Reforçar a identidade e a autoridade: as casas de courás libertos em Vila Rica e Mariana no século XVIII

Autores

DOI:

https://doi.org/10.9771/aa.v0i62.29127

Palavras-chave:

diáspora africana, libertos, escravidão, identidade étnica, posse escravista

Resumo

O artigo acompanha um grupo de libertos africanos, nomeado nas fontes portuguesas como courás, couranos ou variantes, para entender como constituíram suas casas em dois importantes núcleos urbanos da capitania de Minas Gerais ao longo do século XVIII. A economia do ouro possibilitou uma significativa posse de trabalhadores escravos para alguns desses senhores negros. O estudo desvenda a origem desses escravizados e como muitos desses lares mantiveram uma estreita relação com o passado africano desse grupo. De forma comparativa e também conectada, percebeu-se como as duas povoações vizinhas possuíam grupos de africanos forros que, além da alforria, adquiriram bens: casas, estabelecimentos comerciais, minas de ouro e, principalmente, trabalhadores escravos da mesma identidade étnica.

Palavras-chave: diáspora africana | libertos | escravidão | identidade étnica | posse escravista.

 

Abstract:

This article discusses a group of freed African people identified in Portuguese sources as Courás or Couranos, seeking to understand how they formed their homes in two important urban centers of the Captaincy of Minas Gerais during the eighteenth century. The gold-mining economy facilitated the acquisition of significant numbers of enslaved laborers by black masters. The study examines the origin of these enslaved people and the way in which many of these households maintained a close relationship with their African past. Usinga comparative and connected approach, this paper shows that in both of the two neighboring towns there were enclaves of freed Africans who, in addition to obtaining manumission, also acquired various forms of property, including  houses, commercial establishments, gold mines and especially, enslaved people of the same ethnic identity.

Keywords: african diaspora | african freed people | slavery | ethnic identity | slave ownership.


Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Moacir Rodrigo de Castro Maia, Núcleo de Pesquisa em História Econômica e Demográfica - NPHED/Cedeplar/UFMG

Moacir Rodrigo de Castro Maia, Doutor em História Social (UFRJ) e pesquisador associado ao NPHED/Cedeplar/UFMG. Este artigo é parte da minha tese de doutorado que contou com o financiamento do CNPq e da Capes.

Downloads

Publicado

2020-12-30

Como Citar

DE CASTRO MAIA, M. R. Reforçar a identidade e a autoridade: as casas de courás libertos em Vila Rica e Mariana no século XVIII. Afro-Ásia, Salvador, n. 62, 2020. DOI: 10.9771/aa.v0i62.29127. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/afroasia/article/view/29127. Acesso em: 14 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos