Ciborgues de madeira: profanações tecnomíticas das estéticas drag queen na religiosidade popular do Cariri cearense

Autores

  • Ribamar José de Oliveira Junior Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)/Pesquisador bolsista de Doutorado
  • Walisson Angélico de Araújo Universidade Federal da Bahia

Resumo

Formões, buril, cera e tinta na espuma do corpo talhado na madeira. A partir do ensaio “A costela de Adão” da fotógrafa Giovanna Duarte para a quinta edição do Jornal Sertão Transviado, lançado em 2017 através de um projeto experimental de jornalismo, realizamos uma releitura da teoria ciborgue de Donna Haraway em um contexto localizado. Nesse sentido, utilizamos a metodologia de análise documentária da fotografia em sua dimensão expressiva para procuramos os sentidos do corpo drag queen na cultura popular do Cariri cearense. Ao todo são sete fotografias que mostram as drags Phantom e Malina entre as esculturas do Centro Popular de Cultura Mestre Noza na cidade de Juazeiro do Norte, mais conhecida como a terra do Padre Cícero. Distante de uma tecnoutopia, encaramos as políticas afetivas do artivismo entre o ciborgue e a deusa para pensarmos os híbridos entre o gênero e a cultura popular, sobretudo, através da afetação da identidade performativa com a tradição cultural. Da ironia e blasfêmia, encaramos as dissidências e os artefactualismos tecnomíticos na imagética-discursiva do corpo cyberdrag em sua potente fusão com os simulacros capazes de hackear códigos rígidos de leitura das corporalidades na religião popular.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ribamar José de Oliveira Junior, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)/Pesquisador bolsista de Doutorado

Doutorando da linha de Tecnologias da Comunicação e Estéticas no Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Mestre em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e especialista em Gênero e Sexualidade na Educação pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e graduado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade Federal do Cariri (UFCA). 

Walisson Angélico de Araújo, Universidade Federal da Bahia

Mestrando da linha de pesquisa Culturas da Imagem e do Som no Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), Brasil. Graduado em Jornalismo pela Universidade Federal do Cariri (UFCA) com período extracurricular na Universidade do Algarve (UAlg), em Portugal, com ênfase de estudos na grande área das Ciências da Comunicação.

Downloads

Publicado

2021-08-16 — Atualizado em 2021-08-17

Versões

Como Citar

Oliveira Junior, R. J. de, & Araújo, W. A. de. (2021). Ciborgues de madeira: profanações tecnomíticas das estéticas drag queen na religiosidade popular do Cariri cearense. Revista Periódicus, 1(16), 294–326. Recuperado de https://periodicos.ufba.br/index.php/revistaperiodicus/article/view/38195 (Original work published 16º de agosto de 2021)