Nem só útero, nem só sexo:

o corpo e a condição feminina na literatura de Buchi Emecheta

Autores

DOI:

https://doi.org/10.9771/aa.vi64.38755

Palavras-chave:

Escrevivência, Literatura Africana, Autoria Feminina, Resistência, Análise Literária

Resumo

A representatividade do corpo entra cada vez mais em crise. Há um corpo que se expõe não só como organismo, mas como potência de conexão entre o mundo e a linguagem. Este texto reflete sobre esse corpo e sobre a escrita de autoria feminina na obra As alegrias da maternidade, de Buchi Emecheta, na perspectiva crítica de autoras como Bibi Bakare-Yusuf, Ifi Amadiume, Oyèronkẹ́ Oyěwùmí, entre outras, e à luz do conceito de escrevivência de Conceição Evaristo. Em Buchi Emecheta, a inversão discursiva e temática do topoi masculino tem como recorte o contexto do período colonial (a diegese do romance) e o período pós-colonial (anos 1970, contexto da produção da obra). Outras narrativas e discursos literários são considerados na discussão no intuito de construir uma tessitura dos papéis do corpo nas (de)codificações coloniais e pós-coloniais da Nigéria.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Waleska Rodrigues de Matos Oliveira Martins, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Graduação em Letras (UCDB), mestrado em Estudos de Linguagens (UFMS) e doutorado em Estudos Literários (Unesp). Docente do Centro de Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas (CECULT), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). Atua na área de linguagens e literatura. Membro dos Grupos de Pesquisa: Tempo Ritual e Espaço Festivo e Memória, Espaço e Culturas - MESCLAS. Atualmente participa da equipe interdisciplinar do projeto de pesquisa “Cidades e Festas: As ambivalências do Recôncavo da Bahia”, financiado pelo CNPq.

Sérgio Ricardo Oliveira Martins, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Geógrafo, mestre e doutor em Geografia Humana pela Universidade de São Paulo. Professor Associado da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Membro dos Grupos de Pesquisa: Tempo Ritual e Espaço Festivo e Memória, Espaço e Culturas - MESCLAS. Atualmente participa da equipe interdisciplinar do projeto de pesquisa “Cidades e Festas: As ambivalências do Recôncavo da Bahia”, financiado pelo CNPq, e coordena o Laboratório de Estudos Interdisciplinares e Interculturais.

Downloads

Publicado

2021-11-30

Como Citar

RODRIGUES DE MATOS OLIVEIRA MARTINS, W.; OLIVEIRA MARTINS, S. R. Nem só útero, nem só sexo:: o corpo e a condição feminina na literatura de Buchi Emecheta. Afro-Ásia, [S. l.], n. 64, p. 400–430, 2021. DOI: 10.9771/aa.vi64.38755. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/afroasia/article/view/38755. Acesso em: 19 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos