Ação do fluoreto de dentifrícios sobre o esmalte dentário.

Autores

  • Maria Thereza Barral Araújo Universidade Federal da Bahia
  • Elisângela de Jesus Campos Universidade Federal da Bahia
  • Carina Souza Rodrigues Universidade Federal da Bahia
  • Lilian Sales Serravale Universidade Federal da Bahia
  • Max José P. Lima Universidade Federal da Bahia
  • Danilo Barral Araújo Universidade Federal da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.9771/cmbio.v1i1.4058

Palavras-chave:

Fluoreto, dentifrício, MFP, esmalte dentário, remineralização

Resumo

A possibilidade de intervir na dissolução do esmalte dentário, diminuindo significativamente a perda de minerais, e de reverter o progresso de lesões cariosas iniciais torna o fluoreto um elemento indispensável à saúde dental. Enquanto recurso preventivo, o fluoreto é uma alternativa de saúde pública bucal extremamente eficaz e de baixo custo. Visando subsidiar a literatura que trata da eficácia do fluoreto de sódio (NaF), do monofluorfosfato de sódio (MFP) e da associação entre o fluoreto de sódio e o monofluorfosfato de sódio (NaF/MFP) que integram os dentifrícios, o presente trabalho teve por objetivo determinar, in vitro, o grau de proteção do esmalte dentário humano, assegurado por estas formas de fluoreto, frente à queda do pH. As taxas do cálcio liberado do esmalte previamente tratado, expressas em mg/dl/20min, revelaram o poder protetor destes fármacos. Os resultados experimentais comprovam que o fluoreto de sódio contido no dentifrício teste revelou maior proteção do esmalte, apesar da menor concentração deste fármaco em relação ao monofluorfosfato de sódio e à associação fluoreto de sódio/ monofluorfosfato de sódio, contidos nos demais. Tais conclusões sugerem a continuidade das experimentações, em face da importância de se obterem respostas eficazes, utilizando-se baixas concentrações da forma de fluoreto, comprovadamente mais efetiva, e de se realizar o controle de qualidade dos mais diversos produtos que são lançados no mercado freqüentemente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2002-06-01

Como Citar

Araújo, M. T. B., Campos, E. de J., Rodrigues, C. S., Serravale, L. S., Lima, M. J. P., & Araújo, D. B. (2002). Ação do fluoreto de dentifrícios sobre o esmalte dentário. Revista De Ciências Médicas E Biológicas, 1(1), 16–32. https://doi.org/10.9771/cmbio.v1i1.4058

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>