Prospecção Científica e Tecnológica do Ácido Caurenoico, um Diterpeno Bioativo

Autores

  • Carlos Alberto Machado da Rocha Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA) http://orcid.org/0000-0003-3037-1323
  • Núbia Lorena Farias Rabelo Colégio ASLAN. Tv. Mauriti, nº 2855 - Marco, Belém - PA, CEP: 66083-000
  • Adailson Monteiro Rodrigues Universidade da Amazônia, Centro de Ciências Biológicas e da Saúde. Av. Alcindo Cancela, nº 351 – Umarizal, Belém, PA. CEP: 66065-205.
  • Simone Machado da Rocha Universidade Federal do Pará, Instituto de Geociências. Rua Augusto Corrêa, nº 01 – Guamá, Belém, PA. CEP: 66075-110.
  • Herald Souza dos Reis Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Biológicas. Rua Augusto Corrêa, nº 01, Laboratório de Neuroquímica Molecular e Celular, 2º andar, nº 221, Guamá, Belém, PA. CEP: 66075-110. http://orcid.org/0000-0001-6513-3937

DOI:

https://doi.org/10.9771/cp.v13i1.32202

Palavras-chave:

Ácido Caurenoico. Atividades Biológicas. Prospecção

Resumo

A presente prospecção aborda a atividade biológica do ácido caurenoico, com ênfase nas aplicações farmacológicas e terapêuticas. Para a prospecção científica, foram utilizadas as bases de dados eletrônicas Scielo e PubMed. Para a prospecção tecnológica nacional, utilizou-se a base do INPI e, em nível internacional, a plataforma LENS, com o uso das palavras-chave “ácido caurenoico” e “kaurenoic acid” nos campos de busca “título” e “resumo”, ambas as buscas foram limitadas aos últimos 20 anos. Nessa perspectiva, verificou-se o aumento de publicações de artigos, atingindo média bem maior na segunda década (8,6) em comparação com a primeira (3,5), o que torna visível o crescente interesse científico e tecnológico pelo ácido caurenoico, porém o estudo mostra que ainda há um amplo espaço para pesquisas aplicadas referentes à Farmacologia e seu efeito terapêutico como anti-inflamatório e anticâncer.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Alberto Machado da Rocha, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA)

Licenciado em Ciências Biológicas (UFPA); Especialização em Ecologia e Higiene do Pescado (UFRA); Mestrado em Genética e Biologia Molecular (UFPA); Doutorado em Neurociências e Biologia Celular (UFPA). Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA). Coordenador do Mestrado PROFNIT no Ponto Focal IFPA.

Núbia Lorena Farias Rabelo, Colégio ASLAN. Tv. Mauriti, nº 2855 - Marco, Belém - PA, CEP: 66083-000

Pós-Graduanda no Curso de Especialização em Neuroeducação, pela Universidade da Amazônia (UNAMA). Graduada em Ciências Biológicas Licenciatura pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA). Professora do Colégio ASLAN.

Adailson Monteiro Rodrigues, Universidade da Amazônia, Centro de Ciências Biológicas e da Saúde. Av. Alcindo Cancela, nº 351 – Umarizal, Belém, PA. CEP: 66065-205.

Bacharel em Biomedicina pela Universidade da Amazônia (UNAMA).

Simone Machado da Rocha, Universidade Federal do Pará, Instituto de Geociências. Rua Augusto Corrêa, nº 01 – Guamá, Belém, PA. CEP: 66075-110.

Pós-Graduanda no Curso de Especialização em Formação de Professores de Geociências para a Educação Básica, pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Graduada em Ciências Biológicas Licenciatura, pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA).

Herald Souza dos Reis, Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Biológicas. Rua Augusto Corrêa, nº 01, Laboratório de Neuroquímica Molecular e Celular, 2º andar, nº 221, Guamá, Belém, PA. CEP: 66075-110.

Mestrando pelo Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas na Universidade Federal do Pará (UFPA). Graduado em Ciências Biológicas Licenciatura pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA).

Referências

ALVARENGA, E. M.; FREITAS, R. M.; MEDEIROS, J. V. R. Prospecção tecnológica da atividade biológica, com ênfase em atividade antidiarreica, de carvacrol e acetato de carvacrolila. Revista Gestão, Inovação e Tecnologias, [S.l.], v. 5, n.1, p. 1.639-1.651, 2015. Disponível em: http://www.revistageintec.net/index.php/revista/article/view/586. Acesso em: 20 abr. 2019.

AMPARO, K. K. S.; RIBEIRO, M. C. O.; GUARIEIRO, L. L. N. Estudo de caso utilizando mapeamento de prospecção tecnológica como principal ferramenta de busca científica. Perspectivas em Ciência da Informação, [S.l.], v. 17, n. 4, p. 195-209, 2012. Disponível em: http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/1533. Acesso em: 19 jun. 2019.

ARAUJO, L. O. et al. Mapeamento tecnológico da copaíba: análise prospectiva no Brasil e no mundo. Cadernos de Prospecção, [S.l.], v. 11, n. 1, p. 146-157, 2018. Disponível em: https://rigs.ufba.br/index.php/nit/article/view/23225/0. Acesso em: 19 jun. 2019.

ATTIQ, A. et al. Raging the war against inflammation with natural products. Frontiers in Pharmacology, [S.l.], v. 9, article 976, 2018. Disponível em: https://www.frontiersin.org/articles/10.3389/fphar.2018.00976/full. Acesso em: 18 jun. 2019.

BLOOMBERG. DSM Buys Animal-Nutrition Supplier Tortuga for $576 Million. Ago. 2012. Disponível em: https://www.bloomberg.com/news/articles/2012-08-08/dsm-buys-animal-nutrition-supplier-tortuga-for-576-million-1-. Acesso em: 24 jun. 2019.

CAPES. Portal de Periódicos – Copaíba. 2019. Disponível em: http://www.periodicos.capes.gov.br/index.php?option=com_pmetabusca&mn=88&smn=88&type=m&metalib=aHR0cHM6Ly9ybnAtcHJpbW8uaG9zdGVkLmV4bGlicmlzZ3JvdXAuY29tL3ByaW1vX2xpYnJhcnkvbGlid2ViL2FjdGlvbi9zZWFyY2guZG8/dmlkPUNBUEVTX1Yx&Itemid=124. Acesso em: 18 ago. 2019

CARDOSO, P. C. S. et al. Effect of diterpenoid kaurenoic acid on genotoxicity and cell cycle progression in gastric cancer cell lines. Biomedicine & Pharmacotherapy, [S.l.], v. 89, p. 772-780, 2017.

COSTA-LOTUFO, L. V. et al. The cytotoxic and embryotoxic effects of kaurenoic acid, a diterpene isolated from Copaifera langsdorffii oleo-resin. Toxicon, Oxford, v. 40, n. 8, p. 1.231-1.234, 2002.

DAMASCENO, J. L. et al. Investigation of Safety Profile of Four Copaifera Species and of Kaurenoic Acid by Salmonella/Microsome Test. Evidence-based Complementary and Alternative Medicine, [S.l.], v. 2019, p. 1-9, 2019. Disponível em: https://www.hindawi.com/journals/ecam/2019/7631531/. Acesso em: 28 abr. 2019.

ESTADÃO. Holandesa DSM compra divisão de vitaminas da Roche. Set. 2002. Disponível em: https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,holandesa-dsm-compra-divisao-de-vitaminas-da-roche,20020903p36971. Acesso em 24 jun. 2019.

EVOLVA. Interim Condensed Consolidated Financial Statements. jun. 2016. Disponível em: https://www.evolva.com/wp-content/uploads/2016/08/EVOLVA-HY2016-Report.pdf. Acesso em: 24 jun. 2019.

FUCINA, G. et al. Topical anti-inflammatory phytomedicine based on Sphagneticola trilobata dried extracts. Development of Phytomedicines, [S.l.], v. 54, n. 11, p. 1-10, 2016.

