Entre Senegâmbia e Angola: comércio atlântico, protagonismo africano e dinâmicas regionais (séculos XVII e XIX)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.9771/aa.v0i62.36848

Palavras-chave:

comércio atlântico, agência, Senegâmbia, Planalto Central Angolano

Resumo

Este artigo tem por intenção discutir o funcionamento do comércio de longa distância no interior de duas regiões que foram profundamente integradas às malhas do comércio atlântico, a Senegâmbia e a Angola Central, em dois momentos de reconfiguração econômica dessas macrorregiões: a intensificação do contato dos povos da Senegâmbia com o comércio atlântico nos séculos XVI e XVII e as novas demandas por gêneros coloniais de Angola em meados do XIX, após a proibição legal do tráfico de escravizados. Para isso, analisamos as dinâmicas sociais e econômicas pré-existentes nas regiões, os agentes comerciais envolvidos neste comércio, bem como a circulação de mercadorias atlânticas, debatendo por fim sobre as transformações políticas, sociais e econômicas causadas por esses processos históricos.

Palavras-chave: comércio atlântico | agência | Senegâmbia | Planalto Central angolano.

  

Abstract:

This article discusses the operation of long distance trade within two regions that have been deeply integrated into networks of Atlantic commerce, Senegambia and Central Angola, during two periods when these macro-regions were undergoing economic reconfiguration: the intensification of contact by Senegambian peoples with Atlantic trade in the 16th and 17th centuries, and the new demands for colonial goods from Angola in the mid-1800s, after the real prohibition of the slave trade. Thus, we analyze the preexisting social and economic dynamics in the regions, the commercial agents, and the circulation of Atlantic goods, debating the political, social and economic transformations caused by these historical processes.

Keywords: atlantic commerce | agency | Senegambia | Angolan Central Highlands.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Felipe Silveira de Oliveira Malacco, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutorando em História Social da Cultura pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Essa pesquisa foi financiada por bolsa de doutorado concedida pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Email para contato: fmalacco@hotmail.com

Ivan Sicca Gonçalves, Universidade Estadual de Campinas

Mestrando no Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), na linha de pesquisa em História Social da África. Bolsista de Mestrado processo nº 2018/13073-0, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP). Essa pesquisa também contou, em período anterior, com financiamento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Email para contato: ivansiccag@gmail.com

Downloads

Publicado

2020-12-30

Como Citar

MALACCO, F. S. de O.; GONÇALVES, I. S. Entre Senegâmbia e Angola: comércio atlântico, protagonismo africano e dinâmicas regionais (séculos XVII e XIX). Afro-Ásia, Salvador, n. 62, 2020. DOI: 10.9771/aa.v0i62.36848. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/afroasia/article/view/36848. Acesso em: 4 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos