Impactos da Covid-19 na Economia: limites, desafios e políticas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.9771/cp.v13i2%20COVID-19.36183

Palavras-chave:

Covid-19. Economia. Políticas

Resumo

Neste estudo são analisados os impactos da Covid-19 na economia. Especificamente são analisados os choques de oferta, demanda e financeiros, as políticas macroeconômicas e as lições e oportunidades. O artigo almeja responder à seguinte questão: quais são os limites, as lições e os desafios do impacto da Covid-19 na economia do Brasil? O estudo é qualitativo, sendo descritivo quanto aos objetivos. Para tal, realizou-se uma pesquisa bibliográfica e documental. Como resultados, descobriu-se que o Covid-19 expõe fragilidades na economia, como queda nos preços de petróleo, em commodities, em empregos, enfraquecimento da moeda, aumento da dívida pública e recessão no Brasil e no mundo. Acrescenta-se que há uma contração de 12% entre janeiro e março de 2020 na economia mundial (RELATÓRIO JPMORGAN, 2020). No entanto, conclui-se que há oportunidade de políticas nas áreas da saúde e de educação e um maior espaço para o debate do estado empreendedor nos próximos anos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Reynaldo Rubem Ferreira Junior, UFAL

Professor Titular da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEAC) da Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Bacharel em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco (1984- UFPE), mestre em Economia Industrial pelo Programa Integrado de Mestrado em Economia e Sociologia (1990- PIMES/UFPE) e doutor em Política Econômica pelo Instituto de Economia da Universidade de Campinas (1998 - IE/UNICAMP).Ex- Secretário Extraordinário do Estado de Alagoas (2004) , responsável pela coordenação dos estudos para implantação da Agência de Fomento do Estado, e Ex-Superintendente do PRODETUR-AL (2005).Ex- Diretor de Operações Financeiras da Agência de Fomento de Alagoas (AFAL- 2010 e 2011). Atualmente é professor da graduação e do mestrado em Economia Aplicada da Universidade Federal de Alagoas (UFAL) e do Programa de Pós-Graduação em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação (Profnit-UFAL). Pesquisador nas áreas de Políticas Macroeconômicas e de Sistemas de Inovação, com foco em Perfis Tecnológicos de Setores Industriais e Sistemas de Financiamento Empresarial

Luciana Peixoto Santa Rita, UFAL, ISEG/Univ. de Lisboa

Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9511112631138534

Possui graduação em Economia pela Universidade Federal de Alagoas (1993), graduação em Direito pelo Centro de Estudos Superiores de Maceió (1994), mestrado em Administração pela Universidade Federal de Alagoas (1999) e doutorado em Administração pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade - USP (2004). Pos- Doutoranda em Indústria 4.0 e Tecnologia no ISEG na Universidade me Lisboa. Avaliadora do Ministério da Educação e Cultura. Pesquisadora da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas. Professora Associada IV da Universidade Federal de Alagoas. Professora do Programa de Pós-Graduação em Administração Pública em Rede Nacional (PROFIAP), do Programa de Pós-Graduação em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação (PROFINIT) e do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação.Tem experiência nos seguintes temas: competitividade, indústria 4.0, politica tecnológica, inovação, perfil tecnológico, politica pública e pesquisa industrial.

Referências

ATKESON, A. What Will Be the Economic Impact of COVID-19 in the US? Rough Estimates of Disease Scenarios. NBER Working Paper, [S.l.], n.. 26.867, March 2020. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/304897685_Modeling_the_effects_of_health_on_economic_growth. Acesso em: 1º abr. 2020.

BALDWIN, R.; WEDER DI MAURO, B. Economics in the Time of COVID-19. A VoxEU.org. CEPR Press Book, 2020.

BHARGAVA, A. et al. Modeling the effects of health on economic growth. Journal of Health Economics, [S.l.], 20, p. 423-440, 2001. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/304897685_Modeling_the_effects_of_health_on_economic_growth. Acesso em: 1º abr. 2020.

BLANCHARD, O. Do DSGE Models Have a Future? Peterson Institute for International Economics, [S.l.], p. 1-4, 1º ago. 2016. Disponível em: https://www.piie.com/system/files/documents/pb16-11.pdf. Acesso em: 23 dez. 2019.

BLANCHARD, O. On the future of macroeconomic models. Oxford Review of Economic Policy, [S.l ], p. 43-54, 5 jan. 2018. Disponível em: https://academic.oup.com/oxrep/article-abstract/34/1-2/43/4781808?redirectedFrom=fulltext. Acesso em: 1º abr. 2020.

BLANCHARD, O. The Needs for Different Classes of Macroeconomic Models. Peterson Institute for International Economics, [S.l.], p. 1-2, 12 jan. 2017. Disponível em: https https://piie.com/blogs/realtime-economic-issues-watch/need-different-classes-macroeconomic-models. Acesso em: 1º abr. 2020.

BLOOM, E.; WIT, D. Potential economic impact of an Avian Flu pandemic on Asia. ERD Policy Brief Series. Manila: Asian Development Bank. 2005. (n. 42). Disponível em: http://www.adb.org/Documents/EDRC/Policy_Briefs/PB042.pdf. Acesso em: 1º abr. 2020.

BLOOM, D. E.; KUHN, M.; PRETTNER, K. Health and Economic Growth. IZA Discussion Papers, [S.l.], n. 11.939, 2018. Disponível em: https://www.econstor.eu/bitstream/10419/193233/1/dp11939.pdf. Acesso em: 1º abr. 2020.

CECCHETTI, S. G.; SCHOENHOLTZ, K. L. Bank Runs and Panics: a Primer, 2020. Disponível em: moneyandbanking.com Acesso em: 2 mar. 2020.

CUDDINGTON, J. T. Further results on the macroeconomic effects of AIDS: the dualistic, labour-surplus economy. World Bank Economic Review, [S.l.], v. 7, n. 3, p. 403-17, 1993.

CHOU, J. et al. Potential Impacts of the SARS Outbreak on Taiwan's. Economy – Asian Economic Papers, [S.l.], v. 3, n. 1, p. 84-112, 2004.

DELONG, J. B.; SUMMERS, L. H. Fiscal Policy in a Depressed Economy. Brookings Institution, [S.l.], p. 1-52, 2012. Disponível em: https://www.brookings.edu/wp-content/uploads/2012/03/2012a_delong.pdf. Acesso em: 1º abr. 2020.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008. Disponível em: https://ayanrafael.files.wordpress.com/2011/08/gil-a-c-mc3a9todos-e-tc3a9cnicas-de-pesquisa-social.pdf. Acesso em: 1º abr. 2020.

GÜNTHER, H. Pesquisa qualitativa versus pesquisa quantitativa: esta é a questão. Psicologia: Teoria e Pesquisa, [S.l.], v. 22, n. 2, p. 201-210, 2006.

GUZMAN, M.; OCAMPO, J. A.; STIGLITZ, J. E. Real exchange rate policies for economic development, World Development, Elsevier, vol. 110(C), pages 51-62, 2018.

HAN, Byung-Chul. O coronavírus de hoje e o mundo de amanhã, segundo o filósofo Byung-Chul Han: Países asiáticos estão lidando melhor com essa crise do que o Ocidente. Enquanto lá se trabalha com dados e máscaras, aqui se chega tarde e fecham fronteiras. El País, [S. l.], p. 1-4, 22 mar. 2020. Disponível em: https://brasil.elpais.com/ideas/2020-03-22/o-coronavirus-de-hoje-e-o-mundo-de-amanha-segundo-o-filosofo-byung-chul-han.html. Acesso em: 1º abr. 2020.

HAI, W. et al. The Short-Term Impact of SARS on the Chinese Economy. Asian Economic Papers, [S.l.], v. 3, n. 1, p. 57-61, 2004.

HAIR JR., Joseph et al. Fundamentos de métodos de pesquisa em administração. Porto Alegre: Bookman, 2005.

HAACKER, M. The economic consequences of HIV/AIDS in Southern Africa. IMF Working Paper [S.l.], v. W/02/38, 41-95, 2002.

IMAI, N. et al. Report 3: transmissibility of 2019-nCoV. British Medical Journal Publishing Group, [S.l.], 2020. Disponível em: https://www.imperial.ac.uk/media/imperialcollege/medicine/sph/ide/gidafellowships/Imperial-2019-nCoV-transmissibility.pdf. Acesso em: 2 abr. 2020.

KEYNES, J. M. The general theory of employment, interest and money. United Kingdom: Palgrave Macmillan, 1936. 472 p. ISBN 978-0-230-00476-4.

KEYNES, J.M (1937). A Teoria Geral do Emprego. In Szmrecsányi, T. (org.). Keynes. São Paulo: Ática, 1979.

KUHNAL, M.; PRETTNER, K. Growth and welfare effects of health care in knowledge-based economies. Journal of Health Economics, [S.l.], v. 46, March, p. 100-119, 2016. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0167629616000266. Acesso em: 2 abr. 2020.

LAGERLÖF, N. P. From Malthus to modern growth: Can epidemics explain the three regimes? International Economic Review, [S.l.], v. 44, p. 755-777, 2003.

LARA RESENDE, A.; SERRA LOPES REBELO DE ANDRADE, F. Para Lara Resende e Rebelo de Andrade, desafio atual é mobilizar recursos para a saúde: É imperativo ser generoso com a população desassistida e que se adote um programa de ajuda de custo universal. Valor Econômico, [S.l.], Coluna Eu &, p. 1-7, 27 mar. 2020. Disponível em: https://valor.globo.com/eu-e/noticia/2020/03/27/para-lara-resende-e-rebelo-de-andrade-desafio-atual-e-mobilizar-recursos-para-a-saude.ghtml. Acesso em: 1º abr. 2020.

LIN, Q. et al. A conceptual model for the coronavirus disease 2019 (COVID-19) outbreak in Wuhan, China with individual reaction and governmental action. International Journal of Infectious Diseases, [S.l.], v. 93, p. 211-216, 2020.

LINDÉ, Jesper. DSGE models: still useful in policy analysis? Oxford Review of Economic Policy, [S.l.], p. 269-286, 5 jan. 2018. Disponível em: https://academic.oup.com/oxrep/article-abstract/34/1-2/269/4781817. Acesso em: 2 abr. 2020.

MAZZUCATO, M. Capitalism’s Triple Crisis. Project Syndicate, [S.l.], p. 1-4, 30 mar. 2020. Disponível em: https://www.project-syndicate.org/commentary/covid19-crises-of-capitalism-new-state-role-by-mariana-mazzucato-2020-03. Acesso em: 31 mar. 2020.

MAZZUCATO, M. Financing innovation: creative destruction vs. destructive creation. Industrial and Corporate Change, [S.l.], p. 851-867, 16 jul. 2013. Disponível em: https://academic.oup.com/icc/article-abstract/22/4/851/761041?redirectedFrom=fulltext. Acesso em: 1º abr. 2020.

MAZZUCATO, M. Mission-oriented innovation policies: challenges and opportunities. Industrial and Corporate Change, [S.l.], v. 27, p. 803-815, 12 out. 2018. Disponível em: https://academic.oup.com/icc/article/27/5/803/5127692. Acesso em: 1º abr. 2020.

MAZZUCATO, M. O Estado empreendedor: desmascarando o mito do setor público vs. setor privado. [S.l.]: Portfolio-Penguin, 2014. 341p. E-book Kindle.

MAZZUCATO, M.; SEMIENIUK, G. Public financing of innovation: new questions. Oxford Review of Economic Policy, [S.l.], v. 33, p. 24-48, 7 fev. 2017. Disponível em: https://academic.oup.com/oxrep/article/33/1/24/2972707. Acesso em: 1º abr. 2020.

MCKIBBIN, W.; FERNANDO, R. The Global Macroeconomic Impacts of COVID-19: Seven Scenarios. CAMA Working Paper, [S.l.], 19/2020. Disponível em: http://henryjenkins.org. Acesso em: 2 abr. 2020.

MELTZER, M. I. et al. The economic impact of pandemic influenza in the United States: priorities for intervention. Emerging Infectious Diseases, [S.l.], v. 5, n. 5, p. 659-671, 1999.

MCKIBBIN, W. J.; TRIGGS, A. Modelling the G201, CAMA. Working Paper, [S.l.], v. 17, April 2018. Disponível em: https://cama.crawford.anu.edu.au/sites/default/files/publication/cama_crawford_anu_edu_au/2018-04/17_2018_mckibbin_triggs_v1.pdf. Acesso em: 1º abr. 2020.

MITCHELL, W.; WRAY, L. R.; WATTS, M. Macroeconomics. [S.l.]: Red Globe Press, 2019. 604p. ISBN 978-1137610669.

MINSKY, P. H. Estabilizando Uma Economia Instável. 1. ed. [S.l.]: Novo Século, 2013 448p. ISBN 978-8542801040.

OMS – ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAUDE. [2020]. Disponível em: https://news.un.org/pt/tags/oms. Acesso em: 2 abr. 2020.

OCDE - ORGANIZAÇÃO PARA A COOPERAÇÃO E O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICOS. Disponível em: http://www.oecd.org/newsroom/global-economy-faces-gravest-threat-since-the-crisis-as-coronavirus-spreads.htm. Acesso em: 2 abr. 2020.

OREIRO, J.; DE PAULA, L. F. O Liquidacionismo de Guedes Aprofunda a Crise: Urge a suspensão do Teto de Gastos, criando espaço legal para uma política de expansão dos gastos públicos. Valor Econômico, [S. l.], Coluna Opinião, p. 1-7, 2 abr. 2020. Disponível em: https://valor.globo.com/opiniao/coluna/o-liquidacionismo-de-guedes-aprofunda-a-crise.ghtml. Acesso em: 2 abr. 2020.

