Mapeamento Tecnológico de Processos Microbianos Aplicados na Biorremediação de Metais Pesados

Autores

  • Sidnei Cerqueira dos Santos Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, Marabá, PA, Brasil https://orcid.org/0000-0003-1169-256X
  • Danielly Cristina Marques de Castro Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, Marabá, PA, Brasil
  • Palloma Sales de Assunção Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, Marabá, PA, Brasil
  • Thais Lopes dos Santos Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, Marabá, PA, Brasil
  • Cristina M. Quintella Universidade Federal da Bahia, Salvador, BA, Brasil https://orcid.org/0000-0002-3827-7625

DOI:

https://doi.org/10.9771/cp.v11i5.25240

Palavras-chave:

Prospecção tecnológica, Micro-organismos, Bioacumulação

Resumo

Este estudo objetivou avaliar o desenvolvimento tecnológico de produtos e processos de origem microbiana aplicados no tratamento de áreas contaminadas por metais pesados, por meio de um mapeamento tecnológico de patentes, uma ferramenta estratégica para identificar inovações tecnológicas. Para tal, foram realizadas buscas em bases de dados na plataforma do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) e na do European Patent Office (EPO), utilizando-se uma combinação de palavras-chave e dois códigos da Classificação Internacional de Patentes (CIP). Foram selecionadas 247 patentes dos bancos de dados referidos. O maior número de depósito de patentes ocorreu nos anos de 2012 e 2013, sendo a China o maior depositante. As inovações tecnológicas mais depositadas foram relacionadas com a técnica de bioacumulação. Concluiu-se que a técnica de biorremediação está em ascensão, tornando-se uma interessante ferramenta para o tratamento de ambientes contaminados por metais pesados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sidnei Cerqueira dos Santos, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, Marabá, PA, Brasil

Instituto de Estudos em Saúde e Biológicas Faculdade de Ciências da Saúde e Biológicas Biotecnologia, Microbiologia, Micologia

Danielly Cristina Marques de Castro, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, Marabá, PA, Brasil

Faculdade de Biologia, Instituto de Estudos em Saúde e Biológicas

Palloma Sales de Assunção, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, Marabá, PA, Brasil

Faculdade de Biologia, Instituto de Estudos em Saúde e Biológicas

Thais Lopes dos Santos, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, Marabá, PA, Brasil

Faculdade de Biologia, Instituto de Estudos em Saúde e Biológicas

Cristina M. Quintella, Universidade Federal da Bahia, Salvador, BA, Brasil

Instituto de Química

Referências

ANAND, P. et al. Bioaccumulation of copper by Trichoderma viride. Bioresource Technology, v. 97, n. 8, p. 1.018-1.025, 2006.

BRASIL. Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). Curso geral de propriedade intelectual à distância - DL 101P BR. Brasília, DF: INPI/OMPI, 2017.

BRASIL. Lei n. 9.279, de 14 de maio de 1996. Regula direitos e obrigações relativos à propriedade industrial. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil. Brasília, DF, 14 maio 1996. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9279.htm>. Acesso em: 3 maio 2018.

BUENO, B. Y. M. et al. Biosorption of lead(II), chromium(III) and copper(II) by R. opacus: Equilibrium and Kinetic studies. Minerals Engineering, v. 21, n. 1, p. 65-75, 2008.

CHEN, Z. et al. Life sciences and biotechnology in China. Philosophical transactions of the Royal Society of London, Londres, v. 362, n. 1.482, p. 947-957, 2007.

EUROPEAN PATENT OFFICE. Espacenet: base de dados on-line. 2016. Disponível em: <https://worldwide.espacenet.com/>. Acesso em: 26 jul. 2016.

FREITAS, C. M.; SILVA, M. A.; MENEZES, F. C. O desastre na barragem de mineração da Samarco: fratura exposta dos limites do Brasil na redução de riscos de desastres. Ciência e Cultura, Campinas, v. 68, n. 3, p. 25-30, 2016.

GANSKE, C. C. Analise do desempenho da estação de tratamento de efluente têxtil e a viabilidade de utilização do lodo na agricultura. 2008. 97 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Processos) – Universidade da Região de Joinville, Joinville, 2008.

GAYLARDE, C. C.; BELLINASO M. L.; MANFIO, G. P. Biorremediação: aspectos biológicos e técnicos da biorremediação de xenobióticos. Biotecnologia Ciência & Desenvolvimento, Tirol, n. 34, p. 36-43, 2005.

GHARAEI-FATHABAD, E. Biosurfactants in pharmaceutical industry (A Mini-Review). American Journal of Drug Discovery and Development, v.1, n. 1, p. 58-69, 2011.

HUBEI UNIVERSITY OF TECHNOLOGY. Welcomo to Hubei University of Technology. [2017]. Disponível em: <http://www.at0086.com/HUBUT/>. Acesso em: 23 dez. 2017.

ICGEN, B.; HARRISON, S. Exposure to sulphide causes populations shifts in sulphate-reducing consortia. Research in Microbiology, v. 157, p. 784-791, 2006.

INSTITUTO NACIONAL DE PROPRIEDADE INDUSTRIAL (INPI). Base de dados on-line. [2016]. Disponível em: <http://www.inpi.gov.br>. Acesso em: 26 jul. 2016.

JORNAL GGN. China anuncia que enorme área de seu território está com solo contaminado. 2014. Disponível em: <http://jornalggn.com.br/noticia/china-anuncia-que-enorme-area-de-seu-territorio-esta-com-solo-contaminado>. Acesso em: 18 set. 2017.

LUPTAKOVA, A.; KUSNIEROVA, M. Bioremediation of acid mine drainage contaminated by SRB. Hydrometallurgy, v.77, p. 97-102, 2005.

MALAVOLTA, E. Fertilizantes e seu impacto ambiental. São Paulo: Prodquímica, 1994. 95 p.

MARQUES, J. J. G. S. M.; CURI, N.; SCHULZE, D. G. Trace elements in cerrado soils. In: ALVAREZ V. et al. (Org). Tópicos em ciência do solo. Viçosa: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2002. 2 v. p.103-142.

MELO, I. S.; AZEVEDO, J. L. Microbiologia ambiental. 2. ed. Jaguariúna: Embrapa Meio Ambiente, 2008.

MUYZER, G.; STAMS, A. J. M. The ecology and biotechnology of sulphate-reducing bacteria. Nature Reviews Microbiology, v. 6, p. 441-454, 2008.

NIES, D. H.; SILVER, S. Ion efflux systems involved in bacterial metal resistances. Journal of Industrial Microbiology, v. 14, n. 2, p. 186-199, 1995.

OCHOA-LOZA, F. J.; ARTIOLA, J. F.; MAIER, R. M. Stability constants for the complexation of various metals with a rhamnolipid biosurfactant. Journal of environmental quality, v. 30, n. 2, p. 479-485, 2001.

PEGORARO, P. R.; SILVÉRIO, A. C. A Inovação nas Empresas, como um dos fatores de crescimento. Revista CAP accounting and management, Toledo, v. 4, p. 113-117, 2010. Disponível em: <http://revistas.utfpr.edu.br/pb/index.php/CAP/article/view/1001/595>. Acesso em: 25 de nov. 2017.

PINHEIRO, L. K. X. et al. Prospecção tecnológica de patentes sobre recuperação avançada de petróleo com ênfase MEOR/EOR. Cadernos de Prospecção, Salvador, v. 9, n. 1, p. 141-151, 2016.

RAHMAN, K. S. M. et al. Towards efficient crude oil degradation by a mixed bacterial consortium. Bioresource Technology, v. 85, n. 3, p. 257-261, 2002.

SACHUCK, M. I., TAKAHASHI, L. Y.; AUGUSTO, C. A. Impactos da inovação tecnológica na competitividade e nas relações de trabalho. Caderno de Administração, Maringá, v. 16, n. 2, p. 57-66, 2008.

SANTANA, M. C. C. B et al. Processo de remoção de metais pesados derivados de mandioca por meio da utilização de quitosana. Cadernos de Prospecção, Salvador, v. 6, n. 4, p. 543-552, 2013.

SANTOS, S.C. et al. Biosurfactant production from Pseudomonas strains isolated in rhizospheric soils from semi-arid area of Bahia, Brazil. Sitientibus série Ciências Biológicas, v. 12, n. 1, p. 157-163, 2012.

SIQUEIRA, J. O.; POUYU, E.; MOREIRA, F. M. S. Micorrizas arbusculares no crescimento pós-transplantio de mudas de árvores em solo com excesso de metais pesados. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, MG, v. 23, n. 5, p. 569-580, 1999.

SOARES, P. S. M.; TRINDADE, R. B. E. Sistemas passivos abióticos para o tratamento de Drenagens Ácidas de Mina (DAM). In: SEMINÁRIO BRASIL-CANADÁ DE RECUPERAÇÃO AMBIENTAL DE ÁREAS MINERADAS, 2003, Florianópolis. Anais eletrônicos... Florianópolis: CETEM/CANMET, 2003 Disponível em: . Acesso em: 23 dez. 2017.

WALL, J. D.; KRUMHOLZ, L. R. Uranium reduction. Annual Review of Microbiology, v. 60, p. 149-166, 2006.

WALTER, M. V. et al. Surfactant enhances biodegradation of hydrocarbons: microcosm and field study. Journal of Soil Contamination, v. 6, p. 61-77, 1997.

WAX SINOPLAS. Qingdao Sinoplas Hi New Material Co., Ltd. [2017]. Disponível em: <http://www.chemright.com>. Acesso em: 23 dez. 2017.

ZUCOLOTO, F. G. Propriedade Intelectual e aspectos regulatórios em biotecnologia: China. In: ______; FREITAS, R. E. (Org.). Propriedade Intelectual e aspectos regulatórios em biotecnologia, [S.l.]: Rio de Janeiro: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, 2013. Disponível em: <http://protec.org.br/uploads/paginas/file/Propriedade%20Intelectual%20e%20aspectos%20regulat%C3%B3rios%20em%20biotecnologia.pdf>. Acessado em: 17 set. 2017.

Downloads

Publicado

2018-12-10

Como Citar

Santos, S. C. dos, Castro, D. C. M. de, Assunção, P. S. de, Santos, T. L. dos, & Quintella, C. M. (2018). Mapeamento Tecnológico de Processos Microbianos Aplicados na Biorremediação de Metais Pesados. Cadernos De Prospecção, 11(5), 1740. https://doi.org/10.9771/cp.v11i5.25240

Edição

Seção

Prospecções Tecnológicas de Assuntos Específicos