Smart City: um estudo prospectivo da tecnologia com base nas patentes

Autores

  • Vanessa de Souza Silva Universidade Federal de São João Del-Rei, São João Del-Rei, MG, Brasil
  • Luiz Flávio Felizardo Universidade Federal de Lavras, Lavras, MG, Brasil https://orcid.org/0000-0002-6324-7313
  • Ana Cláudia Dutra Universidade Federal de São João Del-Rei, São João Del-Rei, MG, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.9771/cp.v13i1.32677

Palavras-chave:

Smart City, Patentes, Prospecção Tecnológica.

Resumo

Uma cidade inteligente é uma área geográfica bem definida, na qual tecnologias cooperam para criar benefícios para os cidadãos, dessa forma, a proteção dessas tecnologias por meio das patentes tem grande relevância. Nesse contexto, esta pesquisa tem como objetivo realizar o levantamento das patentes na aŕea de Smart Cities no mundo, para isso, foi utilizada a base de dados Espacent. A prospecção apontou dados dos principais países solicitantes e os códigos de classificação internacional que mais definem as patentes solicitadas. Na busca, foram encontrados 412 resultados para patentes publicadas sobre o referido assunto, a maioria nas seções de física e eletricidade. Desde a patente precursora publicada em 2010, houve um aumento quase que exponencial de propriedades intelectuais, das quais a China é o país dominante no que diz respeito a patentes que envolvem essa temática, fato que possivelmente pode ser corroborado devido ao grande investimento do país em inovações tecnológicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALBINO, Vito; BERARDI, Umberto; DANGELICO, Rosa Maria. Smart cities: Definitions, dimensions, performance, and initiatives. Journal of urban technology, [S.l.], v. 22, n. 1, p. 3-21, 2015.

BARRETO, Leandro de Oliveira; MENHA, Rafael Câmara. Prospecção Tecnológica: um estudo exploratório sobre o depósito de patentes de drones para captação e transmissão de imagens aéreas. Cadernos de Prospecção, [S.l.], v. 11, p. 453, 2018.

DAMERI, Renata Paola. Searching for smart city definition: a comprehensive proposal. International Journal of computers & technology, [S.l.], v. 11, n. 5, p. 2.544-2.551, 2013.

ESPACENET. Espacenet Patent Search. 2019. Disponível em https://worldwide.espacenet.com. Acesso em: 24 jul. 2019.

FERREIRA, Ademir Antônio; GUIMARÃES, Edílson Rodrigues; CONTADOR, José Celso. Patente como instrumento competitivo e como fonte de informação tecnológica. Gest. Prod., São Carlos, [S.l.], v. 16, n. 2, p. 209-221, 2009.

GHESTI. Grace Ferreira et al. Tutorial de Busca nos Principais Bancos de Patentes. Brasília: Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico, UNB, 2016.

INPI – INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL. 2019. Disponível em: http://www.inpi.gov.br/menu-servicos/patente/classificacao-de-patentes. Acesso em: 30 jul. 2019.

KOBAYASHI, Andrea Regina Kaneko et al. Smart sustainable cities: bibliometric study and patent information. International Journal of Innovation, [S.l.], v. 5, n. 1, p. 77, 2017.

OMPI – ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA PROPRIEDADE INTELECTUAL. Índice Global de Inovação de 2018: Energizando o Mundo com Inovação. Ithaca, Fontainebleau e Genebra, 2018.

PEREIRA, Beneildo Rodrigues Oliveira et al. Smart Bakery: Estudo Prospectivo sobre Internet das Coisas (IoT) Aplicadas ao Setor de Panificação. Cadernos de Prospecção, [S.l.], v. 12, n. 1, p. 92, 2019.

QUINTELLA, Cristina M.; ROCHA, Paula Jamile; DA MATA QUINTELLA, Vitor. Veículos Híbridos: Avaliação de Maturidade Tecnológica TRL 4 a 7 Através de Mapeamento Patentário. Cadernos de Prospecção, [S.l.], v. 10, n. 3, p. 600, 2017.

RIBEIRO. Núbia Moura (org.). Prospecção Tecnológica. Salvador: PROFNIT, 2019. v. 2. Disponível em: http://www.profnit.org.br/pt/livros-profnit/. Acesso em: 28 jun. 2019.

SANTOS. Wagna Piler Carvalho dos (org.). Propriedade Intelectual. Salvador. PROFNIT, 2018. v. 1. Disponível em: http://www.profnit.org.br/pt/livros-profnit/. Acesso em: 28 jun. 2019.

SARAIVA, Paola Pol et al. O uso de tecnologias como estratégia na construção de cidades mais inteligentes e sustentáveis. Gestão & Regionalidade, [S.l.], v. 35, n. 105, 2019.

TUMELERO, Cleonir et al. Rotas Tecnológicas em Smart Cities: Uma Análise de Invenções Portadoras de Futuro. XVI Congresso Latino-Iberoamericano de Gestão e Tecnologia, [S.l.], 2015.

UN-HABITAT. State of the world's cities 2010/2011: bridging the urban divide. Earthscan, 2010.

WALRAVENS, Nils. Mobile city applications for Brussels citizens: Smart City trends, challenges and a reality check. Telematics and Informatics, [S.l.], v. 32, n. 2, p. 282-299, 2015.

WIPO – WORLD INTELLECTUAL PROPERTY ORGANIZATION. Inside WIPO. 2019. Disponível em: https://www.wipo.int/about-wipo/en/. Acesso em: 29 jun. 2019.

Downloads

Publicado

2020-03-27

Como Citar

Silva, V. de S., Felizardo, L. F., & Dutra, A. C. (2020). Smart City: um estudo prospectivo da tecnologia com base nas patentes. Cadernos De Prospecção, 13(1), 171. https://doi.org/10.9771/cp.v13i1.32677

Edição

Seção

Prospecções Tecnológicas de Assuntos Específicos