Estudo Prospectivo sobre Sistema de Controle e Aceleração em Elevadores

Autores

  • Gisele Cristina Borges Universidade de Brasília, DF
  • Ana Carolina Nerva Blumm Universidade de Brasília, DF
  • Eduardo Henrique da Silva Figueiredo Matos Universidade de Brasília, DF
  • Carolyne Caetano Gonçalves Universidade de Brasília, DF
  • Wina Eleana Lages Pereira Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa, DF
  • Roosevelt Tomé Silva Filho Universidade de Brasília, DF
  • Paulo Gustavo Barboni Dantas Nascimento Universidade de Brasília, DF http://orcid.org/0000-0002-5610-3901
  • Adriana Regina Martin Universidade de Brasília, DF

DOI:

https://doi.org/10.9771/cp.v12i3.27124

Palavras-chave:

Controle, Aceleração, Elevador.

Resumo

O presente estudo pretende mostrar, por meio da prospecção tecnológica, uma análise comparativa e analítica de tecnologias que utilizam arquiteturas reconfiguráveis com sistemas de controle e aceleração para o controle do tráfego de usuários em elevadores comerciais, visando a reduzir o tempo de espera de viagem dos usuários e diminuir o consumo de energia. Para esse levantamento, foram realizadas pesquisas na base de patentes Patentscope WIPO, consultas na base de artigos Web of Science, bem como uma análise de mercado e avaliação da maturidade tecnológica desse sistema de controle. A patente registrada no INPI pela Universidade de Brasília sob o nº PI 9500121-1 foi usada como objeto de estudo. Foram encontradas 662 patentes e 113 artigos através de buscas por palavras-chave, sugerindo que essa tecnologia está madura e, portanto, bem estabelecida no mercado. Assim, foram sugeridas novas aplicações para a tecnologia de forma a justificar a manutenção da patente, além de uma análise FOFA demonstrando os pontos fracos e fortes da tecnologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gisele Cristina Borges, Universidade de Brasília, DF

Mestranda em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologias para Inovação pela Unb, Atualmente é Gerente de Projetos do Grupo Caixa Seguradora; MBA em Gerenciamento de Projetos pelo IBMEC e Especialização em Análise de Sistemas pela Universidade Católica de Brasília.

Ana Carolina Nerva Blumm, Universidade de Brasília, DF

Graduada em Engenharia de Produção pela Universidade de Brasília (UnB) em 2015 e, atualmente, cursa o mestrado do PROFNIT como aluna especial. Durante a graduação realizou pesquisas nas áreas de gestão de riscos (com publicação) e inovação de produto. Possui experiência nas áreas de gestão de projetos e processos, gestão de suprimentos e logística, análise estatísticas de dados e inovação nos setores de saúde, educação e empreendimentos pelas empresas Emplavi Realizações Imobiliárias LTDA, Nestlé LTDA e EloGroup Desenvolvimento e Consultoria. Atuou, também como pesquisadora na área de inovação pelo CDT/UnB em 2017. Atualmente, trabalha com gestão de resultados e performance na SOMOS Educação.

Eduardo Henrique da Silva Figueiredo Matos, Universidade de Brasília, DF

Graduação em administração em análise de sistemas. Atuação na coordenação do projeto Disque Tecnologia, da equipe de trabalho e do núcleo de serviços tecnológicos - NST na Gerência de Inovação e Transferência de Tecnologia - GITT-CDT/UnB. Atua no Ministério da Saúde com o projeto AvanSAS e gestão do trabalho com foco em mapeamento de processos e competências , ações de educação e dimensionamento de pessoal

Carolyne Caetano Gonçalves, Universidade de Brasília, DF

Bacharel em Biotecnologia na Universidade de Brasília

Wina Eleana Lages Pereira, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa, DF

Supervisora da Gerência dos Assuntos Jurídicos e Contratos do setor de Consultas e Pareceres da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa. Possui graduação em Direito pela Faculdades Integradas do Tapajós (2002) , especialização em Direito Público pela Universidade Potiguar (2008) e especialização em Direito Privado pela Universidade Gama Filho (2009) 

Roosevelt Tomé Silva Filho, Universidade de Brasília, DF

Consultor na área de Inovação para Pequenos Negócios, já atuou no Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte; Redes de Simplificação da Abertura e Registro de Empresas ? REDESIM; Subcomissão da CNAE Subclasses; Gestão do Conhecimento do Sistema de Gestão Estratégica Orientada a Resultado SIGEOR/SEBRAE, Inteligência Competitiva do SEBRAE para o setor de Vitivinicultura, Calçado e Vestuário e para o Observatório de APL. Foi Coordenador de Programas Macrorregionais no Ministério da Integração Nacional, coordenando operacionalmente a Comissão Permanente para Desenvolvimento e Integração da Faixa de Fronteira. Tem experiência como Secretario Nacional de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social, do Ministério da Ciência e Tecnologia, implementando políticas públicas de C&T para inclusão social, apoiando projetos de Arranjos Produtivos Locais, Extensão Tecnológica, Tecnologias Assistivas, Cidade Digital e Inclusão Digital. É Analista de Sistemas e Economista especializado em gerenciamento de projetos, Gestão do Conhecimento, Inteligência Competitiva e Governo Eletrônico. Consultor do Sebrae Nacional na área de Inovação, Tecnologia da Informação, Gestão do Conhecimento, Incubadoras e Pólos Tecnológicos, Prospecção Tecnológica e Inteligência Competitiva. Especialista em Sistemas de Informação em Ciência, Tecnologia e Inclusão Digital. Consultor do PNUD por 15 anos, com experiência na elaboração e execução de Acordos de Cooperação Técnica com organismos internacionais (BID e BIRD) e Consultor da UNESCO em projetos do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia ? IBICT. Possui, também, Ceriticação ITIL Foundation.

Adriana Regina Martin, Universidade de Brasília, DF

Bacharelado e Licenciatura em Química pela UFSCar, Mestrado e Doutorado em Ciência e Engenharia dos Materiais pela UFSCar, Doutorado Sandwich na Universidade de Wisconsin-Madison/USA com Bolsa Fulbright, Pós Doutorado em Inovação Tecnológica pela UFSCar, Pós Graduação em Política e Estratégia pela ADESG, Foi professora na Faculdade Oswaldo Cruz (FOC) e na Faculdades Nove de Julho (Uninove) ministrando disciplinas relacionadas a Polímeros e Química e na Universidade de Santo Amaro (Unisa) e na Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP) ministrando disciplinas relacionadas a Gestão. Foi professora Visitante na Unicamp ministrando a disciplina Inovação Tecnológica para os cursos de Engenharia e de Gestão. Foi Gerente de Desenvolvimento de Produto e Assistência Técnica para América Latina nas empresas multinacionais, Huntsman Química Brasil e Mash Plásticos, atuou em PD&I na Startup Orbys e na empresa BRF atuou na diretoria de PD&I sendo responsável pela gestão do portfólio de projetos de PD&I, pela prospecção e gestão de projetos de PD&I em parceria com ICTs, pela transferência de tecnologia e pela captação de recursos financeiros para desenvolvimento de projetos de PD&I junto a Embrapii, BNDES, FINEP, CNPq. Atuou no CLAEQ-Pieracciani Consultoria de Inovação auxiliando as empresas a captarem recursos financeiros para desenvolvimento de projetos de PD&I, a utilizarem incentivos fiscais (Lei do Bem) e também desenvolverem projetos por meio da Inovação Aberta. Atualmente é Professora Visitante na UnB na área de Gestão da Inovação no Dep. de Engenharia de Produção e Gerente de Negócios Tecnológicos no CDT/UnB. É consultora ad hoc das seguintes instituições: CNPq - no comitê de avaliação do Programa RHAE - Pesquisador na Empresa e no comitê de avaliação de Produtividade em Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora - Bolsa DT; MCTIC - no Comitê de Auxílio Técnico dos Setores Transversais (CAT-TRANSVERSAL) - Lei do Bem; FAPESP - no comitê do Programa de Inovação em Pequenas Empresas; SENAI - no comitê de avaliação do Edital de Inovação na Industria; EMBRAPA - no comitê Técnico do Macroprograma 1 e MACKPESQUISA - no comitê do Fundo Mackenzie de Pesquisa da Universidade Mackenzie/SP.

