Epistemologias marginalizadas: a questão racial no debate sociológico latino-americano

Autores

  • Franciane da Silva Santos Oliveira Universidade Estadual do Ceará - Programa de Pós-Graduação em Sociologia (UECE-PPGS) http://orcid.org/0000-0001-5519-1383
  • Lia Pinheiro Barbosa Universidade Estadual do Ceará (UECE), Programa de Pós-Graduação em Sociologia (PPGS) e Mestrado Acadêmico Intercampi em Educação e Ensino (MAIE) http://orcid.org/0000-0003-0727-9027

DOI:

https://doi.org/10.9771/aa.v0i62.34966

Palavras-chave:

Questão racial, Epistemologias afrodiaspóricas, Sociologia Latino-Americana, Racismo epistêmico, Descolonização científica

Resumo

Este artigo analisa o não lugar da questão racial e das epistemologias afrodiaspóricas no pensamento social e na sociologia latino-americana. Argumentamos que ainda é incipiente uma produção do conhecimento no campo sociológico que atente para o caráter marginal conferido às epistemologias africanas e afrodiaspóricas, resultado do racismo científico e da invisibilização dessas epistemologias. Problematizamos este debate enfatizando a necessidade histórica de uma produção sociológica que leve em consideração as epistemologias diaspóricas no processo de teorização sociológica e de seu papel na interpelação do suposto caráter universal de uma ciência eurocentrada e branca em detrimento de outros referentes epistêmicos do fazer sociológico.

Palavras-chave: questão racial | epistemologias afrodiaspóricas | sociologia Latino-Americana | racismo epistêmico | descolonização científica.

 

Abstract:

This article analyzes the absence  of the racial question and African diasporic epistemologies in Latin American sociology and social thought. We argue that the production of knowledge that addresses the marginalization of African and African diasporic epistemologies in Latin American sociology is still incipient, as the result of scientific racism and the lack of visibility of these epistemologies. We further this debate by emphasizing the historical need for a sociological production that takes into account diasporic epistemologies in the process of sociological theorizing, and their role in questioning the supposedly universal character of an Eurocentric and white science, to the detriment of other epistemic referents of sociology.

Keywords: racial question | afro-diasporic epistemologies | Latin American sociology | epistemic racism | scientific decolonization.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lia Pinheiro Barbosa, Universidade Estadual do Ceará (UECE), Programa de Pós-Graduação em Sociologia (PPGS) e Mestrado Acadêmico Intercampi em Educação e Ensino (MAIE)

Mestre em Sociologia pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e Doutora em Estudos Latino-Americanos pela Universidad Nacional Autónoma de México (UNAM). Professora do Programa de Pós-Graduação em Sociologia (PPGS) e Mestrado Acadêmico Intercampi em Educação e Ensino (MAIE), da Universidade Estadual do Ceará (UECE).

Downloads

Publicado

2020-12-30

Como Citar

DA SILVA SANTOS OLIVEIRA, F.; PINHEIRO BARBOSA, L. Epistemologias marginalizadas: a questão racial no debate sociológico latino-americano. Afro-Ásia, Salvador, n. 62, 2020. DOI: 10.9771/aa.v0i62.34966. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/afroasia/article/view/34966. Acesso em: 29 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigos