Avaliação in vitro do potencial erosivo e cariogênico de antifúngicos tópicos

Autores

  • Juliana Borges de Lima Dantas UFBA
  • Elisângela de Jesus Campos
  • Gabriela Botelho Martins

DOI:

https://doi.org/10.9771/cmbio.v17i3.28668

Palavras-chave:

Candidíase Oral. Nistatina. Cárie Dentária. Erosão Dentária.

Resumo

Introdução: a candidíase é uma infecção fúngica oportunista, causada pela proliferação e disseminação de espécies de Candida, que pode acometer a cavidade oral. Dentre os antifúngicos mais utilizados e de uso tópico, a nistatina é considerada o medicamento de primeira escolha. Objetivo: avaliar as propriedades físico-químicas de diferentes marcas de nistatina disponíveis no mercado, incluindo o pH, a acidez total titulável (ATT) e a determinação de sólidos solúveis totais (SST). Metodologia: trata-se de um estudo experimental in vitro, constituído por uma amostra de oito diferentes marcas de nistatina em suspensão oral de uso tópico. Foi analisado o potencial erosivo e cariogênico dessas soluções mediante a determinação de pH, ATT e SST (°Brix). Resultados: no tocante ao pH, verificou-se que a média obtida foi de 6,05 (± 0,66). Dois dos medica­mentos analisados (marcas A e H) apresentaram pH abaixo do crítico para a dissolução do esmalte dental. Quanto à ATT das soluções, os valores variaram de 1,9 a 14,53 mL para atingir o pH neutro, indicando que as marcas B, C e E podem levar mais tempo para ser neutralizadas em razão da quantidade de solução necessária. A análise do °Brix revelou que a marca H apresentou o maior teor de açúcares em sua composição (44,9%).  Conclusão: a formulação de nistatina da marca H apresentou pH endógeno mais crítico e percentual de sólidos solúveis totais elevado, sendo, portanto, a medicação com maior fator de risco para o desenvolvimento de cárie e erosão dentária, devendo ser consideradas as doses e frequências de uso, bem como os hábitos de higiene oral do paciente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Borges de Lima Dantas, UFBA

 

Mestre em Estomatologia. Professora Assistente da Faculdade Adventista da Bahia.

Elisângela de Jesus Campos

Doutora em Medicina e Saúde. Professora Adjunta do Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Federal da Bahia

Gabriela Botelho Martins

Doutora em Estomatologia Clínica. Professora Adjunta do Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Federal da Bahia

Downloads

Publicado

2018-12-18

Como Citar

Dantas, J. B. de L., Campos, E. de J., & Martins, G. B. (2018). Avaliação in vitro do potencial erosivo e cariogênico de antifúngicos tópicos. Revista De Ciências Médicas E Biológicas, 17(3), 315–321. https://doi.org/10.9771/cmbio.v17i3.28668

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>