MAYERHOFF, Z. D. V. L. Uma análise sobre os estudos de prospecção tecnológica. Cadernos de Prospecção, [S.l.], v. 1, n. 1, p. 7-9, 2008. Disponível em: https://rigs.ufba.br/index.php/nit/article/viewFile/3538/2637. Acesso em: 22 ago. 2019.

MONTES, L. V. et al. Evidências para o uso da óleo-resina de copaíba na cicatrização de ferida – uma revisão sistemática. Natureza on line, [S.l.], v. 7, n. 2, p. 61-67, 2009. Disponível em: http://www.naturezaonline.com.br/natureza/conteudo/pdf/02_monteslvetal_6167.pdf. Acesso em: 18 ago. 2019.

PAIVA, L. A. et al. Anti-inflammatory effect of kaurenoic acid, a diterpene from Copaifera langsdorffii on acetic acid-induced colitis in rats. Vascular Pharmacology, [S.l.], v. 39, n. 6, p. 303-307, 2002.

PEREIRA, S. A. et al. Prospecção científica e tecnológica do gênero Jatropha (Euphorbiaceae) com foco em biotecnologia. In: XIV ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO – ENANCIB, 2013. Anais [...] Florianópolis (SC), 2013.

ROCHA, C. A. M. As pernas do caranguejo: cancer crura. Belém: [editor autor], 2013. 114 p.

ROCHA, F. F. et al. Evaluation of antinociceptive and antiinflammatory effects of Croton pullei var. glabrior Lanj. (Euphorbiaceae). Revista Brasileira de Farmacognosia, [S.l.], v. 18, n. 3, p. 344-349, 2008. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-695X2008000300006. Acesso em: 10 maio 2019.

ROCHA, S. M. M. et al. Effect of the kaurenoic acid on genotoxicity and cell cycle progression in cervical cancer cells lines. Toxicology in Vitro, [S.l.], v. 57, p. 126-131, 2019.

ROMERO, A. L. Contribuição ao conhecimento químico do óleo-resina de copaíba: configuração absoluta de terpenos. 2007. 204p. Dissertação (Mestrado) – Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Química, Campinas, SP, 2007. Disponível em: http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/249068. Acesso em: 24 jun. 2019.

TAPPIN, M. R. R. et al. Quantitative chemical analysis for the standardization of copaiba oil by high resolution gas chromatograpy. Química Nova, [S.l.], v. 27, p. 236-240, 2004. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-40422004000200012. Acesso em: 10 maio 2019.

TEIXEIRA, V. Produtos naturais marinhos. In: PEREIRA, R. C.; SOARES-GOMES, A. (org.) Biologia Marinha. Rio de Janeiro: Editora Interciência, 2009. p. 443-471.

VEGA, K. Purified Steviol Glycosides (Rebaudioside M) produced by Yarrowia lipolytica. GRAS Notice (GRN), [S.l.], n. 759, 2018. Disponível em: https://www.fda.gov/media/125423/download. Acesso em: 24 ago. 2019.

VEIGA JUNIOR, V. F., PINTO, A. C. O gênero Copaifera L. Química Nova, [S.l.], v. 25, n. 2, p. 273-286, 2002.

ZERBE, P. et al. Gene discovery of modular diterpene metabolism in nonmodel systems. Plant Physiology. [S.l.], v. 162, p. 1.073-1.091, 2013. Disponível em: http://www.plantphysiol.org/content/162/2/1073. Acesso em: 24 jun. 2019.

Downloads

Publicado

2020-03-27

Como Citar

Rocha, C. A. M. da, Rabelo, N. L. F., Rodrigues, A. M., Rocha, S. M. da, & dos Reis, H. S. (2020). Prospecção Científica e Tecnológica do Ácido Caurenoico, um Diterpeno Bioativo. Cadernos De Prospecção, 13(1), 256. https://doi.org/10.9771/cp.v13i1.32202

Edição

Seção

Prospecções Tecnológicas de Assuntos Específicos