Mapeamento das Tecnologias Relacionadas à Transferência de Calor por meio de Documentos Patentários Depositados no Brasil de 2009 a 2013

Autores

  • Maria Elisa Marciano Martinez Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
  • Mauricio da Silva Martins Almeida Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.9771/cp.v11i2.26887

Palavras-chave:

Transferência de Calor, Documentos Patentários, Mapeamento tecnológico.

Resumo

O presente artigo tem como objetivo oferecer subsídios e reforçar o apoio à tomada de decisões baseadas em fatos relevantes e evidências concretas sobre a dinâmica do desenvolvimento tecnológico das tecnologias relacionadas à transferência de calor, pois apresenta um mapeamento tecnológico por meio de busca de documentos patentários depositados no Brasil entre 2009 e 2013, avaliando a evolução destas. A metodologia do trabalho utiliza a análise de depósitos de pedidos de patentes depositados no escritório brasileiro de patentes nos anos de 2009 a 2013 da classificação internacional de patentes (IPC) igual a “C09K5” – referente a matérias para trasnferências de calor. O principal subgrupo encontrado foi a classificação IPC “C09K5/04” referente a materiais tendo efeito térmico acompanhado por uma mudança do estado físico (mudança do líquido para o vapor ou vice-versa). A principal forma de depósito utilizada é depósito via Tratado de Cooperação de Patentes (PCT), depósito internacional. Quanto aos países de origem, observa-se uma distribuição concentrada, com destaque para os Estados Unidos com 66% dos documentos patentários dessas tecnologias. 


Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Elisa Marciano Martinez, Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

É graduada e possui mestrado em Engenharia Química pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo; e, possui especialização em Administração de Empresas para Graduados pela Escola de  Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas.

Atualmente é pesquisadora em propriedade industrial do Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Tem experiência na área de engenharia química, com ênfase em processos bioquímicos, administração de microempresas, e, em propriedade industrial, incluindo mapeamento e prospecção tecnológica.

Além do trabalho na diretoria de patentes no INPI, realiza divulgação científica de propriedade industrial com base em mapeamento tecnológico em diversas áreas.

Mauricio da Silva Martins Almeida, Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Possui Graduação em Licenciatura Em Química pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1999), Mestrado em Ciência e Tecnologia de Polímeros pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2002) e Doutorado em Ciência e Tecnologia de Polímeros pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2006). Atualmente é pesquisadora em propriedade industrial do Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Tem experiência na área de Engenharia de Materiais e Metalúrgica, com ênfase em Polímeros, Aplicações, atuando principalmente nos seguintes temas: eva, 2-oxazolina, nbr e compatibilização de misturas.

Referências

ÇENGEL, A. Y.; BOLES, M. A. Termodinâmica. 7. ed. Porto Alegre: AMGH, 2013.

CONTI, A. L. A recuperação da economia norte-americana diante da crise econômica mundial. Revista Eletrônica Indicadores Econômicos FEE, Porto Alegre, v. 40, n. 4, p. 31–40, 2013.

HIDALGO y MARTIN, Francisco de Paula. Tinta para barnizar botas y zapatos, como la usada en el extranjero. ES19 (H3), 7 ago. 1832. Disponível em: <http://worldwide.espacenet.com/publicationDetails/biblio?DB=worldwide.espacenet.com&II=0&ND=3&adjacent=true&locale=en_EP&FT=D&date=18320807&CC=ES&NR=19H3&KC=H3>. Acesso em: 23 mar. 2018.

INSTITUTO NACIONAL DE PROPRIEDADE INDUSTRIAL (INPI). 2018. Disponível em: <http://www.inpi.gov.br>. Acesso em: 23 mar.2018.

MARTINEZ, M. E. M. et al. Panorama das tecnologias do setor de corantes e tintas por meio de documentos patentários depositados no Brasil. In: ENCONTRO ACADÊMICO DE PROPRIEDADE INTELECTUAL, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO – ENAPID, VI. 2013, Rio de Janeiro.

ORGANIZAÇÃO PARA A COOPERAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO (OCDE). Manual de patentes – OECD Patent Statistics Manual, 2009. Disponível em: <https://www.oecd-ilibrary.org/science-and-technology/oecd-patent-statistics-manual_9789264056442-en>. Acesso em: 23 mar. 2018.

WORLD INTELLECTUAL PROPERTY ORGANIZATION (WIPO). 2018. Disponível em: <http://www.wipo.int>. Acesso em: 23/03/2018.

Downloads

Publicado

2018-09-30

Como Citar

Martinez, M. E. M., & Almeida, M. da S. M. (2018). Mapeamento das Tecnologias Relacionadas à Transferência de Calor por meio de Documentos Patentários Depositados no Brasil de 2009 a 2013. Cadernos De Prospecção, 11(2), 676. https://doi.org/10.9771/cp.v11i2.26887

Edição

Seção

Prospecções Tecnológicas de Assuntos Específicos