Conexões entre conceitos de direitos humanos, arquivo e memória

Autores

Palavras-chave:

Arquivo, Arquivologia, Memória, Direitos Humanos

Resumo

O objetivo do presente trabalho é apresentar reflexões e conexões entre conceitos de direitos humanos, arquivo e memória. Embora sejam conceitos diferentes por natureza e pouco estudados pela Arquivologia e Ciência da Informação, esta abordagem destaca elementos que os aproximam. Os direitos humanos, enquanto direitos históricos e heterogêneos, de difícil conceituação, sobretudo pelos profissionais da informação, fruto do desenvolvimento das sociedades, acabam sendo elementos que oferecem sentido às suas interfaces. Assim, esta pesquisa reflete sobre a compreensão que se tem acerca dos arquivos de direitos humanos, sinalizando que tal classificação não está apenas relacionada à espécie documental, mas também, ao valor secundário dos documentos. No tocante aos procedimentos metodológicos, esse estudo, com enfoque descritivo e de abordagem qualitativa, utiliza como procedimento de coleta de dados a pesquisa bibliográfica. Os resultados demonstram que a Arquivologia e a Ciência da Informação devem ampliar espaços de reflexões acerca do conceito de direitos humanos, sobreudo no sentido de compreender, tanto a sua natureza política quanto o papel político do profissional da informação, na afirmação dos ditos direitos. Conclui-se que uma sociedade que respeita os direitos humanos deve disponibilizar, amplamente, à sociedade, suas memórias – materializadas – por meio dos documentos de arquivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leandro Coutinho Silva, Universidade Federal da Bahia - UFBA

Doutorando e mestre em Ciência da Informação pelo Programa de Pós-graduação da Universidade Federal da Bahia (PPGCI/UFBA). Bacharel em Arquivologia pela UFBA. Membro do Grupo de Pesquisa G-Acervos/UFBA. Orcid: https://orcid.org/0000-0002-7317-308X

Zeny Duarte de Miranda, Universidade Federal da Bahia - UFBA

Docente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PPGCI/UFBA). Doutora em Letras pela UFBA. Coordenadora do Grupo de Pesquisa G-Acervos/UFBA. Memorialista. Escritora. Orcid: https://orcid.org/0000-0003-0365-6905

Diego Rabelo Nonato, Universidade Federal de Pelotas - UFPel

Museólogo e Mestre em Memória Social e Patrimônio Cultural pela Universidade Federal de Pelotas (PPGMP/UFPel). Orcid: https://orcid.org/0000-0001-8782-4472

Eduardo Roberto Jordão Knack, Universidade Federal de Campina Grande - UFCG

Docente do Centro de Humanidades da Universidade Federal de Campina Grande (CH/UFCG). Doutor e mestre em História pelos Programas de Pós-Graduação em História da Universidade de Passo Fundo (UPF/RS) e da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), respectivamente. Orcid: https://orcid.org/0000-0002-7261-7750

Referências

ARAÚJO, Maria Paula Nascimento; SANTOS, Myrian Sepúlveda dos. História, memória e esquecimento: Implicações políticas. Revista Crítica de Ciências Sociais, n. 79, p. 95-111, 2007.

ARENDT, Hannah. Origens do totalitarismo. São Paulo: Companhia das Letras, p. 832, 2012.

ARQUIVO NACIONAL (Brasil). Dicionário Brasileiro de Terminologia Arquivística. Rio de Janeiro, 2005.

ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO. A ditadura revisitada. Revista do Arquivo, São Paulo, n. 2, p. 45, 2016. Disponível em: http://www.arquivoestado.sp.gov.br/revista_do_arquivo/02/interpretes_do_acervo_03.php Acesso em: 1 ago. 2019.

BAUER, Caroline Silveira. Brasil e Argentina: Ditaduras, Desaparecimentos e Políticas de Memória. Porto Alegre: Editora Medianiz, 2012.

BELLOTTO, Heloísa Liberalli. Arquivologia: objetivos e objetos. Arquivo: boletim histórico e informativo, v.10, n. 2, p. 81-83, 1989.

BOBBIO, Norberto. A Era dos Direitos. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.

BORGES, Alci Marcus Ribeiro. Direitos humanos: conceitos e preconceitos. Justributário, Fortaleza, v. 4586, p. 01-14, 2010.

BRASIL. COMISSÃO NACIONAL DA VERDADE. Relatório final da Comissão Nacional da Verdade. Brasília: CNV, v. I, p. 976, 2014. Disponível em: http://cnv.memoriasreveladas.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=571 Acesso em: 25 jun. 2019.

