O jihadismo transnacional e a insurgência em Cabo Delgado, Moçambique

Autores

DOI:

https://doi.org/10.9771/aa.v0i65.46936

Palavras-chave:

Jihadismo, Islamismo, Extrativismo, Cabo Delgado, Moçambique

Resumo

Este artigo visa analisar o conflito de Cabo Delgado sob o prisma do jihadismo transnacional, uma ideologia e um movimento político que se apoderam de demandas e agravos locais, sobretudo contra o Estado, despoletando a insurgência ou canalizando a resistência já existente. O conflito representa também uma resistência contra a ordem mundial dominada pelo Ocidente. A primeira parte do artigo se debruça sobre o conceito e a história do jihadismo transnacional, salientando as transformações na ideologia e na ação dos seus protagonistas, e sua expansão geográfica. A segunda parte analisa o contexto sociopolítico e econômico de Cabo Delgado que contribuiu para o início da insurgência, destacando a resistência contra o Estado moçambicano e contra a hegemonia ocidental na forma do extrativismo conduzido por corporações transnacionais que ali se instalaram a partir de 2010.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-06-19

Como Citar

BONATE, L. J. K. O jihadismo transnacional e a insurgência em Cabo Delgado, Moçambique. Afro-Ásia, Salvador, n. 65, p. 519–553, 2022. DOI: 10.9771/aa.v0i65.46936. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/afroasia/article/view/46936. Acesso em: 4 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos