DESAFIOS DA FORMAÇÃO DE PÚBLICOS NA DANÇA: DISCURSO DAS POLÍTICAS PÚBLICAS CULTURAIS DA BAHIA

Autores

  • CAROLINA MAHECHA QUINTERO (PPGAC-UFBA) PPGAC-UFBA

DOI:

https://doi.org/10.9771/2317-3777dança.v3i2.13047

Palavras-chave:

Políticas Públicas Culturais, Dança, Formação de Públicos, Espectador

Resumo

A configuração da nova cidadania tem demandado a formação de espectadores das artespor parte dos governos locais, como uma garantia dos direitos culturais. Tendo em contaque esta é uma temática de recente debate no âmbito local, assim como sua relação comcampos específicos da arte, como a dança, este artigo analisa o discurso dominante nos documentos oficiais de política cultural, para a promoção dos públicos da dança no Estado da Bahia, Brasil. Assim, em procura de compreender o panorama da relação público da dança e políticas públicas para a apropriação artística e cultural desta linguagem, realizase um estudo do discurso sobre a formação de públicos implícito em documentos como: Agenda XXI da Cultura; Lei Cultura Viva e Plano Nacional de Dança do Brasil; e Lei Orgânica da Cultura da Bahia. Como resultado desta análise, percebe-se a necessidade de gerar pesquisas qualitativas sobre o comportamento dos públicos que permitam compreender sua heterogeneidade, mas também os elementos para construção de um habitus cultural, dentro de uma ação política que articula a arte e a educação como estratégia principal para a formação de plateia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

CAROLINA MAHECHA QUINTERO (PPGAC-UFBA), PPGAC-UFBA

Mestranda em Artes cênicas da Universidade Federal da Bahia, UFBA (2014). Graduação em Ciência Política na Universidade Nacional de Colômbia sede Bogotá (2004). Maestra em Artes Cênicas com ênfase em Dança Contemporânea na Universidade do Distrito Francisco José de Caldas - Colômbia (2011). Experiência profissional como assessora e/ou consultora de instituições governamentais, não governamentais e do setor acadêmico para formulação, implementação e avaliação de politicas, planos, projetos e/ou programas que promovem o desenvolvimento das artes cênicas e da cultura em diferentes contextos como contribuição a construção de tecido social. Participação na realização de investigação e projetos educativos dirigidos a população vulnerável da cidade de Bogotá, mediante a promoção da pedagogia artística no campo da dança. Trabalho nas áreas de interpretação, investigação, formação e criação de dança, como uma contribuição para a revitalização dos processos de desenvolvimento sociocultural e de reflexão crítica sobre vários cenários. Workshop líder e palestrante na área de políticas públicas culturais e de participação dos cidadãos a nível local na cidade e em algumas áreas acadêmicas, como parte do caminho como pesquisadora e formadora nesta temática.

Downloads

Publicado

2015-08-03

Como Citar

MAHECHA QUINTERO (PPGAC-UFBA), C. (2015). DESAFIOS DA FORMAÇÃO DE PÚBLICOS NA DANÇA: DISCURSO DAS POLÍTICAS PÚBLICAS CULTURAIS DA BAHIA. Dança: Revista Do Programa De Pós-Graduação Em Dança, 3(2). https://doi.org/10.9771/2317-3777dança.v3i2.13047

Edição

Seção

Artigos