O Atlântico enfermo e os agentes da saúde no período do tráfico ilegal

Autores

DOI:

https://doi.org/10.9771/aa.v0i62.42711

Resumo

Resenha de:
BARCIA, Manuel. The Yellow Demon of Fever: Fighting Disease in the Nineteenth-Century Transatlantic Slave Trade. New Heaven: Yale University Press, 2020. 269p.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kaori Kodama, Fundação Oswaldo Cruz-Fiocruz

É pesquisadora da Casa de Oswaldo Cruz (Fiocruz) e professora do Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde, e do Programa de Pós-Graduação em Divulgação da Ciência, Tecnologia e Saúde da Casa de Oswaldo Cruz. Foi professora visitante na Université Paris 1, Panthéon-Sorbonne com bolsa da Capes entre outubro de 2019 e março de 2020. Trabalha na área de história das ciências no Brasil e tem na experiência área de história e historiografia do Brasil-império, com livro publicado sobre a etnografia indígena no IHGB, entre as décadas de 1840 e 1860. Tem pesquisas sobre temas ligados à constituição das ideias de raça e relações com o discurso médico-científico no Brasil, tais como: viajantes no Brasil-Império; epidemia de cólera no Rio de Janeiro no Oitocentos; escravidão e saúde; as relações médico-científicas e a imigração japonesa. Atualmente seus projetos se vinculam à história de divulgação científica no Brasil oitocentista e na Primeira República, trabalhando com temas da história da imprensa, dos mediadores culturais e da circulação de saberes. Participa dos seguintes grupos de pesquisa do CNPq: Escravidão, Raça e Saúde; História da Medicina e da Saúde: espaços institucionais e atores; Imprensa e Circulação de Ideias: o papel dos periódicos nos séculos XIX e XX.

Downloads

Publicado

2020-12-30

Como Citar

KODAMA, K. O Atlântico enfermo e os agentes da saúde no período do tráfico ilegal. Afro-Ásia, Salvador, n. 62, 2020. DOI: 10.9771/aa.v0i62.42711. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/afroasia/article/view/42711. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Resenhas