DESENHOS NO CHÃO E PINTURAS NO AR

Autores

  • Débora Campos de Paula UFRJ

Palavras-chave:

Corpo, Educação, Dança Afro-brasileira.

Resumo

A proposta deste artigo é discutir a importância do corpo como protagonista no processo de autoconhecimento e produção de saber, em consonância com um ambiente propício aos diálogos de corpo, à experiência e à reflexão. Pretende-se apontar algumas pistas que instiguem o leitor ao exercício imaginativo de deslocar o centro do pensamento de uma perspectiva hegemônica para um olhar pessoal e ao mesmo tempo coletivo de percepção do corpo-pensamento.1 O espaço no qual se desenvolveram estas investigações e de onde emergiram estas questões são as aulas de dança afro. O foco é a busca de uma dança em afroperspectiva que informe diferentes possibilidades de mover-se com base na relação com a ancestralidade, com a coletividade e com o autoconhecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Débora Campos de Paula, UFRJ

Doutoranda em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), mestra em Saúde Coletiva pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e graduada
em Educação Física pela UFRJ. É artista, intérprete/pesquisadora, coreógrafa e preparadora corporal.
Integra o Coletivo Muanes Dançateatro, da Universidade Federal Fluminense (UFF).

Downloads

Publicado

2020-12-31