Entre escravizados e camaradas, um senhor

relações sociais e estratégias de resistência no cenário rural-fronteiriço de Corumbá (1878-1886)

Autores

Palavras-chave:

Escravizados, Camaradas, Processo-crime, Corumbá

Resumo

O objetivo deste trabalho é analisar o processo-crime da comarca de Santa Cruz de Corumbá, na província de Mato Grosso, tramitado entre os anos de 1878 e 1886. O documento trata dos assassinatos do proprietário de terras Firmiano Firmino Ferreira Candido e do capataz João Pedro cometidos pelos seus escravizados e camaradas, em razão dos excessivos castigos corporais e do atraso no pagamento de salários. Posteriormente, houve uma tentativa de fuga para a Bolívia, mas os assassinos foram presos e julgados, exceto o camarada João Ignácio, que conseguiu fugir. A partir desse episódio, pretende-se abordar as motivações dos crimes e contribuir para o entendimento das complexas relações de trabalho entre as diferentes categorias sociais, bem como discorrer sobre as características do povoamento e ocupação desse cenário rural e fronteiriço.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sabrina Araújo, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Mestrado em Antropologia Social pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Pesquisadora da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, Brasil.

Jérri Roberto Marin, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Doutorado em História pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Professor da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Downloads

Publicado

2023-12-31

Como Citar

ARAÚJO, S.; MARIN, J. R. Entre escravizados e camaradas, um senhor: relações sociais e estratégias de resistência no cenário rural-fronteiriço de Corumbá (1878-1886). Afro-Ásia, Salvador, n. 68, p. 46–80, 2023. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/afroasia/article/view/54512. Acesso em: 2 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigos