A guerra civil dos Estados Unidos e a crise da escravidão no Brasil

Autores

  • Rafael de Bivar Marquese Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.9771/aa.v0i51.17663

Palavras-chave:

escravidão, abolição, Guerra Civil norte-americana, Império do Brasil.

Resumo

Resumo

O artigo procura entender como a Guerra Civil norte-americana (1861-1865) conformou o quadro da crise da escravidão no Brasil. Para tanto, ele é desenvolvido em dois planos. O primeiro se refere ao impacto político direto da Guerra Civil, da abolição em 1865 e da Reconstrução sobre o debate político e as deliberações parlamentares relativas à escravidão no Brasil, com as lentes especialmente voltadas para o período de 1861 a 1871. O segundo se reporta ao impacto do notável crescimento econômico dos Estados Unidos postbellum sobre as relações sociais escravistas do Império do Brasil, após a aprovação da lei do ventre livre em 1871.

 

Abstract

The article seeks to understand how the U.S. Civil War (1861-1865) triggered the crisis of slavery in Brazil. It explores two main aspects of this process: first, the political impact of the Civil War, U. S. slave emancipation in 1865, and Reconstruction on the political debates and parliamentary decisions regarding slavery in Brazil, especially in the period between 1861 and 1871; second, the impact of U.S. postbellum economic growth on the social relations of slavery in the Brazilian empire, after the passing of the Free Womb law in 1871.

Keywords: slavery, abolition, US Civil War, Brazilian Empire

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-04-06

Como Citar

MARQUESE, R. de B. A guerra civil dos Estados Unidos e a crise da escravidão no Brasil. Afro-Ásia, [S. l.], n. 51, 2015. DOI: 10.9771/aa.v0i51.17663. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/afroasia/article/view/17663. Acesso em: 4 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos