O HOMEM NO ARMÁRIO: REPRESENTAÇÕES DAS MASCULINIDADES NO ROMANCE CLORO, DE ALEXANDRE VIDAL PORTO | THE MAN IN THE CLOSET: REPRESENTATIONS OF MASCULINITIES IN THE NOVEL CLORO, BY ALEXANDRE VIDAL PORTO

Autores

  • Claudimar Pereira da Silva Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP, campus de Araraquara.

DOI:

https://doi.org/10.9771/ell.v0i62.29294

Resumo

Resumo: O presente artigo objetiva a análise das representações das masculinidades no romance Cloro, do escritor paulista Alexandre Vidal Porto. Publicado em 2018, Cloro narra a trajetória de Constantino Curtis, advogado casado e pai de família, às voltas com sua homossexualidade reprimida. Desse modo, partindo dos pressupostos teóricos de Raewyn Connell (2013), Michael Kimmel (1998) e Eve Kosofsky Sedgwick (2007), pretende-se analisar a (s) subjetividade (s) masculina (s) que porejam do enunciado narrativo de Constantino, além das relações assimétricas entre os gêneros e entre homens estabelecidas na narrativa, articuladas ao dispositivo do armário gay.

 

Palavras-chave: Narrador; Gênero; Masculinidades; Homossexualidade; Literatura brasileira contemporânea.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Claudimar Pereira da Silva, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP, campus de Araraquara.

Mestrando em Estudos Literários, Departamento de Literatura e Letras Modernas, Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários da UNESP Araraquara.

Downloads

Publicado

2019-06-26

Como Citar

da Silva, C. P. (2019). O HOMEM NO ARMÁRIO: REPRESENTAÇÕES DAS MASCULINIDADES NO ROMANCE CLORO, DE ALEXANDRE VIDAL PORTO | THE MAN IN THE CLOSET: REPRESENTATIONS OF MASCULINITIES IN THE NOVEL CLORO, BY ALEXANDRE VIDAL PORTO. Estudos Linguísticos E Literários, (62), 105–118. https://doi.org/10.9771/ell.v0i62.29294

Edição

Seção

ARTIGOS / ARTICLES