Referências

AQUARIUS ENGINES. Disponível em: <http://www.aquariusengines.com/> Acesso em: 15 jun. 2018.

CABRAL, M. Brasileiro “pai” dos elevadores sem cabo: sistema revolucionário, que transporta as cabines tanto na horizontal quanto na vertical, deve aumentar capacidade de transporte em até 50%. 2016. Disponível em: <https://epocanegocios.globo.com/Empreendedorismo/noticia/2016/03/brasileiro-e-pai-dos-elevadores-sem-cabos.html>. Acesso em: 23 abr. 2018.

FERREIRA, A. A.; GUIMARÃES, E. R.; CONTADOR, J. C. Patente como instrumento competitivo e como fonte de informação tecnológica. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/gp/v16n2/v16n2a05.pdf>. Acesso em: 30 maio 2018.

GALEMBECK, F.; ALMEIDA, W.Propriedade intelectual. Parcerias Estratégicas, n. 20, 2005.

HITACHI. 2017. Disponível em: <http://social-innovation.hitachi/br/case_studies/elevator_china/index.html> Acesso em: 13 jun. 2018.

INSTITUTO NACIONAL DE PROPRIEDADE INDUSTRIAL - INPI. Manual para o depositante de patentes. Brasília: INPI.

LOBATO, A. A. A geração de patentes na Universidade Federal de Minas Gerais. 2000. Dissertação (Mestrado). Ciências da Informação, Belo Horizonte, 2000.

MARTINS, Walter Hélio de Lima. Produção científica – publicação versus patente: o caso CPGEI-UTFPR. Ponta Grossa: [s.n.], 2010.

MITSUBISHI. Disponível em: <http://www.mitsubishielectric.com/news/2017/1101.html> Acesso em: 13 jun. 2018.

NATIONAL AERONAUTICS AND SPACE ADMINISTRATION, NASA: Technology Readiness Level - TLR. Agosto de 2017 pelo Oficial da NASA: Brian Dunbar. Disponível em: <https://www.nasa.gov/directorates/heo/scan/engineering/technology/txt_accordion1.html>. Acesso em: 23 maio 2018.

PORTAL SÃO FRANCISCO. Elevador. 2018. Disponível em: <https://www.portalsaofrancisco.com.br/curiosidades/elevador >. Acesso em: 27 abr. 2018.

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA (Brasil). INPI. Carlos Humberto Llanos Quintero. Sistema de Controle Distribuído de Grupo de Elevadores Usando Dispositivos Reconfiguráveis. BR nº PI 0803135-5, 02 jul. 2008, 09 mar. 2010. Brasília: UnB, 2010.

WORLD INTELLECTUAL PROPERTY ORGANIZATION - WIPO – PATENTSCOPE. Disponível em: <https://patentscope.wipo.int/search/pt/search.jsf >. Acesso em: 06 jun. 2018.

Downloads

Publicado

2019-09-13

Como Citar

Borges, G. C., Nerva Blumm, A. C., da Silva Figueiredo Matos, E. H., Gonçalves, C. C., Lages Pereira, W. E., Silva Filho, R. T., Nascimento, P. G. B. D., & Martin, A. R. (2019). Estudo Prospectivo sobre Sistema de Controle e Aceleração em Elevadores. Cadernos De Prospecção, 12(3), 602. https://doi.org/10.9771/cp.v12i3.27124

Edição

Seção

Prospecções Tecnológicas de Assuntos Específicos