PREENCHIMENTO DA POSIÇÃO PRÉ-VERBAL NA CONSTRUÇÃO IMPESSOAL COM DAR MODAL

Autores

  • Lurian da Silveira Chaves

DOI:

https://doi.org/10.9771/ell.v0i77.61683

Palavras-chave:

Dar auxiliar modal; Caso abstrato; Sujeito; Tópico.

Resumo

Este squib pretende chamar a atenção para a estrutura SN + dar para + Oração Infinitiva, que tem se mostrado inusitada pelo fato de apresentar uma configuração linearmente igual à oração com dar auxiliar aspectual, mantendo, porém, a interpretação de possibilidade das orações modais. O objetivo é compreender por que o SN assume a posição à esquerda do verbo dar impessoal, se por uma necessidade de atribuição de Caso, devido a um enfraquecimento da morfologia verbal (Nunes, 2015, 2016), ou por uma tendência do PB em ocupar a posição pré-verbal das orações (Kato; Duarte, 2014; Ayres, 2021; Ayres; Othero, 2021). Assumimos que esses SNs saem de uma posição de Caso, para ocupar uma posição de tópico da oração matriz. Segundo Nunes (2016), o movimento de uma posição argumental para uma posição não argumental é totalmente lícito, respeitando a economia computacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AYRES, M. R. Contextos licenciadores de sujeitos nulos em português brasileiro. 2021. Tese (Doutorado em Letras) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

AYRES, M. R.; OTHERO, G. A. Contexts for null subjects in contemporary Brazilian Portuguese. Revista Linguística, v. 17, p. 100-124, 2021.

BIBERAUER, T.; HOLMBERG, A.; ROBERTS, I.; SHEEHAN, M. Parametric Variation: Null Subjects in Minimalist Theory, Cambridge: CUP, 2010.

CHOMSKY, N. Derivation by phase. In: KENSTOWICZ, M. (Org.). Ken Hale: A Life in Language. Cambridge, MA: MIT Press, p. 1–52, 2001.

_____. Minimalist inquiries: The framework. In: MARTIN, R.; MICHAELS, D.; URIAGEREKA, J. (Orgs.), Step by Step: Essays on Minimalist Syntax in Honor of Howard Lasnik. Cambridge, MA: MIT Press, p. 89–155, 2000.

DUARTE, M. E. L. ReVEL na Escola: sobre pronomes pessoais na fala e na escrita. ReVEL, vol. 16, n. 30, 2018.

_____. O sujeito em peças de teatro (1833-1992): estudos diacrônicos. São Paulo: Parábola Editorial, 2012.

_____. Do pronome nulo ao pronome pleno: a trajetória do sujeito no português do Brasil. In: ROBERTS, I.; KATO, M. A. (Orgs.). Português brasileiro: uma viagem diacrônica. Campinas: Ed. da Unicamp, 1993.

DUARTE, M. E. L.; MARINS, J. Brazilian Portuguese: a ‘partial’ null subject language. Cadernos de Estudos Linguísticos, v. 63, 2021.

GORSKI, E. M. Emergência de dar pra/de no domínio funcional da auxiliarização modal deôntica. Fórum Linguístico, v. 17. n. 1, p. 4342-4356, 2020.

_____. Combinação de orações: gramaticalização de fenômenos co-ocorrentes. Letras de Hoje, v. 35, n. 3. p. 19-33, 2000.

HOLMBERG, A.; NAYUDU, A.; SHEEHAN, M. Three partial null-subject languages: a comparison of Brazilian Portuguese, Finnish, and Marathi. Studia Linguistica, p. 59–97, 2009.

KATO, M. A.; DUARTE, M. E. L. O sujeito no português brasileiro e sua tipologia. In: PILATI, E.; SALLES, H. L.; NAVES, R. (Orgs.) Novos olhares para a gramática do português brasileiro. Campinas: Pontes, 2017, p. 13-42.

_____. Restrições na distribuição de sujeitos nulos no Português Brasileiro. Veredas, v. 18, n. 1, p. 1-21, 2014.

KATO, M. A.; MARTINS, A. M.; NUNES, J. Português brasileiro e português europeu: sintaxe comparada. São Paulo: Contexto, 2023.

NUNES. J. Especificação morfológica de pronomes nominativos, concordância verbal e sujeitos nulos em Português Brasileiro. Fórum linguístico. v. 17, número especial, p. 4658-4672, 2020.

_____. Subject and topic hyper-raising in Brazilian Portuguese: A case study on reference sets for economy computations. In: KATO, M.; ORDOÑEZ, F. (Orgs.) The morfosyntax of Portuguese and Spanish in Latin America. Oxford: Oxford University Press, 2016, p. 107-134.

_____. Subespecificação de traços-φ e hiperalçamento no português brasileiro. In: FIGUEIREDO, C; ARAÚJO, E. (Orgs.). Diálogos com Ribeiro: sobre gramática e história da língua portuguesa. Salvador: EDUFBA, 2015, p. 121-148.

NURC. Projeto da Norma Urbana Culta Rio de Janeiro (NURC digital). Disponível em: https://nurcrj.letras.ufrj.br/. Acesso em: 15 out. 2020

NURC. Projeto da Norma Urbana Culta Recife (NURC digital). Disponível em: https://fale.ufal.br/projeto/nurcdigital/. Acesso em: 15 out. 2020.

OTHERO, G. A.; LAZZARI, M. Null subjects and null objects in Brazilian Portuguese: correlations and change. Revista de Estudos da Linguagem, v. 30, n. 4, 2022.

PIRES DE OLIVEIRA, R. A expressão ‘dar para/de Infinitivo’ em PB: uma análise formal. XLVIII Seminário do GEL. Assis, SP. Maio/2000.

Downloads

Publicado

2024-06-04

Como Citar

CHAVES, L. da S. . PREENCHIMENTO DA POSIÇÃO PRÉ-VERBAL NA CONSTRUÇÃO IMPESSOAL COM DAR MODAL. Estudos Linguísticos e Literários, Salvador, n. 77, p. 413–425, 2024. DOI: 10.9771/ell.v0i77.61683. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/estudos/article/view/61683. Acesso em: 20 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê "Estudos do IV Encontro de Gramática Gerativa"