PRITCHETT, L.; SUMMERS, H. Wealthier Is Healthier. Journal of Human Resources [S.l.], v. 31, n. 4, p. 841-868, 1996.

RELATÓRIO JPMORGAN. Fallout from COVID-19: Global Recession, Zero Interest Rates and Emergency Policy Actions, março de 2020. Disponível em: https://www.jpmorgan.com/global/research/fallout-from-covid19. Acesso em: 1º abr. 2020.

ROBALINO, D. A. et al. The Risks and Macroeconomic Impact of HIV/AIDS in the Middle East and North Africa: Why Waiting to Intervene Can Be Costly. Policy Research Working, Paper Series: 2874, 2002. The World Bank. Disponível em: http://econ.worldbank.org/files/16774_wps2874.pdf. Acesso em: 1º abr. 2020.

ROUBINI, N. A Greater Depression? Project Syndicate, [S.l.], p. 1-5, 24 mar. 2020. Disponível em: https://www.project-syndicate.org/commentary/coronavirus-greater-great-depression-by-nouriel-roubini-2020-03. Acesso em: 24 mar. 2020.

SAMPIERI, R. H.; COLLADO, C. F.; LUCIO, P. B. Metodologia de Pesquisa. São Paulo: McGraw-Hill Interamericana do Brasil Ltda., 2006.

SCHOENBAUM, S. C. Economic impact of influenza. The individual's perspective. American Journal of Medicine, [S.l.], v. 82, n. 6A, p. 26-30, 1987.

SELLTIZ, C. Métodos de pesquisa nas relações sociais. São Paulo: Herder, EDUSP, 1967.

SEMBETA, S. How applicable are the new keynesian DSGE models to a typical low-income economy? Munich Personal RePEc Archive (MPRA), [S.l.], p. 1-42, 16 maio 2011. Disponível em: https://mpra.ub.uni-muenchen.de/30931/1/MPRA_paper_30931.pdf. Acesso em: 1º abr. 2020.

SUI, A.; WONG, R. Economic Impact of SARS: The Case of Hong-Kong. Asian Economic Papers, [S.l.], v. 3, n. 1, p. 62-83, 2004.

STIGLITZ, J. Towards a General Theory of Deep Downturns. The National Buereau of Economic Research, [S.l.], p. 1-51, ago. 2015. Disponível em: https://www.nber.org/papers/w21444.pdf. Acesso em: 1º abr. 2020.

STIGLITZ, J. Where modern macroeconomics went wrong. Oxford Review of Economic Policy, [S.l.], v. 34, p. 70-106, 5 jan. 2018. Disponível em: https://academic.oup.com/oxrep/article/34/1-2/70/4781816. Acesso em: 1º abr. 2020.

VINES, D.; WILLS, S. The financial system and the natural real interest rate: towards a ‘new benchmark theory model’. Oxford Review of Economic Policy, [S. l.], v. 34, p. 252-268, 5 jan. 2018. Disponível em: https://academic.oup.com/oxrep/article-abstract/34/1-2/252/4781820. Acesso em: 1º abr. 2020.

WEIL, D. Health and economic growth. In: AGHION, P.; DURLAUF, S. N. (ed.). Handbook of economic growth. Amsterdam: Elsevier, 2014. (v. 2B, p. 623-682).

WRAY, L. R. Understanding Modern Money: the Key to Full Employment and Price Stability. [S. l.]: New Economic Institute, 2015. 208p. E-book Kindle.

WREN-LEWIS, S. Ending the microfoundations hegemony. Oxford Review of Economic Policy, [S.l.], v. 34, p. 55-69, 5 jan. 2018. Disponível em: https://academic.oup.com/oxrep/article-abstract/34/1-2/55/4781813?redirectedFrom=fulltext. Acesso em: 1º abr. 2020.

WRIGHT, R. On the future of macroeconomics: a New Monetarist perspective. Oxford Review of Economic Policy, [S.l.], v. 34, p. 107-131, 5 jan. 2018. Disponível em: https://academic.oup.com/oxrep/article-abstract/34/1-2/107/4781807?redirectedFrom=fulltext. Acesso em: 1º abr. 2020.

YIN, R. K. Estudo de Caso-: Planejamento e Métodos. Bookman, 2015.

Downloads

Publicado

2020-04-16

Como Citar

Ferreira Junior, R. R., & Santa Rita, L. P. (2020). Impactos da Covid-19 na Economia: limites, desafios e políticas. Cadernos De Prospecção, 13(2 COVID-19), 459. https://doi.org/10.9771/cp.v13i2 COVID-19.36183

Edição

Seção

Coronavirus (SARS-COV-2) e COVID-19