A escravidão e o acesso à terra nas concepções de Luís Antônio de Oliveira Mendes (1792-1821)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.9771/aa.v0i63.37161

Palavras-chave:

Escravidão | Antiescravismo | Distribuição de terras | Intelectualidade luso-brasileira

Resumo

O presente artigo explora o ideário de Luís Antônio de Oliveira Mendes sobre um conjunto de temas referentes à escravidão e ao regime fundiário na transição do século XVIII para o XIX: o controle da crueldade dos senhores de escravos; a condenação da escravidão perpétua; e a distribuição de terras baldias entre libertos e outros despossuídos. Para entender esse ideário foi preciso compreender e localizar historicamente a origem familiar e o universo da formação intelectual de Oliveira Mendes, da qual fez parte a Universidade de Coimbra e a Academia Real das Ciências de Lisboa.

Slavery and access to land in Luís Antônio de Oliveira Mendes’ views (1792-1821)

This article explores Luís Antônio de Oliveira Mendes’ ideas about themes related to slavery and the land ownership regime at the turn of the 19th century: the control of the cruelty of slaveholders; the condemnation of perpetual slavery; and the distribution of unoccupied land to freed and other dispossessed people. In understanding Oliveira Mendes’ ideas, it is necessary to comprehend and historically locate his family origin and of the intellectual formation of Oliveira Mendes, which included the University of Coimbra and the Royal Academy of Sciences in Lisbon.

Slavery | Anti-slavery | Land distribution | Luso-Brazilian intellectuals

Biografia do Autor

Magnus Roberto de Mello Pereira, Universidade Federal do Paraná

Professor aposentado do

Departamento de História da Universidade Federal do Paraná

Especializado no estudo dos homens de ciência do Brasil Colônia.

 

Downloads

Publicado

2021-06-25

Como Citar

DE MELLO PEREIRA, M. R. A escravidão e o acesso à terra nas concepções de Luís Antônio de Oliveira Mendes (1792-1821). Afro-Ásia, [S. l.], n. 63, 2021. DOI: 10.9771/aa.v0i63.37161. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/afroasia/article/view/37161. Acesso em: 22 set. 2021.

Edição

Seção

Artigos