presenciais para fins de cumprimento da carga horária mínima anual, em razão da Pandemia da COVID-19. Disponível em: <https://abmes.org.br/arquivos/legislacoes/Parecer-cne-cp-005-2020-04-28.pdf> Acesso em: 20 mar 2021.

CIFUENTES-FAURA, J. Consecuencias en los niños del cierre de escuelas por Covid– 19: el papel del gobierno, profesores y padres. Revista Internacional de Educación para la Justicia Social, Madrid, v. 9, n. 3e, p. 1-12, 2020. Disponível em: <https://revistas.uam.es/riejs/article/view/12216/12089>. Acesso em: 24 mar. 2021.

CNBB. Desafios para Educação em Tempos de Pandemia. Associação Nacional de Educação Católica do Brasil. 2020. Disponível em:< https://anec.org.br/noticias/desafios-para-educacao-em-tempos-de-pandemia/> Acesso em: 29 de mar de 2021.

COLL, C.; MONEREO, C. Educação e Aprendizagem no século XXI: novas ferramentas, novos cenários, novas finalidades. In: COLL, C.; MONEREO, C. (org.). Psicologia da educação virtual: aprender e ensinar com as tecnologias da informação e da comunicação. Porto Alegre: Artmed, 2010. p. 15-46.

FRANCO, A. M. Noção de pertencimento e diminuição da Distância Transacional: caminhos para a EaD. Congresso Nacional Universidade EAD e Software Livre 2020.1 (UEADSL),UFMG, Belo Horizonte, 01/02, jun. de 2020. Palco das Conferências. Disponível em: <https://eventos.textolivre.org/moodle/mod/forum/discuss.php?d=863> Acesso em: 10 mar. 2021.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2003.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 2009.

HARASIM, L., TELES, L.F., TUROFF, M., HILTZ, S.R. Redes de aprendizagem: Um guia para ensino e aprendizagem online. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2005.

HODGES, C.; MOORE, S.; LOCKEE, B., BOND, A. The Difference Between Emergency Remote Teaching and Online Learning. EDUCAUSE Review, 2020. Disponível em: <https://er.educause.edu/articles/2020/3/the-differencebetween-emergency-remote-teaching-and-online-learning#fn3>. Acesso em: 30 mar 2021.

MACHADO, L. C. P.; MACHADO FILHO, L. C. P. Dialética da agroecologia. São Paulo: Expressão Popular, 2014.

MORAN, J. M. Como transformar nossas escolas Novas formas de ensinar a alunos sempre conectados. In: Educação 3.0: Novas perspectivas para o Ensino. CARVALHO, M. (Org). Como transformar nossas escolas Novas formas de ensinar a alunos sempre conectados. Porto Alegre, Sinepe/RS/Unisinos. 2017. Disponível em: <http://www2.eca.usp.br/moran/wp-content/ uploads/2017/08/transformar_escolas.pdf> Acesso em: 18 dez. 2020.

PERRENOUD, P. 10 novas competências para ensinar. Porto Alegre: Artmed, 2000. 192p.

QUEIROZ, L. R. S. Educação musical e cultura: singularidade e pluralidade cultural no ensino e aprendizagem da música. Revista da Abem, Porto Alegre, n. 10, p. 99-107, 2004.

SANTOS, M. J. S.; SOUZA, A. J. Formação docente na educação do campo/roça: o desafio da ocupação do espaço social e escolar “urbano-centrado”. In: SOUZA, A. J.; SOUZA, H. F. Educação no/do Campo: entre o concebido, percebido e vivido. Curitiba: Editora CRV, 2020. p.39-58.

SOUZA, S.; FRANCO, V. S.; COSTA, M. L. F. Educação a distância na ótica discente. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 42, n. 1, p. 99-114, jan./mar. 2016.

SANTOS, C. A.; MOLINA M. C.; HAGE, S. A. M. Ensino Remoto e à Distância aprofunda as Desigualdades e não garante o Direito à Educação dos Povos Tradicionais e Camponeses em Tempos de Pandemia. Colaboração de texto. 2020. Disponível em: < https://anped.org.br/news/ensino-remoto-e-distancia-aprofunda-desigualdades-e-nao-garante-o-direito-educacao-dos-povos> Acesso em 31 de mar de 2021.

Downloads

Publicado

2021-09-06

Edição

Seção

Artigos