CASWELL, Michelle. Defining human rights archives: introduction to the special double issue on archives and human rights. Archival Science. v. 14, p. 207-213, 2014. DOI: 10.1007/s10502-014-9226-0. Acesso em: 8 out. 2021.

CONSELHO INTERNACIONAL DE ARQUIVOS. Princípios básicos sobre o papel dos arquivistas na defesa dos direitos humanos. 2016. Disponível em: https://www.ica.org/sites/default/files/ica-hrwg--principios_basicos_sobre_papel_arquivistas_rev%20final%2007112016_Portuguese.pdf. Acesso em: 19 jun. 2018.

DERRIDA, Jacques. Mal de arquivo: uma impressão freudiana. Rio de Janeiro: RelumeDumará, 2001.

FERNANDES, Pádua. Arquivos e direitos humanos: documentos e violações durante a ditadura militar no Brasil. Revista do Arquivo Público do Estado de São Paulo, São Paulo, a. 2, n. 5, p. 40–50, 2017.

FERRO, Carolina Martins. Os direitos humanos, a Unesco e os arquivos. 2014. 184 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Instituto de Arte e Comunicação Social, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2014.

FONTES, Milena Fonseca. Desvendando os arquivos para estabelecer a justiça. Revista do Arquivo Público do Estado de São Paulo, São Paulo, v. 2, n. 5, p. 77–90, 2017.

FOUCAULT, Michel. Em defesa da sociedade. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

HALBWACHS, Maurice. A memória coletiva. Tradução: Beatriz Sidou. São Paulo: Centauro, 2006.

JARDIM, José Maria. A invenção da memória nos arquivos públicos. Ciência da Informação - v. 25, n. 2, 1995.

JOFFILY, Mariana. Direito à informação e direito à vida privada: os impasses em torno do acesso aos arquivos da ditadura militar brasileira. Estudos históricos, v. 25, n. 49, jan./jun. 2012, p. 129-148. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/reh/article/viewArticle/3766 Acesso em: 20 jul. 2019.

JOSÉ, Emiliano. Intervenção da imprensa na política brasileira (1954-2014). São Paulo: Fundação Perseu Abramo, p. 184, 2015.

LAFER, Celso. Declaração Universal dos Direitos Humanos. In: MAGNOLI, Demétrio (org.). História da Paz. São Paulo: Contexto, 2008.

LE GOFF, Jacques. História e memória. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 1990.

LÉVY, Pierre. As tecnologias da inteligência: o futuro do pensamento na era da informática. Tradução: Carlos Irineu da Costa. Rio de Janeiro: Editora 34, 1993.

OLIVEIRA, Eliane Braga de. O conceito de memória na Ciência da Informação no Brasil: uma análise da produção científica dos programas de pós-graduação. 2010. 194 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Faculdade de Ciência da Informação da Universidade de Brasília, Brasília, 2010.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. Declaração Universal dos Direitos Humanos. 1948.

PELEGRINE, Ayala Rodrigues Oliveira. Ditadura militar e universidades: a importância do acesso aos arquivos da repressão política. In: Dossiê Temático: Arquivos e direitos humanos. Revista do Arquivo Público do Estado de São Paulo, São Paulo, a. 2, n. 5, p. 135-143, out. 2017. Disponível em: http://www.arquivoestado.sp.gov.br/revista_do_arquivo/05/index.php. Acesso em: 25 jun. 2019.

PIOVESAN, Flávia. Ações afirmativas da perspectiva dos direitos humanos. Cadernos de Pesquisa, v. 35, n. 124, p. 43-55, jan./abr. 2005.

RICOEUR, Paul. A memória, a história, o esquecimento. Campinas: Editora da Unicamp, 2007.

ROUSSEAU, Jean-Yves; COUTURE, Carol. Os fundamentos da disciplina arquivística. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1994.

SANTOS, Shana Marques Prado dos. Tratamento de arquivos de direitos humanos na América Latina. Brasília: Ministério da Justiça, Comissão de Anistia, Rede Latino-Americana de Justiça de Transição (RLAJT), 2016.

SCHELLEMBERG, Theodor Roosevelt. Documento: Problemas Arquivísticos do Governo Brasileiro. Acervo: Revista do Arquivo Nacional. Rio de Janeiro, v. 28, n. 2, p. 287-300, jul./dez. 2015

Downloads

Publicado

2023-11-30

Como Citar

SILVA, L. C.; MIRANDA, Z. D. de; NONATO, D. R.; KNACK, E. R. J. Conexões entre conceitos de direitos humanos, arquivo e memória. Revista Fontes Documentais, [S. l.], v. 4, n. 2, p. 93–109, 2023. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/RFD/article/view/57799. Acesso em: 23 jul. 2024.

Edição

Seção

INFORMAÇÃO, CULTURA E PATRIMÔNIO

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>